07/05/2015 06h01 - Atualizado em 07/05/2015 08h29

Kit para deixar casas smart promete funcionar até sem Internet; conheça

João Kurtz
por
Para o TechTudo

Um conjunto de aparelhos inovadores com instalação de cinco minutos promete transformar casas comuns em inteligentes de maneira muito simples. Chamado de Oomi, o kit é composto por equipamentos que se conectam mesmo sem Internet e controlam muitas coisas dentro de casa, como movimentos, temperatura e umidade. A proposta dele é atrair pessoas com aparelhos fáceis de configurar e usar. Será que a ideia dá certo na prática?

Aparelhos comprovam que a ‘Internet das coisas’ é o futuro da tecnologia

Kit possui vários acessórios para customizar casa de acordo com a necessidade (Foto: Reprodução/Oomi)Kit tem vários acessórios para customizar casa de acordo com a necessidade (Foto: Reprodução/Oomi)

O kit consiste em um cubo que serve como o hub central do sistema. Ele possui oito sensores de ambiente, capazes de detectar vidros quebrados, vibrações, movimentos, sons, temperatura, umidade, iluminação e raios ultravioleta, além de uma câmera com visão noturna e resolução de 1080p.

O cubo é usado para se conectar com outros aparelhos do sistema, através de Wi-Fi, infravermelho ou Bluetooth. Para adicionar equipamentos, basta tocar neles com o controle remoto da plataforma, que combina os botões tradicionais com uma tela touchscreen, como se fosse um tablet.

Assim que um aparelho for adicionado ao sistema, ele passa a ser gerenciado pelo cubo e controlado pelo controle remoto – incluindo TVs e sistemas de som, que dispensam o uso de seus próprios controles.

Sistema possui vários aparelhos que não precisam de Internet para funcionar (Foto: Reprodução/Oomi)Sistema conta com vários aparelhos que não precisam de Internet para funcionar (Foto: Reprodução/Oomi)

O Oomi possui vários eletrônicos que podem ser adicionados ao sistema, incluindo lâmpadas e tomadas inteligentes. A lista também inclui sensores adicionais, um monitor da qualidade do ar e um dongle HDMI para fazer streaming de vídeo.

Os kits para casas smart geralmente têm duas características em comum: a necessidade de usar um smartphone e ter uma conexão com a Internet. Estas dependências são superadas no Oomi graças aos seus equipamentos básicos.

Como mudar a senha do roteador Wi-Fi? Comente no Fórum do TechTudo.

Não só o controle remoto elimina a necessidade de baixar e configurar um aplicativo, como o hub faz todos os processamentos necessários sem precisar enviar os comandos para a nuvem, garantindo que a casa continue funcional mesmo quando a Internet deixa de operar.

Oomi permite adicionar novos aparelhos com facilidade (Foto: Reprodução/Indiegogo)Oomi permite adicionar novos aparelhos com facilidade (Foto: Reprodução/Indiegogo)

Ainda assim, a plataforma disponibiliza aplicativos para Android e iOS e foi desenhada para poder ser integrada com outros sistemas inteligentes, garantindo que o usuário não fique dependente apenas de produtos da Oomi para montar sua casa.

O kit ainda está na fase de arrecadação de fundos no Indiegogo, mas já ultrapassou há tempos a meta de US$ 50 mil (cerca de R$ 151 mil em conversão direta) e irá sair do papel. A versão básico sai por US$ 289 (aproximadamente R$ 878) e é entregue para o Brasil com uma taxa adicional de US$ 39 ( aproximadamente R$ 118). A expectativa é que ele seja entregue a partir de outubro de 2015.

Via Indiegogo

Seja o primeiro a comentar

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

recentes

populares

  • Leandro Santana
    2015-06-01T08:00:45

    gostaria de enteder porque sempre os passo a passos explicados aqui tem sempre os prints em ingles

  • Jossyel Brandão
    2015-05-10T11:38:04  

    Quanta tecnologia, mas primeiro preciso de uma casa para torna-la smart rs

    recentes

    populares

    • Jossyel Brandão
      2015-05-10T11:38:04  

      É, e pra ter uma casa hoje em dia ta difícil, 50% de entrada, com os valores dos imóveis.