Internet

20/03/2015 14h59 - Atualizado em 20/03/2015 14h59

IPv6 no Brasil: Anatel anuncia implantação do novo protocolo de Internet

Paulo Figueiredo
por
Para o TechTudo

Uma bomba-relógio da rede mundial de computadores finalmente começa a ser desmontada, pelo menos no Brasil: a sobrecarga de endereços IPs (Internet Protocol). É o que afirma a agência que regula o setor, a Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel), nesta sexta-feira (20), após anunciar uma ação coordenada para adotar no país o IPv6, o mais recente protocolo de comunicação de Internet.

Veja também: O que é WHOIS?

José Alexandre Bicalho, Superintendente de Planejamento da Anatel, explica a adoçâo do IPv6 (Foto: Paulo Finotti / TechTudo)José Alexandre Bicalho, Superintendente de Planejamento da Anatel, explica a adoçâo do IPv6 (Foto: Paulo Finotti / TechTudo)

A quantidade de dispositivos conectados à Internet no mundo já ultrapassou há muito tempo o número de endereços de protocolo, que funcionam como números de telefone para cada gadget. Chamado de IPv4, o padrão anterior não segura mais a demanda, fazendo com que usuários lidem com diversos problemas, entre eles a incompatibilidade de equipamentos e problemas na configuração de modens.

Já com o padrão IPv6, é possível obter 340 undecilhões de novas possibilidades de endereço. Este número significa 340 seguido de 36 zeros na frente. Com a adoção destes novos códigos, por exemplo, as autoridades conseguem investigar e identificar melhor os responsáveis por crimes cometidos na web. Além disso, a Internet poderá suportar o fluxo de novos dispositivos por um período ainda bastante longo no futuro.

A ideia é que os servidores funcionem paralelamente em iPv4 e iPv6, numa fase de transição que pode durar muitos anos. Assim, usuários terão suporte garantido até que seja concluída a migração natural para o novo modelo. "Isso é totalmente gradual, não é do dia para a noite”, explica o Superintendente de Planejamento e Regulamentação da Anatel, José Alexandre Bicalho. "O usuário final não precisa fazer nada, nem se preocupar. Não precisa trocar equipamento, nem reconfigurar Internet”, disse.

O usuário final não precisa fazer nada, nem se preocupar. Não precisa trocar equipamento, reconfigurar Internet, etc
José Alexandre Bicalho, Anatel

Para passar por esse período de transição evitando a sobrecarga atual do IPv4, a Anatel autorizou no Brasil o compartilhamento de um mesmo protocolo público para diferentes usuários, o que em tese sustentaria a demanda até a completa adoção do novo modelo.

Mas, como isso traria uma série de dificuldades técnicas, a agência já havia definido que todas as prestadoras de serviço de Internet (conexão) disponibilizassem suporte ao novo padrão IPv6 para as redes corporativas até dezembro do ano passado, pare quem quisesse usá-lo.

Novos prazos para redes e eletrônicos

Agora, as prestadoras também precisam se adequar a novos prazos: até julho de 2015, todos os novos usuários deverão ter um endereço em IPv6, disponibilizado obrigatoriamente pela operadora. A partir daí, usuários antigos com dispositivos ainda em IPv4 também terão direito de solicitar um IP público não compartilhado com outros usuários.

Outra medida adotada pela agência é a de exigir o endereçamento em IPv6 para novos dispositivos fabricados e vendidos no Brasil a partir de 2016, o que facilitará o término previsto da transição entre o antigo e o novo modelo. Para obter a certificação técnica do órgão, compulsória para esse tipo de produto com conexão online no Brasil, as empresas precisarão se adequar.

Não consigo entrar em um servidor, o que fazer? Comente no Fórum do TechTudo.


Seja o primeiro a comentar

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

recentes

populares

  • Renato Fonseca
    2015-03-20T18:04:23  

    Novo protocolo? IPv6 existe desde a década de 80, as empresas brasileiras que estão completamente atrasadas.

    recentes

    populares

    • Renato Fonseca
      2015-03-20T18:04:23  

      Renato crieo que está se equivocando pois o mundo todo está migrando essa tecnologia... a NIC.BR orgão responsável pelo endereçamento de IP's no brasil ano passado estava até dando curso de IPV6 para empresas que trabalham no ramo... eu fiz e será um grande avanço na tecnologia mundial... então essa é uma tecnologia antiga mais que sera usada a nivel MUNDIAL agora... com tunelamento duplo e etc... as empresas brasileiras estão no mesmo nivel que qualquer outro pais em relação a migração de ipv4 para ipv6

    recentes

    populares

    • Renato Fonseca
      2015-03-20T18:04:23  

      Fabrizzio Montanes, eu mesmo fiz o curso de IPv6 no NIC.BR há 2 anos e já lecionam isso há anos. Precisar estudar mais a respeito de uma tecnologia, como exemplo, veja seu windows 98 SE, este sistema operacional já vinha com compatibilidade IPv6, em caso de dúvidas acesso: ipv6.br

  • LUIZ
    2015-03-20T19:23:23

    Já com o padrão IPv6, é possível obter 340 undecilhões de novas possibilidades de endereço. Este número significa 340 seguido de 36 zeros na frente. .. na frente??? acho que seguido atrás.

  • Yoshida Takahashi
    2015-03-20T15:47:48

    '340 undecilhões de novas possibilidades de endereço' eu em...