Internet

03/08/2015 14h03 - Atualizado em 31/08/2016 15h56

Kim Dotcom diz que 'não confia mais no Mega' e quer lançar concorrente

Aline Jesus
por
Para o TechTudo

Kim Dotcom, uma das mais polêmicas personalidades do mundo da tecnologia, quer se tornar um concorrente do seu antigo serviço de armazenamento em nuvem, o Mega. Dotcom disse que “não confia mais” no trabalho que está sendo feito e que pensa em lançar uma alternativa no final do ano.

Como usar o WhatsApp Web no Microsoft Edge; saiba ativar no Windows 10

O executivo explicou ao Engadget que muitas das razões para esta mudança são confidenciais, mas disse que a entrada de um investidor chinês, que teve o apoio do governo neozelandês, no projeto foi uma destas razões. Segundo Dotcom, os dados dos usuários “não estão” mais seguros no Mega.

Kim Dotcom, criado do site de armazenamento e serviços online Mega (Foto: Reprodução/YouTube)Kim Dotcom, criador do site de armazenamento e serviços online Mega (Foto: Reprodução/YouTube)


Download grátis do app do TechTudo: receba dicas e notícias de tecnologia no Android ou iPhone

“Mas a minha cláusula de não-concorrência está acabando, no fim do ano, e vou lançar um competidor para o Mega que é completamente sem fins lucrativos e com um código aberto, semelhante ao modelo Wikipedia. Quero levar armazenamento na nuvem grátis, ilimitado e criptografado para todos”, garantiu.

Aos 41 anos, Dotcom ficou famoso graças ao MegaUpload, lançado em 2005. O serviço para armazenamento e compartilhamento ganhou milhões de adeptos no mundo, porém acabou sendo tirado do ar por conta de casos de violação de direitos autorias. Kim teve sua mansão invadida e foi preso em 2012.

Exatamente um ano depois, lançou o Mega, que causou um grande furor, mas não chegou a ter o mesmo barulho do Megaupload. Kim Dotcom também ganhou as manchetes em 2014 por resolver uma briga entre hackers e Sony/Microsoft, dando contas do Mega aos criminosos para impedir ataques às redes de games.

O Mega contesta as alegações de Dotcom e sustenta que é de propriedade de 17 investidores divulgados publicamente e que a empresa tem planos de abrir o código. O Mega também fez questão de informar que Dotcom não é mais um diretor desde o final de 2013 e o grupo ainda acusa o polêmico Kim de estar apenas buscando atenção para o seu futuro negócio com a nova polêmica recente.

No Twitter, Dotcom disse que pretende publicar um comunicado sobre o Mega nos próximos dias.

Via Engadget


Seja o primeiro a comentar

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

recentes

populares

  • Fernandu Zluciu
    2017-11-18T19:39:25

    o dinheiro em primeiro lugar

  • Geraldo Gomes
    2015-08-04T08:24:18

    O dinheiro falou mais alto que a ideologia.