Redes sociais

21/09/2015 17h33 - Atualizado em 21/09/2015 17h42

Golpe brasileiro no WhatsApp usa ‘descontos’ para roubar dinheiro

Paulo Alves
por
Para o TechTudo

Um novo golpe no WhatsApp rouba dados pessoais e dinheiro por meio da conta do celular ou crédito pré-pago. Ao contrário de outras ameaças pelo aplicativo, esta não requer que a vítima instale nenhum app ou clique em propagandas.

Guia do WhatsApp: descubra como fazer tudo com dicas e tutoriais

Conforme informações divulgadas pela Kaspersky Lab nesta segunda-feira (21), este é o primeiro golpe criado por criminosos brasileiros e se espalha por supostas mensagens de chat que usam o nome de grandes varejistas. As vítimas são orientadas a ligar para um número de celular na tentativa de ganhar um suposto cupom de R$ 500.

whatsapp-na-mao-golpe1 (Foto: Veja como bloquear o WhatsApp remotamente (Reprodução/ Anna Kellen Bull))Novo golpe do WhatsApp usa links para enganar usuários (Foto: Anna Kellen Bull/TechTudo)

De acordo com especialistas da Kaspersky, dessa vez, os criminosos obtêm vantagem ao levar as pessoas a fazer uma ligação para um número de telefone (0911778787940) e responder a um longo questionário com 25 perguntas. Enquanto as pessoas pensam que estão preenchendo os requisitos de uma promoção para tentar ganhar cupons de desconto, elas, na verdade, estão somente pagando aos hackers por meio da sua conta de telefone.

Golpe no WhatsApp usa sites falsos do Extra e do Carrefour para enganar brasileiros (Foto: Divulgação/Kaspersky)Golpe no WhatsApp usa sites falsos do Extra e do Carrefour para enganar brasileiros (Foto: Divulgação/Kaspersky)


As mensagens de WhatsApp são simples. Elas usam o termo “Desconto no Extra” e um link que parece ser do encurtador bit.ly, mas se trata de um servidor próprio dos hackers. Ao clicar na URL, o usuário é levado para uma página com as logomarcas dos supermercados e até um botão de compartilhamento. Assim, se a vítima não tiver atenção, a tendência é que ela distribua os links para seus amigos, que, por sua vez, confiarão no conteúdo e terão mais chances de clicar, criando uma rede de distribuição perigosa. Ainda não se sabe o número de pessoas afetadas pelo golpe. 

Link malicioso parece ser do encurtador Bit.ly (Foto: Divulgação/Kaspersky)Link malicioso parece ser do encurtador Bit.ly (Foto: Divulgação/Kaspersky)


Seja o primeiro a comentar

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

recentes

populares

  • Leonardo Marques
    2015-09-21T23:28:05  

    Minha esposa respondeu ao questionário, passou o endereço aqui de casa e email, mas quando viu que tinha que ligar cancelou na hora. Ela disse que era pra um número 91 e estranhou. O que devemos fazer agora? Pra quem denuncio? Obrigado!

    recentes

    populares

    • Leonardo Marques
      2015-09-21T23:28:05  

      Delegacia de crimes eletrônicos da sua cidade.