31/03/2015 09h00 - Atualizado em 31/03/2015 09h00

Jumpers: entenda o que são e para que servem essas peças

Filipe Garrett
por
Para o TechTudo

Os jumpers são chaves elétricas utilizadas em placas e alguns dispositivos, como discos rígidos para ativar, regular ou desativar funções específicas do sistema que não são acessíveis via software. Entenda como podem ser usados a seu favor. 

Core i5: entenda as diferenças entre os modelos desse tipo de processador

Para que servem?

Em placas-mãe mais antigas, jumpers eram abundantes. A sua função como chave elétrica era a de determinar o funcionamento de diversos recursos da placa. Era possível, por exemplo, usar um jumper para limitar a alimentação elétrica do processador e, consequentemente, reduzir sua velocidade e aquecimento.

Outros jumpers tinham função de resetar as informações da BIOS para as configurações de fábrica. Ainda houve os responsáveis pela configuração de data e hora e do regime de controle da bateria interna do sistema.

Nos pinos, mostrados na imagem, jumpers podem ser colocados. A posição e a presença de jumpers nos pinos pode alterar radicalmente o funcionamento do sistema (Foto: Reprodução/Stockarch)A posição e a presença de jumpers nos pinos pode alterar radicalmente o funcionamento do sistema (Foto: Reprodução/Stockarch)

Placas mais antigas possuíam um conjunto bem maior de jumpers que permitiam amplo controle sobre o funcionamento de todo o hardware que estabelecia vínculo com a placa-mãe. Desde a velocidade das memórias à alimentação das placas de expansão.

Se o seu computador tem alguns anos de vida, é muito provável que ele ainda contenha agrupamentos de jumpers. Observe que vários deles podem realizar alterações sensíveis no funcionamento da máquina. 

Ainda existem?

Jumpers são raros de se encontrar em placas novas (algumas ainda possuem alguns, usados principalmente para configurar LEDs e comportamento dos botões do gabinete). Com o avanço da tecnologia, especialmente de firmwares e BIOS, os jumpers simplesmente perderam a utilidade, já que se tornou possível realizar todas as regulagens via software.

Onde são encontrados?

Atualmente, os jumpers vêm caindo em desuso quando o assunto são placas. Mas discos rígidos do padrão IDE ainda apresentam essas chaves em seu conjunto. Nos HDs, os jumpers são utilizados para determinar o comportamento e a hierarquia do disco rígido perante o sistema.

O que é melhor: notebook, ultrabook, Macbook? Opine no Fórum do TechTudo.

Por exemplo, removendo um jumper e o posicionando em outro espaço, determina que o disco rígido se comportará como uma unidade slave do sistema, ou seja, que não está encarregada de boot e de inicializar o sistema. Alguns discos possuem jumpers que determinam velocidade de leitura e que até podem limitar o espaço de armazenamento do disco.

Placa Intel Galileo apresenta Jumpers (Foto: Reprodução/Arduino)Placa Intel Galileo apresenta Jumpers (Foto: Reprodução/Arduino)

Jumpers também podem ser encontrados em placas lógicas com funções específicas, como as usadas em aplicações Arduino. Vale lembrar que o Raspberry Pi também traz jumpers em suas placas.

Seja o primeiro a comentar

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

recentes

populares