Computadores

14/02/2015 07h00 - Atualizado em 14/02/2015 07h00

Inovação e economia: usuário cria tablet a partir de um Raspberry Pi

Thiago Barros
por
Para o TechTudo

O PiPad é uma invenção que comprova, mais uma vez, que o mundo do "faça você mesmo" está cada vez mais acessível. Um usuário chamado Michael Castor desenvolveu um interessante projeto de tablet com o Raspberry Pi, que roda o sistema operacional Linux. Todo o trabalho demorou só duas semanas e teve resultado surpreendente. Visualmente atrativo e totalmente funcional, o gadget já mostra o poder que o microcomputador pode ter.

Como funciona o Raspberry Pi? Entenda a tecnologia e sua aplicabilidade

PiPad usa o Raspberry Pi e o Linux (Foto: Divulgação)PiPad usa o Raspberry Pi e o Linux (Foto: Divulgação)

O trabalho com o Raspberry Pi vem evoluindo bastante nos últimos anos, e neste mês a versão 2 do aparelho foi lançada. Ele é um gadget que tem um funcionamento parecido ao de computadores, porém com tamanho muito menor, e já foi utilizado em muitos projetos inovadores e baratos (já que o microcomputador tem preço bem acessível).

No caso desse tablet, o usuário já vinha acumulando componentes desde 2013. Conforme a Maker Faire Bay Area, evento de tecnologia realizado em São Francisco, foi chegando, ele passou a ajudar um amigo com um projeto e disse que sua “criatividade fluiu”.

Inspirado, Michael passou então a virar diversas noites até conseguir montar o produto. Ele tinha um design preparado no papel, várias peças acumuladas e “só” teve que fazer seu “trabalho sujo”. A invenção ganhou "vida"  em menos de duas semanas, que era o tempo até a feira de tecnologia a qual ele iria.

O internauta tentou encontrar Eben Upton, fundador da Raspberry Pi Foundation, mas só o conseguiu alguns meses depois, em Nova York. O executivo ficou muito impressionado, brincou com o produto e até deu um autógrafo na parte externa do aparelho, que funciona perfeitamente, apesar de um ou outro bug.

Gadget foi autografado pelo criador do Raspberry Pi (Foto: Divulgação)Gadget foi autografado pelo criador do Raspberry Pi (Foto: Divulgação)

Michael Castor diz estar bem satisfeito com o aparelho, mas admite que gostaria de fazer uma ou outra alteração nele. “Talvez quando eu construir outro”, brinca. O fato é de que o PiPad é mais uma prova de como o Raspberry Pi pode ser útil em múltiplas ocasiões. Só basta ter criatividade para isso.

Via Makezine

Seja o primeiro a comentar

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

recentes

populares