Internet

25/03/2015 14h40 - Atualizado em 25/03/2015 16h38

Facebook transforma Messenger em plataforma e mostra novidades no F8 2015

Elson de Souza
por
Para o TechTudo

O Facebook tem novidades, especialmente para quem acessa a rede nos celulares. Os anúncios aconteceram hoje (25), durante a conferência para desenvolvedores F8, na qual Mark Zuckerberg apresenta inovações para a redes sociais. Entre elas está o Messenger Platform, que integra o serviço a outros aplicativos, e o Business, voltado para o relacionamento entre consumidores e empresas.

Facebook lança seu próprio Timehop para compartilhar posts mais antigos

Mark Zuckerberg apresenta novidades no f8 2015 para o Facebook Messenger (Foto: Reprodução/Facebook)Mark Zuckerberg apresenta novidades no f8 2015 para o Facebook Messenger (Foto: Reprodução/Facebook)


Messenger Platform: conversas mais completas

O aplicativo de mensagens do Facebook promete ganhar inúmeras novidades nos próximos meses. A primeira delas é o Messenger Platform, que integrará o serviço a diferentes aplicativos. Será possível, por exemplo, editar um vídeo em um aplicativo e enviá-lo pelo app de mensagens em poucos passos, enriquecendo a comunicação na rede social.

Já o Messenger Business promete ser voltado especialmente para empresas. A novidade promete melhorar a comunicação entre colegas de trabalho, bem como marcar compromissos. Além disso, prestadoras de serviço poderão enviar mensagens para o consumidores na rede social, tal como o envio de recibos e outras informações relevantes.

O Messenger Platform terá um espaço reservado para que o usuário possa ver quais aplicativos são integrados com o serviço de mensagens. Além disso, será possível descobrir novas opções na parte inferior da tela e ir direto até a loja de aplicativos do Android ou iOS, tudo direto do Messenger.

Além do famoso Curtir, o Facebook promete introduzir um botão para que o usuário possa enviar conteúdo através do Messenger. A novidade deve estar disponível tanto em páginas da web como em mais de 40 aplicativos.

Facebook Messenger Business é apresentado na f8 2015 (Foto: Reprodução/Facebook)Facebook Messenger Business, uma solução para empresas (Foto: Reprodução/Facebook)


A rede social lançou ainda um kit de desenvolvimento para quem deseja integrar a plataforma aos seus apps. Com isso, o app de mensagens deve ganhar ainda mais recursos, prometendo dar dor de cabeça até mesmo para o WhatsApp.

Messenger Business: dê adeus aos e-mails de compras

O Business, por outro lado, promete ser voltado para empresas. A novidade promete melhorar a comunicação entre prestadoras de serviço e seus consumidores na rede social, possibilitando o envio de recibos e outras informações relevantes.

A ideia parece simples. Ao invés de e-mails e mais e-mails, o Facebook quer que as atualizações de compras cheguem através do Messenger, com novos recursos multimídia e ferramentas de interação.

Integração promete que usuário acompanhe pedidos em lojas pelo Facebook Messenger (Foto: Reprodução/Facebook)Integração promete que usuário acompanhe pedidos em lojas pelo Facebook Messenger (Foto: Reprodução/Facebook)



Ao adquirir algo no site de uma loja, por exemplo, o usuário poderá optar por utilizar o serviço do Facebook ao invés do e-mail. A loja, por sua vez, poderá enviar o recibo e o código de rastreamento de entrega através do Messenger, exibindo um mapa atualizado em tempo real.

Caso haja algum problema, toda a comunicação poderá ser feita no app, como se fosse uma conversa com um amigo qualquer. Assim, o Facebook pretende reduzir a burocracia e o distanciamento das marcas com o público. Resta saber, porém, se a novidade chegará por aqui e se as empresas brasileiras abraçarão a ideia.

Suporte a vídeos em 360 graus e “embed”

O Facebook vai suportar vídeos em 360 graus na timeline da rede social. Isso significa que os usuários poderão interagir com gravações feitas em câmeras especiais, podendo girar o quadro que está sendo mostrado. Para se ter uma ideia, tudo deve funcionar de forma bastante parecida ao Google Street View, porém com vídeos.

As gravações publicadas no Facebook também poderão ser usados fora da rede social através de um código embed, o que pode ser um ataque direto ao rival YouTube. Ou seja, um usuário poderá publicar um vídeo na sua timeline e colocá-lo em seu blog ou site sem sequer utilizar o serviço do Google ou o Vimeo, por exemplo, que já tinham suporte à função.

Qual a sua rede social favorita? Comente no Fórum do TechTudo

Internet das Coisas (IoT)

O Facebook entrou de vez na onda da Internet das coisas (IoT, em inglês), que trata dos novos eletrodomésticos e acessórios com acesso à web. A rede social anunciou o lançamento de ferramenta de desenvolvimentos para integrar os seus serviços às plataformas de IoT.

Mais novidades para desenvolvedores e propagandas

A integração do Facebook no comentários de sites também ganhará mudanças, possibilitando uma experiência mais uniforme e unificada. O recurso promete engajar muito mais usuários em blogs e sites, já que será mais fácil ver o que amigos estão comentando naquela notícia.

Para desenvolvedores, o Facebook apresentou o Analytics Apps. O recurso promete facilitar que estes conheçam melhor o seu público e como eles usam os seus aplicativos através das informações da rede sociais. O recurso será gratuito, mas pode gerar problemas entre usuários do site, que terão dados compartilhados com ainda mais pessoas.

Os demais recursos mostrados nesta quinta-feira dizem respeito apenas a propagandas e como a rede social pretende ganhar (ainda) mais dinheiro com os seus usuários.

Seja o primeiro a comentar

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

recentes

populares