Internet

29/05/2015 11h36 - Atualizado em 17/08/2015 14h23

Como vai funcionar a navegação offline do Google Maps e YouTube

Raquel Freire
por
Para o TechTudo

O Google apresentou uma grande novidade para os apps Maps e YouTube : ambos vão funcionar offline. O anúncio foi feito na quinta-feira (28) pela vice-presidente de engenharia e gestão de produtos, Jen Fitzpatrick, durante o Google I/O 2015. Segundo a executiva, o objetivo é tornar as ferramentas ainda mais acessíveis, especialmente em países em desenvolvimento e conexão ruim ou de difícil acesso.

I/O 2015: Google lança Preview do Android M, Android Pay, Photos e mais

Google Maps e YouTube vão funcionar offline (Foto: Reprodução/Google)Google Maps e YouTube vão funcionar offline (Foto: Reprodução/Google)

Youtube

No modo offline, o YouTube funcionará como uma espécie de locação de vídeos. Quando conectados, os usuários poderão baixar vídeos para seu celular, onde ficarão armazenados por 48 horas. Nesse período, a mídia poderá ser assistida com ou sem conexão com a Internet - ou seja, vídeo offline. 

O foco do recurso é oferecê-lo via aplicativos móveis em mercados emergentes, onde o acesso a Internet é raro e de baixa qualidade. Por isso, a versão offline do YouTube foi liberada apenas para países como Índia, Indonésia, Filipinas e Vietnã, pelo menos em um primeiro momento. 

“Para muitas pessoas, em vários países, conectividade pode ser um verdadeiro desafio. Em alguns casos, o pacote de dados é caro. Mesmo quando você consegue se conectar, a internet ainda é lenta”, explicou Fitzpatrick.

YouTube Offline permitirá baixar vídeos e guardá-los no celular por 48 horas (Foto: Reprodução/Google)YouTube Offline permitirá baixar vídeos e guardá-los no celular por 48 horas (Foto: Reprodução/Google)

Apesar dos poucos países anunciados, é possível que a funcionalidade chegue em outros locais em um futuro próximo. China, Brasil, México e Rússia devem estar nesses planos, já que juntos com a Índia e a Indonésia, venderão aproximadamente 1,2 bilhões de celulares no ano que vem, segundo expectativas. 

Jen Fitzpatrick apresenta estimativa de vendas em mercados emergentes (Foto: Reprodução/Google)Jen Fitzpatrick apresenta estimativa de vendas em mercados emergentes (Foto: Reprodução/Google)

Google Maps

Já o Google Maps irá trabalhar efetivamente offline, permitindo a busca de lugares sem qualquer conexão com a Internet. O app mostrará as informações mais relevantes, como avaliações e horários de abertura, além da indicação de como chegar ao local, incluindo navegação "curva a curva".

As orientações por voz a cada trecho também ficarão disponíveis no modo offline no celular. Sobre o Maps, nenhuma limitação territorial foi anunciada. Em todo caso, o recurso começará a operar "ainda este ano". 

Maps Offline permitirá pesquisas e mostrará principais informações sobre local (Foto: Reprodução/Google)Maps Offline permitirá pesquisas e mostrará principais informações sobre local (Foto: Reprodução/Google)

Google Chrome

A executiva ainda anunciou melhorias na otimização do uso de dados no Google Chrome, que passará a carregar páginas até quatro vezes mais rápido. Isso será possível graças a um novo recurso chamado “Network Quality Estimator”, ou estimador de qualidade da rede, em tradução livre.

Qual o seu sistema operacional favorito e por quê? Comente no Fórum do TechTudo.

A nova ferramenta conseguirá identificar a qualidade de conexão com a Internet, e fará adaptações na página para diminuir o gasto de dados, como diminuir a quantidade de texto e substituir imagens por espaços coloridos. Com isso, o navegador consumirá 80% menos bytes e reduzirá em 80MB o consumo de memória. 

Páginas otimizadas no app do Google Chrome (Foto: Reprodução/Google I/O 2015/YouTube)Páginas otimizadas no app do Google Chrome (Foto: Reprodução/Google I/O 2015/YouTube)
Seja o primeiro a comentar

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

recentes

populares

  • Marcelo Fernandes
    2015-05-29T12:18:04  

    O pessoal do Google esta de brincadeira , eles não tem a Microsoft pra continuar boicotando ? baixar videos para assistir depois grande criatividade ! principalmente para quem usa Android com pouca memoria e de baixo custo , deveriam era arrumar uma maneira para acabar com os travamentos dos aparelhos que custam entre 300 e 800 reais media , a e os mapas offline vai a melhor coisa no Android depois de resolver os travamentos.

    recentes

    populares

    • Marcelo Fernandes
      2015-05-29T12:18:04  

      ''deveriam era arrumar uma maneira para acabar com os travamentos dos aparelhos que custam entre 300 e 800'' Tenho um celular de 500 reais(G2 Lite) a 4 meses e ele não trava.

    recentes

    populares

    • Marcelo Fernandes
      2015-05-29T12:18:04  

      Eles têm que investir em tecnologia e você não? Tira esse escorpião do bolso e compra um telefone decente.

  • Jessica Carvalho
    2015-05-29T19:23:17

    compre pelo site bizoo . com . br e acumule pontos para trocas por smartphones, tablets, tvs, livros, etc...

  • Renan Pinheiro
    2015-05-29T12:55:23

    Eu gostei das ideias de navegação off-line. Às vezes, eu baixo vídeos do youtube com o 4k video downloader, para eu assistir em full HD, e depois excluo. Mas pessoal, vocês acham que o google maps, vai ocupar muito espaço nos aparelhos com android?

  • Marcelo Fernandes
    2015-05-29T12:28:09

    Que ideia maravilhosa !!!!!!!!!!!!! vou baixar videos e assistir depois , navegação offline o Google se superou , não deveriam estar boicotando a MS ? as noticias com certeza seriam boas para quem curti,