Celular

02/03/2015 08h44 - Atualizado em 05/03/2015 17h02

Microsoft apresenta Lumias 640, 640 XL, projeto Spartan e Office no MWC

Fabrício Vitorino
por
Do MWC 2015

Dois novos Lumias (640 e 640 XL), um teclado, uma demo do navegador Spartan, novos Office e Bing, muitos teasers do Windows 10: esse foi o saldo da apresentação da Microsoft no primeiro dia oficial de MWC - maior feira de tecnologia móvel do mundo - que acontece em Barcelona, Espanha. Além disso, a gigante ainda mostrou que o "cross-device", ou a troca de informações entre aparelhos, é uma tendência que veio para ficar.

Acompanhe os lançamentos ao vivo do MWC 2015

Com muita expectativa no ar sobre o novo sistema multidevice, Windows 10, era natural que o evento estivesse lotado - mesmo começando 8h30 da manhã. E não foi diferente. Pontualmente, Stephen Elop, CEO de devices e serviços da Microsoft, subiu ao palco e logo disparou: "O Windows é nossa casa. Estamos expandindo nosso ecossistema e buscando a melhor experiência entre os aparelhos para ser apenas uma Microsoft".  

Microsoft MWC (Foto: Reprodução)Stephen Elop, CEO da Microsoft, mostrou as novidades da empresa no MWC (Foto: Reprodução)

Sem demora, Elop mostrou o Lumia 640, intermediário que chega aos mercados em abril, custando 140 euros na versão 3G e 160 euros, com 4G. Trata-se de um Snapdragon 400 (quad-core Cortex-A7 a 1.2GHz) com 1 GB de RAM, 8 GB de memória, expansível a até 128 GB via microSD. No quesito câmera, o 640 traz uma novidade: o flash LED para a câmera traseira, de 8 megapixels. A frontal, mais simples, conta com apenas 1 megapixel.

Microsoft MWC (Foto: Fabrício Vitorino/TechTudo)Lumia 640 é o novo intermediário da Microsoft com a versão 3G e 4G (Foto: Fabrício Vitorino/TechTudo)

A tela do 640  - uma Gorilla Glass  3 - é IPS, com 5 polegadas e 720p de resolução (294 ppi). Para alimentar esse conjunto, uma bateria de 2.500 mAh, que promete autonomia suficiente para um dia de trabalho, segundo a companhia. 

Qual o produto mais esperado do MWC 2015? Opine no Fórum do TechTudo.

Já o 640 XL traz uma tela de 6 polegadas ClearBlack, com a mesma resolução do "irmão menor". A grande diferença está na câmera, já que o foblet traz lentes Zeiss de f/2.0 com um sensor de 13 megapixels na câmera traseira, além de uma grande angular de 24 mm no sensor de 5 megapixels na câmera frontal. Tudo alimentado por uma bateria de 3.000 mAh. O 640 XL chega à Europa junto com o 640, custando 190 euros na versão 3G e 220, na versão 4G.

Microsoft MWC (Foto: Fabrício Vitorino/TechTudo)O Lumia 640 X traz uma tela de 6 polegadas ClearBlack e câmera traseira de 13 megapixels (Foto: Fabrício Vitorino/TechTudo)

Tanto o 640 quanto o 640 XL vêm com Windows Phone 8.1 com a atualização Lumia Denim completa, incluindo a central de notificações acessível com um deslizar de dedo na tela, teclado Word Flow e Live Folders. Os modelos também serão atualizáveis para o Windows 10 que estará disponível ainda neste ano.

Microsoft MWC (Foto: Fabrício Vitorino/TechTudo)Os Lumias 640 e o 640 XL vêm com Windows Phone 8.1 com a atualização Lumia Denim (Foto: Fabrício Vitorino/TechTudo)

 O Lumia 640 XL estará disponível globalmente a partir de março nas cores azul, laranja e preta com acabamento mate e na cor branca fosca ou brilhante. Já o Lumia 640 estará à venda a partir de abril nas cores azul, laranja e branco brilhante bem como em preto fosco. Os dois modelos serão comercializados tanto nas versões single SIM LTE quanto na Dual SIM LTE e 3G. O Lumia 640 XL também terá uma versão single-SIM com 3G.

Além dos aparelhos, a Microsoft também fez algumas demos de funções do Windows 10, plataforma que promete rodar em todos os devices de forma unificada. No palco, Neil Broadley, diretor de marketing da área mobile da Microsoft, mostra como o Bing funciona bem entre devices: o usuário pesquisa por um restaurante no desktop, desliga o mesmo e, estando logado, o resultado migra para o smartphone. Desta forma, você praticamente não percebe a diferença entre plataformas. E esse é o objetivo final da Microsoft - e do novo Windows 10.

Microsoft MWC (Foto: Fabrício Vitorino/TechTudo)Broadley, diretor de marketing da área mobile da Microsoft, mostra como o Bing funciona bem entre devices (Foto: Fabrício Vitorino/TechTudo)

Broadley aproveitou para mostrar ainda um pouco do Spartan - navegador que vai substituir o Explorer do Windows 10 em diante. Mas não foi muito: além da sincronização universal entre devices, o Spartan teve sua função "modo de leitura" demonstrada. Trata-se de uma tentativa da Microsoft de criar um ambiente clean, livre de distrações e customizável (você pode regular o tamanho das fontes livremente, por exemplo), de modo a facilitar a leitura - e o consumo - de conteúdo online.

O Spartan, navegador que vai substituir o Explorer do Windows 10 em diante, é exibido no MWC (Foto: Reprodução)O Spartan, navegador que vai substituir o Explorer do Windows 10 em diante, é exibido no MWC (Foto: Reprodução)

Outra novidade da coletiva da Microsoft no MWC foi o "novo" Office. Mais algumas funções da suíte de aplicativos que vem junto com o Windows 10 foram demonstradas, afinal, a dúvida é sobre a viabilidade dos aplicativos operarem em diferentes plataformas sem perder seu poder de fogo. No palco, Julia White, chefe da divisão de Office, demonstrou o quão "clean" o produto ficou. Na verdade, ele parece ter sido feito do zero, de tão rápido e bonito. O Outlook deixou de ser um cliente de e-mails para se tornar uma agenda completa. Word, Excel, Power Point e o OneNote também ganharam novas funções, tudo de olho nas telas touch.

Microsoft MWC (Foto: Fabrício Vitorino/TechTudo)Julia White apresenta novas funções do Word, Excel, Power Point e o OneNote (Foto: Fabrício Vitorino/TechTudo)

E para facilitar a vida dos usuários de dispositivos móveis, White também apresentou um simpático teclado Bluetooth dobrável. Ainda sem preço ou prazo para ser lançado, o dispositivo promete ser universal: ou seja, não vai ser exclusivo para Windows, mas roda também em iOS e Android

Por fim, um recado de Broadley: "A Microsoft está comprometida com tops de linha. Mas só traremos novos aparelhos tops de linha ao mercado quando tivermos nossa melhor experiência de software disponível". Ou seja, novos super Lumias, só quando o Windows 10 estiver pronto e sendo distribuído - gratuitamente, aliás -, o que deve acontecer em meados de junho, segundo as estimativas atuais. Enquanto isso, a Microsoft vai ganhando terreno nos mercados de baixo e médio custo. 

Seja o primeiro a comentar

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

recentes

populares

  • Leonardo Guerra
    2015-03-02T11:04:41

    Ponto para M$, Esta certíssima em investir em mercados emergentes, a maioria das pessoas não tem condições e nem o porque investir em um celular de ponta.