Internet

08/03/2015 06h50 - Atualizado em 08/03/2015 17h25

Google teria descoberto como impedir pessoas de mentir na Internet

Aline Jesus
por
Para o TechTudo

O ranqueamento de sites do Google pode mudar em breve. Por conta de um algoritmo um pouco ultrapassado usado até hoje, muitos sites com conteúdos bons acabam ficando com posicionamentos pior do que deveriam nas buscas. O que é ruim para os usuários. O Google estaria, então, desenvolvendo um sistema para mudar este cenário e aumentar a relevância dos resultados "de verdade". Isso quer dizer que, em breve, histórias mentirosas (famosos hoaxes), vão sumir da busca.

Como habilitar plugins no modo incógnito na aba secreta do Google Chrome

Google-site (Foto: Pond5)Google (Foto: Pond5)


Qual o melhor buscador: Google ou Baidu? Comente no Fórum do TechTudo

O que estaria acontecendo atualmente, segundo a NewScientist, é que páginas que são mais linkadas em outros sites ganham um lugar melhor nos resultados do buscador. Isso seria uma maneira de o Google exibir apenas conteúdo confiável, já que está sendo reproduzido por diversas pessoas. Porém, na prática, o que acontece é que qualquer um pode linkar algum tipo de conteúdo, espalhá-lo e ganhar um bom ranking, ou mesmo uma mentira ganhar popularidade.

O algoritmo já foi ajustado e modificado centenas ou milhares de vezes nos últimos anos, mas este ainda é o seu funcionamento básico. Os engenheiros do Google, no entanto, querem fazer com que não sejam simplesmente exibidos os sites “mais populares”, e sim os “melhores”. A ideia agora é de contar com “fatos”, e não simplesmente “links” que direcionam para a página.

Segundo o site Business Insider, para resolver o problema, o Google está desenvolvendo uma nova mecânica de busca que utiliza a qualidade do conteúdo como base para fazer o ranking de seus resultados. Eles vão usar o Knowledge Vault (Cofre do Conhecimento), uma espécie de enorme banco de dados com informações confiáveis sobre diversos assuntos acumulados ao longo dos anos.

Tudo o que eles têm lá são os “fatos” que serão analisados. Sites com informações verídicas seriam bem posicionados no topo, enquanto os que têm detalhes conflituosos ficariam mais abaixo na busca.

No entanto, ainda não há nenhuma confirmação do Google sobre a aplicação deste novo método. Ao Business Insider, a gigante de Internet disse que este é só um trabalho de pesquisa, e que ainda não há planos específicos de implantação nos resultados de busca. Resta, apenas, aguardar.

Via NewScientist e Business Insider

Seja o primeiro a comentar

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

recentes

populares