Jogos de RPG

27/07/2016 09h00 - Atualizado em 27/07/2016 09h00

Conheça Vainglory, MOBA portátil parecido com League of Legends e DotA

Felipe Vinha
por
Para o TechTudo

Vainglory é um game de arena multiplayer, ou MOBA, lançado para dispositivos iPhone(iOS) e Android com foco na competitividade. O título é similar a jogos como DotA 2 e League of Legends, mas com inovações específicas, como os controles adaptados à tela de toque dos celulares e a capacidade para até três jogadores em cada equipe. Confira nossa prévia e entrevista com a equipe de produção para conhecer mais:

Lista tem 5 Mobas no estilo de League of Legends

Um MOBA diferente

Vainglory é bem diferente do restante do gênero. O jogo tem tudo para agradar os fãs do estilo, mas com algumas inovações. Por estar em plataforma mobile, ele é simplificado, mas não simplório. Assim, as equipes são formadas por apenas três jogadores, em um mapa um pouco menor.

Vainglory é diferente e único no gênero Moba (Foto: Divulgação/Supervil Megacorp)Vainglory é diferente e único no gênero Moba (Foto: Divulgação/Supervil Megacorp)

Isso não quer dizer que as batalhas sejam menos épicas: os personagens ainda podem explorar o cenário, lutar contra tropas inimigas, derrubar torres e invadir a base adversária em busca da vitória, como em todo MOBA. A diferença crucial fica por conta dos controles, todos baseados na tela sensível ao toque do aparelho.

E os comandos?

Acredite: os comandos de Vainglory não são ruins e nem um pouco atrapalhados. Há poucas opções na tela para não deixar o jogador confuso, e todas funcionam da forma correta. Para andar, por exemplo, basta tocar em um ponto do cenário e seu personagem irá até o local indicado.

Jogabilidade de Vainglory é pela tela sensível ao toque (Foto: Divulgação/Supervil Megacorp)Jogabilidade de Vainglory é pela tela sensível ao toque (Foto: Divulgação/Supervil Megacorp)

Já os ataques, magias e habilidades são ativados quando tocamos nos inimigos, ou nos ataques em específico, no caso de habilidades passivas. Vainglory não é um MOBA adaptado para controles sensíveis ao toque, mas sim construído totalmente do zero para ter essa experiência.

Torneios

Organizações tradicionais e conhecidas do eSports, como TSM, SK Gaming, Team Secret e G2 já se juntaram a nós
Kristian Segerstale, diretor da Super Evil Megacorp

Como todo MOBA, Vainglory já tem se tornado mais uma vertente de eSports, o esporte eletrônico. De acordo com Kristian Segerstrale, diretor de operações da produtora Super Evil Megacorp, o jogo tem potencial para ser uma das modalidades mais concorridas dos últimos anos.

O mapa de Vainglory (Foto: Divulgação/Supervil Megacorp)O mapa de Vainglory (Foto: Divulgação/Supervil Megacorp)


"Depois de apenas um ano, Vainglory foi o jogo mobile que mais cresceu na plataforma de vídeos Twitch", disse Segerstrale, em entrevista ao TechTudo. "Organizações tradicionais e conhecidas do eSports, como TSM, SK Gaming, Team Secret e G2 já se juntaram a nós", complementou. Em 2015, o maior campeonato do jogo pagou US$ 350 mil, a maior premiação para o torneio de um game mobile.

Vainglory no Brasil

Segerstrale também alega que conhece a comunidade (já existente) do game no Brasil. "Estamos muito interessados em lançar uma liga competitiva do jogo na América do Sul. Estamos trabalhando com as equipes no momento para iniciarmos a segunda temporada dos torneios e esperamos pelo menos 500 times participantes", comentou o executivo.

Vainglory já está disponível no Brasil (Foto: Divulgação/Supervil Megacorp)Vainglory já está disponível no Brasil (Foto: Divulgação/Supervil Megacorp)

O potencial do Brasil para esse tipo de torneio é enorme, como outros jogos já provaram, e a equipe da Supervil Megacorp também está ciente da situação. "Recentemente tivemos uma 'LAN Party' em Pernambuco, onde 148 jogadores compareceram. Também soubemos das novidades da comunidade brasileira de Counter Strike: Global Offensive e soubemos que o Brasil vai ter um torneio da ESL este ano. Não poderíamos estar mais animados com o País e seu potencial para eSports", complementou Segerstrale.

Casual? Nem tanto

Kristian Segerstrale lembrou ainda de outros diferenciais que Vainglory traz ao gênero de eSports e como isso poderia favorecer o cenário competitivo e brasileiros que gostam do estilo. "É um MOBA completo, que requer estratégia e longas sessões de jogo", disse. Ele garante que a palavra "casual" passa um pouco longe do game.

Vainglory não é nem um pouco casual (Foto: Divulgação/Supervil Megacorp)Vainglory não é nem um pouco casual (Foto: Divulgação/Supervil Megacorp)

"Mobile é uma plataforma mais conhecida por experiências casuais. Pensamos que a garotada que cresceu tendo apenas a experiência de jogo na tela sensível ao toque merecia o mesmo tipo de experiência que tivemos ao crescer jogando no PC", apontou. Portanto, Vainglory pode ser um verdadeiro jogo mobile, mas nada perto de títulos casuais que só funcionam como máquinas de dinheiro e objetivos simples.

Você acha que o mercado já está saturado de MOBAs? Opine no Fórum do TechTudo.

Seja o primeiro a comentar

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

recentes

populares

  • Arnom Mota
    2016-07-28T11:41:05

    Eu jogava até o mês passado.