Celular

11/11/2015 08h00 - Atualizado em 11/11/2015 10h58

Mais de 30% dos brasileiros têm segredos no celular; veja como se proteger

Filipe Garrett
por
Para o TechTudo

Um em cada três brasileiros compartilha via celular segredos que não gostaria que outras pessoas soubessem. Esse comportamento pode oferecer riscos se o usuário não estiver atento em relação às medidas de segurança. A conclusão é de uma pesquisa realizada pela Kaspersky Lab e B2B International divulgada nesta terça-feira (10). O estudo mostra ainda que 89% dos entrevistados admitiram guardar no smartphone informações e arquivos confidenciais que consideram insubstituíveis.

Black Friday: 6 dicas de segurança para as compras online no celular

Embora confie bastante no celular, brasileiro tende a ser descuidado em relação à segurança (Foto: Luana Marfim/TechTudo)Embora confie bastante no celular, brasileiro tende a ser descuidado em relação à segurança (Foto: Luana Marfim/TechTudo)

Outro ponto interessante do levantamento mostra que apenas 30% dos usuários tomam algum tipo de precaução ao utilizar o smartphone em uma rede Wi-Fi pública, dando margem para que invasores monitorem os dados. Outros 25% informaram que não usam recursos de segurança embutidos nos aparelhos, como bloqueio remoto em caso de perdas e funções de localização.

Qual smartphone é o melhor atualmente? Descubra no Fórum o TechTudo.

E há um grande problema causado por esse descuido: 25% das pessoas que perderam um aparelho tiveram informações pessoais expostas na Internet após o sumiço.

Como se proteger?

Algumas dicas são importantes para que o volume de dados pessoais armazenados no seu aparelho não corram tantos riscos, conheça:

1. Impedir notificação na tela de bloqueio

Esse descuido é comum e pode dar a "bisbilhoteiros" a chance de ver mensagens e outros dados importantes. Se as notificações não estiverem desligadas na tela de bloqueio, qualquer curioso pode deslizar o menu e ver trechos de mensagens recentes, dependendo da quantidade de notificações e do tipo de sistema do aparelho. Veja como impedir o acesso prévio às notificações no iOS e Android.

2. Gerenciador de senhas

Com o tempo, a tendência é que o usuário repita a mesma senha numa infinidade de serviços diferentes. Além disso, casos em que a combinação de caracteres é previsível são comuns.

Uma saída para impedir esse acomodamento é usar um gerenciador. Esses aplicativos servem de apoio na hora de criar e gerenciar, com segurança, uma vasta coleção de senhas para vários sites e serviços diferentes. Algumas opções populares são o LastPass, o F-Secure Key e o ChatLock.

3. Usar senha na tela de bloqueio e em apps

Aplicar senhas para impedir que qualquer um libere o aparelho com um simples deslizar de tela é uma medida bastante simples e que, sozinha, é capaz de evitar bastante dor de cabeça.

Outra medida é bloquear o acesso de alguns aplicativos com senha. Com isso, se o seu celular cair em mãos erradas, você pode garantir que ninguém terá acesso ao seu perfil em alguma rede social, sua caixa de entrada e histórico de mensagens. Alguns aplicativos facilitam essa ação, como o Lockdown Pro e o KeepSafe, para fotos.

4. Fique atento com redes de Wi-Fi públicas

Redes wireless abertas podem oferecer riscos porque, a princípio, pessoas mal intencionadas podem controlar a distribuição de Internet Wi-Fi com programas que permitem monitorar o tráfego de dados entre aparelhos conectados à rede.

Criminosos podem usar essas brechas para interceptar senhas e até informações de acesso à contas bancárias.

5. Usar antivírus

Um simples momento de desatenção pode ser suficiente para que um vírus se espalhe pelo dispositivo. Para evitar surpresas desagradáveis, o uso de aplicativos de proteção é recomendado. Confira na lista, os principais antivírus para dispositivos Android. 

Eles monitoram o comportamento do seu sistema em tempo real e oferecem proteção contra aplicativos maliciosos que, se executados, acabam servindo de porta de entrada para vírus no seu celular.

Seja o primeiro a comentar

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

recentes

populares