Fabricantes

23/06/2016 13h48 - Atualizado em 23/06/2016 13h48

Microsoft cria projeto para monitorar mosquito da Zika; entenda proposta

Gabriella Fiszman
por
Para o TechTudo

A Microsoft apresentou na quarta-feira (22) um projeto que promete ajudar a combater a proliferação do vírus Zika e de outras doenças infecciosas por contágio envolvendo mosquitos. Nomeado Project Premonition, o programa tem como objetivo acelerar os processos de identificação de infeções originadas de picadas e garantir um sistema de prevenção que detecta surtos da doença. Está sendo testado no estado do Texas, nos Estados Unidos. Segundo os pesquisadores, o novo dispositivo é um enorme passo para combater o avanço do Zika vírus outros males e doenças.  

Microsoft declara guerra contra conteúdo sobre terrorismo na nuvem

Ethan Jackson, pesquisador da Microsoft que lidera o Project Premonition (Foto: Divulgação/ Microsoft)Ethan Jackson, pesquisador da Microsoft que lidera o Project Premonition (Foto: Divulgação/ Microsoft)

Como funciona o Project Premonition e sua importância 

Os pesquisadores de Houston, no Texas, criaram um protótipo de uma armadilha que captura mosquitos e recolhe amostras de sangue em áreas afastadas dos grandes centros urbanos. 

No interior do aparelho, estão dois micro-processadores, alimentados por baterias portáteis, que recolhem e enviam os dados automaticamente para a nuvem por Wi-Fi, para tratamento imediato em laboratório.

Além de avaliar a espécie do mosquito, a “máquina” reconhece a data de captura do inseto, além de outras informações importantes como os índices de temperatura e humidade sob os quais o mosquito se deslocou.

Qual é o melhor navegador de Internet da atualidade? Comente no Fórum do TechTudo.

“Teremos uma infinidade de dados que nunca conseguimos antes sobre o comportamento dos insetos”, disse Ethan Jackson, pesquisador da Microsoft que está liderando o Projeto Premonition.

O departamento de Saúde Pública do Condado de Harris espera que, através dessas armadilhas, seja possível fornecer rapidamente informações mais precisas sobre onde encontrar os mosquitos que representam o maior risco para a saúde das pessoas.

Exemplares desses mosquitos podem estar propagando vários tipos de doenças como dengue, chikungunya, vírus do Nilo Ocidental, encefalite de St. Louis e Zika. Isso vai permitir que a equipe se concentre em áreas da vasta região que mais precisam, economizando tempo e dinheiro.

Vale ressaltar que o programa não se destina a curar tipos de doenças advindas dos mosquitos. O objetivo é se antecipar ao surto e impedir as pessoas de contraí-las ao reduzir a propagação.

O Project Premonition foi estruturado para detectar surtos como o da Zika antes que eles se tornem um problema clínico (Foto: Divulgação/ Microsoft)O Project Premonition foi estruturado para detectar surtos como o da Zika antes que eles se tornem um problema clínico (Foto: Divulgação/ Microsoft)

As armadilhas para os mosquitos 

As primeiras versões das armadilhas de mosquitos servirão para ajudar entomologistas a rastrear mosquitos que podem carregar o vírus Zika ou outras doenças prejudiciais e fornecer aos pesquisadores os dados que precisam para começarem a utilizar, de fato, o Project Premonition.

O primeiro passo é "treinar as novas armadilhas de mosquitos" para fazerem um bom trabalho. O sistema será capaz de reconhecer qual mosquito deve pegar, levando em consideração a batida de asas do inseto.

Projeto quer implementar drones para ajudar na prevenção dos mosquitos (Foto: Divulgação/ Microsoft)Projeto quer implementar drones para ajudar na prevenção dos mosquitos (Foto: Divulgação/ Microsoft)

Para fazer isso, é necessário muitos exemplos de mosquitos e outros insetos – o que eles esperam coletar em Houston. Depois de criar um banco de dados super completo, as armadilhas terão um algoritmo que identifica corretamente o mosquito que deve ser capturado e não reage quando outros tipos de mosquitos ou insetos diferentes e inofensivos voem por perto.

Download grátis do app do TechTudo: receba dicas e notícias de tecnologia no Android ou iPhone

Próximo passo: drones

Outra ideia dos pesquisadores é aderir ao uso de drones em curto prazo. Munidos com tecnologia de visão computacional, esses equipamentos ajudarão a procurar áreas em que mosquitos estejam reunidos e determinar se os insetos estão carregando doenças que podem adoecer a população.

A longo prazo, os pesquisadores esperam utilizar os drones para transportar e posicionar suas novas armadilhas de mosquitos em áreas remotas – em vez de caminhar por horas para fazer isso manualmente.

Via Microsoft

Seja o primeiro a comentar

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

recentes

populares