Internet

23/02/2015 06h20 - Atualizado em 23/02/2015 06h20

O que é o WebM e por que ele veio para substituir o GIF

André Sugai
por
Para o TechTudo

Se você gosta de GIFs animados talvez se surpreenda com o WebM. O formato, que tem apenas quatro anos, traz inovações pensadas para a Internet atual e tecnologias futuras. Ao contrário do GIF, que possui mais de 20 anos e um formato pensado para o início da Internet onde as conexões eram lentas e os computadores trabalhavam com poucas cores. Em um futuro breve, o velho GIF pode sair de cena.

Windows 8 ganha suporte nativo para vídeos em MKV com legendas

O GIF, que pronuncia-se Jiff, nasceu em 1987 e sua sigla significa (Graphics Interchange Format). Foi desenvolvido pela Compuserve com o intuito de ser um formato colorido de fácil leitura pelos navegadores da época. O formato também conta com a opção Interlacing, que faz com que a imagem seja lida linha por linha fazendo com que ela seja carregada aos poucos, o que fazia muito sentido em uma época em que as conexões mais rápidas atingiam apenas 56 kpbs.

WebM pode substituir o Gif; entenda o formato de vídeo animado em frames (Foto: Reprodução/Wikipedia)WebM pode substituir o Gif; entenda o formato de vídeo animado em frames (Foto: Reprodução/Wikipedia)


Além disso, o GIF conta com uma paleta de 256 cores não sendo indicado para grandes formatos de fotografia mas sim pequenos formatos como ícones ou pequenas animações. As animações, ou Gifs animados, são um conjunto de GIFs encapsulados dentro de outro GIF e permitem reproduzir qualquer tipo de animação ou vídeo neste formato sem som e dentro da paleta de 256 cores que o formato suporta.

Com base nestes dados, vemos que o formato GIF Animado necessita que o arquivo seja totalmente carregado para que a animação aconteça. Isso pode ser demorado, dependendo do tamanho do vídeo convertido, sua resolução e peso. Com isso, consumimos muito mais banda e recursos do navegador para sua leitura do formato. Experimente entrar em uma página com dezenas de gifs e veja como o navegador fica lento.

Como compartilhar gifs no WhatsApp? Comente no Fórum do TechTudo.

Pensando em toda essa banda e recursos consumidos e na defasagem deste tipo de formato o Google apresentou em 2010 o formato WebM. Um formato de vídeo compactado que pode ser usado com ou sem som e utiliza codecs VP8 e Vorbis dentro de uma estrutura multimídia Matroska.

A estrutura do WebM foi pensada para a Internet que temos hoje e com base em futuras tecnologias. Sendo assim, o arquivo WebM conversa nativamente com o HTML5 não exigindo um download completo do arquivo, uma paleta de cores incrivelmente superior e compatibilidade total com dispositivos móveis e de baixo consumo de energia.

O Codec VP8 desenvolvido pelo Google já possui um substituto chamado VP9 que suporta vídeos em 4K entre outros adventos que fazem com que o formato WebM dê um banho quando se fala em exibição de vídeo ou compressão de imagem, sem perda de qualidade. Seus arquivos possuem um tamanho relativamente pequeno e sua execução é feita via streaming de dados fazendo com que o tamanho e qualidade dos arquivos seja seu grande diferencial.

A ironia fica por conta de que o próprio Google anunciou na última semana um botão para criação de GIFs a partir de vídeos do YouTube, vídeos aliás que já utilizam a tecnologia WebM no caso dos players em HTML5.

Agora resta saber se ambos os formatos andarão lado a lado na Internet ou aposentaremos o velho GIF dando prioridade ao WebM.

Seja o primeiro a comentar

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

recentes

populares