27/01/2015 10h21 - Atualizado em 27/01/2015 10h21

Raspberry Pi: confira a evolução do microcomputador que tanto impressiona

Diego Sousa
por
Para o TechTudo

O Raspberry Pi já vendeu mais de três milhões de unidades desde que foi lançado, em fevereiro de 2012. Em quase três anos de existência, o microcomputador do tamanho de um cartão de crédito já gerou diversas invenções e é cada vez mais utilizado por estudantes de programação e amadores interessados em Ciência da Computação.

Raspberry Pi: 5 inovações inusitadas feitas com o microcomputador

raspberry-pi-model-a-plusMicrocomputador tem o tamanho de um cartão de crédito (Foto: Divulgação)

Por ser tão inovador, o Raspberry Pi atraiu olhares de concorrentes que criaram versões mais poderosas, como a Hummingboard, e de gigantes da indústria, como Intel e Microsoft, que também lançaram suas versões de minicomputadores. No entanto, a criação da Raspberry Foundation, que consiste basicamente em uma placa-mãe com processador, entradas USB e saídas para vídeo e som, continua soberana neste nicho e está evoluindo e lançando novas configurações. Veja como o microcomputador mudou ao longo do tempo.

Fevereiro de 2012, o lançamento oficial

raspberry-pi-model-bRaspberry Pi Model B, primeira versão do microcomputador tinha 256 MB de memória RAM (Foto: Divulgação)

O primeiro Raspberry Pi a chegar mercado foi o Model B, versão que conta com uma porta Ethernet, duas entradas USB e HDMI. Ao preço de U$ 35 (cerca de R$ 90), o microcomputador tinha um processador ARM11 de 700 MHz, 256 MB de memória RAM e sistema operacional Linux. No dia de seu lançamento, ele esgotou em apenas duas horas.

Em julho de 2012 foi lançado o sistema Raspbian, desenvolvido exclusivamente para o Raspberry Pi. Em outubro do mesmo ano, o minicomputador aumentou sua capacidade de memória para 512 MB.

Janeiro de 2013, modelo A passa a ser comercializado

raspberry-pi-model-aModel A não tem porta Ethernet e apenas uma entrada USB (Foto: Divulgação)

O Model A do Raspberry Pi não conta com porta Ethernet e possui apenas uma entrada USB. Originalmente planejado para ter apenas 128 MB de RAM, seus desenvolvedores aumentaram a capacidade de memória para 256 MB. O Model A custa U$ 25 (cerca de R$ 65) e pode se conectar à internet utilizando um adaptador USB de rede ou Wi-Fi.

Maio de 2013, o primeiro acessório é lançado

raspberry-pi-camera-moduleMódulo de câmera para o Raspberry Pi filma em 1080p (Foto: Divulgação)

Anunciada pela Raspberry Foundation em junho de 2012, o módulo de câmera para o Raspberry Pi e uma atualização de firmware para instalação foram lançados quase um ano depois. A câmera custa € 20 (cerca de R$ 65) e tem 5 megapixels. Ela faz vídeos em até 1080p e pode ser utilizada para filmar em slowmotion e time-lapse.

Julho de 2014, a evolução

raspberry-pi-model-b-plusModel B+ do microcomputador consome menos energia e o dobro de portas USB (Foto: Divulgação)

A fundação Raspberry anunciou o Model B+ como a “evolução final do Raspberry Pi original”. Ele conta com algumas melhorias em relação à versão anterior, como o aumento para quatro portas USB, soquete para cartão Micro SD, maior qualidade de áudio e menor consumo de energia. O microcomputador consome entre 0,5 e 1 W e o Model B original funciona com 3,5 W. O preço continua o mesmo: U$ 35.

Confira a matéria sobre o lançamento da versão mais econômica do Raspberry Pi.

Novembro de 2014, a última inovação (por enquanto)

raspberry-pi-model-a-plus2O Raspberry Pi Model A+ é ainda menor que seu antecessor e custa apenas U$ 20 (Foto: Divulgação)

A nova unidade do Raspberry Pi é o Model A+, upgrade do Model A, versão do microcomputador sem acesso direto à internet. Apesar da configuração idêntica ao antecessor, ele é menor (sua placa tem apenas 65 mm contra 86 mm da versão anterior), possui melhor qualidade de áudio e também substituiu o cartão SD por Micro SD. 

O Raspberry Pi A+ conta com 40 pinos GPIO, que permitem a conexão com outras placas, enquanto o Model A tem apenas 26. Além das melhorias, o Model A+ ainda custa mais barato. Você pode comprá-lo por apenas U$ 20 (cerca de R$ 50) nas lojas credenciadas pela Raspberry Foundation.


Seja o primeiro a comentar

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

recentes

populares

  • Gilberto Moreno
    2015-01-27T12:12:45

    nao Marcio . acessa. sua , vizinha , e sua sogra

  • Indepilada
    2015-01-27T12:21:20  

    20 dólares nos EUA... 800 reais no Brasil.

    recentes

    populares

    • Indepilada
      2015-01-27T12:21:20  

      aliexpress

    recentes

    populares

    • Indepilada
      2015-01-27T12:21:20  

      Não é assombroso não. Da uma olhada no ML quanto tão cobrando... no mínimo 200 reais. Compensa mais você pagar 80 reais no Aliexpress e importar e não ser taxado do que comprar aqui.

  • Fábio Magalhães
    2015-01-27T14:25:35  

    Excelente!!! Mas dá pra melhorar isso. Se aumentar só 2cm dá pra aumentar memória ram (pra pelo menos 4GB) e ainda colocar duas entradas SATA 3.0 para conectar HD e colocar num gabinete ultra-compacto. Ficaria um PC bem pequeno, bom (rápido) e barato e serviria justamente para as escolas. Os 4GB de ram q eu gostaria de chegar é pq numa escola, além de Linux, tem q aprender Windows também, não tem jeito. É o sistema mais utilizado no mundo, então não dá pra ignorar.

    recentes

    populares

    • Fábio Magalhães
      2015-01-27T14:25:35  

      Fabio, bom dia! Mesmo com 8GB o Microsoft Windows nao funcionaria, pois a arquitetura eh diferente. A Microsoft teria que compilar o sistema operacional para funcionar em processadores ARM.

    recentes

    populares

    • Fábio Magalhães
      2015-01-27T14:25:35  

      Marcio Silva, ah sim sim. Verdade!!! Mas ouvir dizer q a microsoft está trabalhando numa versão do Windows dedicada a nessa arquitetura.

  • Marcmira
    2015-01-29T19:08:23

    techtudo, intimo a fazerem uma materia com o makey makey, essa plaquinha tambem é legal, tenho uma e me divirto a beça, em breve encomendo meu PI

  • Eduardo Silva
    2015-01-27T15:24:47  

    aliexpress baratinho... kkkkk

    recentes

    populares

    • Eduardo Silva
      2015-01-27T15:24:47  

      nem tanto, vale no mercado livre pegar kit com fonte, case

  • Pedro Martins
    2015-01-27T14:56:47

    Fazer o que com uma porkera dessa? Parece um rádio a pilha desmontado.

  • Adan Scaramelo
    2015-01-27T14:54:13

    Realmente é uma ótima opção para estudantes e entusiastas de engenharia de computação e programadores, mas o problema é que o governo não dá nenhum apoio nisso, muito pelo contrário, cobra altas taxas de importação e mantém o dolar nas alturas para dificultar ainda mais o nosso acesso. É por isso que o abismo financeiro está crescendo cada vez mais entre os ricos e os pobres aqui no brasil. Cadê os eleitores da dilma agora? Desapareceram!

  • Adan Scaramelo
    2015-01-27T14:53:48

    Realmente é uma ótima opção para estudantes e entusiastas de engenharia de computadores e programadores, mas o problema é que o governo não dá nenhum apoio nisso, muito pelo contrário, cobra altas taxas de importação e mantém o dolar nas alturas para dificultar ainda mais o nosso acesso. É por isso que o abismo financeiro está crescendo cada vez mais entre os ricos e os pobres aqui no brasil. Cadê os eleitores da dilma agora? Desapareceram!

  • Mengaço
    2015-01-27T12:16:23  

    ótima alternativa para a educação pública, especialmente se viesse com o linux (por ser gratuito) ... afinal quem entende um básico de android tb saberá um básico de linux ("irmãos").

    recentes

    populares

    • Mengaço
      2015-01-27T12:16:23  

      Não é bem assim não... Se bem que o básico que é o uso de desktop com navegador ou editor de texto é quase a mesma coisa em qualquer sistema. O negócio pega quando o usuário precisa configurar ou instalar qualquer coisa no sistema... Em algumas distros do Linux é necessário PHD nisso...

    recentes

    populares

    • Mengaço
      2015-01-27T12:16:23  

      Android possui núcleo do linux, mas o que importa para usuário, especialmente leigos, é a interface.