Internet

03/06/2015 13h50 - Atualizado em 03/06/2015 13h50

Bug no Skype: código de 8 caracteres trava app no desktop, iOS e Android

João Kurtz
por
Para o TechTudo

Depois do iPhone ser afetado por dois bugs na semana passada, um pelas mensagens e outro pelo Whatsapp, o Skype, mensageiro da Microsoft, também enfrenta um problema semelhante. Um erro descoberto no programa faz com que ele pare de funcionar ao receber uma mensagem específica. O bug é capaz de inutilizar o serviço e afeta versões desktop e móvel do software que envia mensagens.

Skype ou Viber? Veja quem merece o seu download no PC e no celular

Problema no Skype impede que usuários usem o aplicativo (Foto: Reprodução/Skype)Problema no Skype impede que usuários usem o aplicativo (Foto: Reprodução/Skype)

A mensagem capaz de travar o Skype reúne os caracteres “http://:”, os mesmos usados para iniciar um URL. Quando recebida, o programa tranca e deixa de funcionar. Reiniciar o software não resolve o problema, já que ele lerá o texto novamente. A solução lógica seria apagar o histórico da conversa para evitar que o erro persista, mas o aplicativo, ao ser iniciado, baixa o arquivo da nuvem mais uma vez.

O problema foi identificado no fórum de suporte do Skype. Ele afetava as versões para Windows, Windows Phone, Android e iOS do aplicativo, mas por algum motivo, as versões para OS X e Modern do Windows 8 e 8.1 não são vulneráveis. O Skype confirmou a existência do bug e lançou uma nova atualização do cliente para todas as plataformas que corrige a falha. Além disso, o servidor do serviço passou a filtrar o código, evitando que o problema se espalhe.

Servidor do Skype está bloqueando código perigoso (Foto: Reprodução/Skype)Servidor do Skype está bloqueando código perigoso (Foto: Reprodução/Skype)

A única solução alternativa para os usuários que tiveram o acesso ao serviço bloqueado e não quiserem atualizar para a nova versão é pedir para que quem enviou a mensagem a apague e, em seguida, instalar uma versão mais antiga do Skype.

Via PC World

Seja o primeiro a comentar

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

recentes

populares