08/07/2015 18h26 - Atualizado em 09/07/2015 10h42

FISL 16: expert compara regiões e revela cidade com pior Internet do Brasil

Giordano Tronco
por
do FISL 16

Que o Brasil tem uma das piores qualidades de Internet do mundo você já deve saber. O que talvez você não saiba é que os serviços de medição internacionais, que comparam a nossa conexão com a de outras nações, não levam em conta características importantes do país.

Como assistir palestras do FISL 16 online

Quem explicou isso foi Fabrício Tamusiunas, um dos gerentes da NIC.br, entidade civil ligada ao Comitê Gestor da Internet e responsável, entre outras coisas, pelo SIMET, serviço de medição da qualidade da internet no território brasileiro. Fabrício compareceu ao 16º Fórum Internacional do Software Livre, o FISL 16, em Porto Alegre, para falar sobre metodologias de medição da qualidade da Internet.

Fabrício Tamusiunas no palco do FISL (Foto: Reprodução/Giordano Tronco)Fabrício Tamusiunas no palco do FISL (Foto: Reprodução/Giordano Tronco)

Num território como o do Brasil, a qualidade da Internet varia muito de um lugar para outro, e até dentro de uma mesma região. Algumas metrópoles têm cobertura de rede intensa, enquanto que regiões distantes dos núcleos urbanos podem não possuir qualquer tipo de cobertura de rede. Fazer apenas a média da velocidade de conexão, sem ponderar essas características, leva a resultados que não traduzem a complexidade da nossa realidade.

"O que notamos é que regiões com melhor infraestrutura têm conexão melhor. São as metrópoles e grandes cidades", disse Tamusiuna.

Para comprovar que a qualidade da Internet está associada à infraestrutura urbana, o especialista apresentou o Mapa da Qualidade da Internet no Brasil, que representa graficamente as conexões com Internet no nosso território.

Tamusiunas comparou o mapa com uma foto da iluminação noturna do território brasileiro. Os pontos de luz forte, correspondentes aos aglomerados urbanos, são também os que possuem melhor conexão. Partes menos habitadas, como o Pantanal ou boa parte do território do Norte, quase não tem conexão.

Comparativo entre a visão noturna do território brasileiro e o Mapa de Qualidade da Internet (Foto: Reprodução/Fabrício Tamusiunas)Comparativo entre a visão noturna do território brasileiro e o Mapa de Qualidade da Internet (Foto: Reprodução/Fabrício Tamusiunas)

A maior velocidade média de conexão do país é a da região sudeste (18.41 Mbit/s), mas é também onde há a maior desigualdade na qualidade de conexão. Tamusiunas explicou que "velocidade média" é diferente de "velocidade da maioria".

"Se eu tenho quatro pessoas e todas têm 10 Mbit/s de velocidade de conexão, o desvio padrão é zero. Mas, se uma dessas pessoas têm 10 Mbits e as outras só 1 Mbit/s, o desvio padrão é bem alto", disse o especialista. É o que acontece com a região Norte: tem a segunda velocidade média mais alta do país (14.17 Mbit/s), mas a maior parte das conexões não chegam a 5 Mbit/s. Isso reforça o velho ditado sobre o Brasil: é um país de contrastes.

Confira a lista da velocidade de conexão e desvio padrão das diferentes regiões (dados do 1º tri/2015):

Sudeste - 18.41 (desvio padrão: 23.80)
Norte - 14.17 Mbit/s (desvio padrão: 19.22)
Centro-Oeste - 13.52 Mbit/s (desvio padrão: 16.61)
Nordeste - 12.60 Mbit/s (desvio padrão: 16.56)
Sul - 12.22 Mbit/s (desvio padrão: 16.37)

O especialista aproveitou para apontar qual o município com a pior qualidade de Internet do país: é Calçoene (AP), onde a latência (medida que calcula, por exemplo, o tempo que demora entre você falar numa ligação online e a pessoa do outro lado receber a sua mensagem) chega a quatro segundos em média. Se você, que vive na Internet e não desgruda do seu smartphone, um dia for para lá, esteja preparado para passar dificuldades!

Software avalia a sua velocidade de conexão

Através do Simet, serviço disponível no site da NIC.br, você pode medir a qualidade da sua conexão. É só entrar em http://simet.nic.br/ e fornecer o seu CEP. Também é possível instalar o firmware no seu roteador para transformá-lo numa caixa de medição de conexão em http://simet.nic.br/simetbox.html. Os dados gerados pelas medições no Simet alimentam o Mapa de Qualidade de Conexão Brasileiro.

Tem vírus no Linux? Descubra essa e outras curiosidades no Fórum do TechTudo.


Seja o primeiro a comentar

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

recentes

populares

  • Jackson Silva
    2015-07-08T21:17:01  

    Notícia mal elaborada, com certeza feita por estagiários, já que com essa crise a Globo não ta pagando profissionais adequados l.

    recentes

    populares

    • Jackson Silva
      2015-07-08T21:17:01  

      Eu tenho uma chácara onde crio alguns animais bem próximo a Curitiba "Capital Modelo", minha propriedade situa-se a menos de 40 km da capital paranaense e lá nem sinal de internet. Já foi

    recentes

    populares

    • Jackson Silva
      2015-07-08T21:17:01  

      Contrate um provedor que forneça o serviço via rádio na sua região e compre uma antena Rocket 5. Esta antena tem alcance de até 50 km. A internet vai chegar, desde que tenha visada entre a sua antena e a antena do provedor.

  • Luciano Seibel
    2015-07-09T11:54:59  

    Não é desculpa esta história de tamanho do país ... A Austrália tem 98% de sua população na orla e mesmo assim no meio do deserto algum tipo de infra para internet para as pequenas cidades. Internet com as mesma velocidades da orla. Mais uma desculpinha esfarrapada de governo medíocre.

    recentes

    populares

    • Luciano Seibel
      2015-07-09T11:54:59  

      Na Austrália não tem mais de 6.000 municipios. A população é menor do que o estado de São Paulo. Não se trata somente de ter o acesso em lugares remotos, mas é preciso comparar o numero de usuários de cada lugar. Se vc tem em sua casa um link de 10 Mbits/s e 2 usuários a coisa vai andar melhor do que se tiver 15 usuários pendurados. Tente colocar 10 casas ligadas a um transformador de energia elétrica para 20 casas e depois ligue 30 casas nesse mesmo transformador. Em algum momento a sobrecarga vai desligá-lo.

  • Eduardo Schicovski
    2015-07-08T21:49:58  

    Espaço destinado a comentários, não críticas, se está achando ruin leia outro portal de noticias.

    recentes

    populares

    • Eduardo Schicovski
      2015-07-08T21:49:58  

      mais esse pessoal só reclama, cara se não ta gostando das noticias tem outro portais melhores

    recentes

    populares

    • Eduardo Schicovski
      2015-07-08T21:49:58  

      Matéria de Estagiário

  • Israel Holanda
    2015-07-09T18:00:37

    Calçoene recentemente tem internet , ou seja, ainda engatinha, pois é interior do Estado, lugar pequeno, e a fibra chegou por la no governo passado, a dois anos atrás, através de um projeto binacional que vem internet da Guiana Francesa, pela empresa Oi e Guianne telecom.

  • Uanderson
    2015-07-09T08:50:20

    podiam ter aferido a velocidade na minha cidade pra ver o que e lentidao rss