18/06/2015 16h10 - Atualizado em 18/06/2015 16h35

Museu do Videogame americano reúne consoles 'velhos' na E3 2015

Felipe Vinha
por
Da E3 2015

A E3 2015, maior evento de games do mundo, não é apenas para grandes lançamentos e novidades do mercado. Há quem goste de curtir aqueles jogos da antiga. É aí que entra o Videogame History Museum, um grande estande com consoles "velhos", acessórios curiosos e sessão livre de jogos clássicos.

Acompanhe o Tempo Real da E3 2015 no TechTudo

Assista ao vídeo abaixo com o "clima" do museu:

Mais de 30 anos de história

Sean Kelly e John Hardie, fundadores do museu, possuem mais de 30 anos de história dos games em seu acervo pessoal, que é justamente o que está exposto por lá. Eles revelaram que os objetos mais antigos podem ser os diversos modelos de Atari, posicionados em uma das redomas de vidro que protegem as preciosidades.

Apesar da enorme quantidade de artigos clássicos, os dois participam da E3 há “apenas” 10 anos. “Começamos aqui por volta de 2005 e notamos o interesse do público em também estar perto de consoles antigos. Não é todo mundo que joga e que nasceu com os games, por isso trazemos isso aqui para que todos possam conhecer o passado”, contou John.

Museu de Videogame (Foto: Felipe Vinha/TechTudo)Videogame History Museum é itinerante (Foto: Felipe Vinha/TechTudo)

Eles exibem com orgulho também cabines de fliperamas clássicos, com modelagem original e com o material real dentro - e não apenas um tipo de emulação ou console ligado em uma TV. “Essa cabine de Mortal Kombat 2 estava parada em um bar abandonado”, disse Sean. “Compramos e restauramos para o nosso museu e nosso acervo”, adicionou.

Acessórios e itens raros

Além de consoles e fliperamas, o acervo do museu é repleto de curiosidades, como controles inusitados, acessórios raríssimos e até mesmo jogos de tabuleiro antigos baseados em games nostálgicos.

Alguns desses acessórios envolvem chapéus com sensores de movimento, diretamente da década de 80, além de tacos de baseball oficiais de certos games de esporte, que não tinham funcionalidade nenhuma dentro do jogo, mas que vinham acompanhados dos cartuchos em lojas.

Títulos como Tron e Q*Bert possuem jogos de tabuleiro oficiais expostos no museu. A Senhora Pac-Man é presença constante com pelúcias não tão antigas, mas raras, além de revistas temáticas, álbum de figurinhas, cardgames e minijogos de mão com personagens clássicos.

Museu de Videogame (Foto: Felipe Vinha/TechTudo)O Videogame History Museum reúne acessórios curiosos e sessão livre de clássicos (Foto: Felipe Vinha/TechTudo)



Antigo versus Novo

De acordo com Sean Kelly e John Hardie, a ideia de trazer o museu dos videogames para a E3 não é a de competir com os lançamentos. A dupla acredita que dá para se divertir com qualquer título, apesar das preferências. “Prefiro jogar um game que é divertido, seja ele novo ou antigo”, disse Sean.

Ainda assim, os clássicos são a preferência dos dois. “Sabe, os jogos hoje em dia parecem prezar mais pelos gráficos. Temos games que não apresentam gráficos tão bonitos, como Super Meat Boy ou Minecraft, mas que são muito divertidos”, contou John. Apesar de tudo, os dois mostram bom humor ao serem confrontados sobre a eterna batalha entre os novos títulos e os games mais nostálgicos.

Criados do Museu de Videogame (Foto: Felipe Vinha/TechTudo)Sean Kelly e John Hardie, criadores do Videogame History Museum (Foto: Felipe Vinha/TechTudo)

O Videogame History Museum é uma ideia itinerante que a dupla teve. Ou seja, além da feira, o museu roda o país inteiro para mostrar mais dos games antigos a novas gerações. Não há planos para sair dos Estados Unidos, por enquanto, mas os dois sabem que há iniciativas similares no Brasil. “Já ouvimos falar de alguns, mas o nosso é mais completo”, brincou John.

Quais são as suas apostas para a E3 2015? Opine no TechTudo!

Seja o primeiro a comentar

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

recentes

populares