Celular

06/07/2016 16h07 - Atualizado em 06/07/2016 16h59

Galaxy S7 do Brasil tem bateria que dura mais do que versão americana

Filipe Garrett
por
Para o TechTudo

A variante do Galaxy S7 da Samsung que roda com processador Exynos, a mesma vendida no Brasil, consome menos bateria do que a versão com chipset Snapdragon, da Qualcomm, exclusivo do mercado norte-americano. Na média, a versão Exynos consome 71% menos energia para realizar as mesmas tarefas, com a mesma performance, do que modelo com o processador da Qualcomm.

Galaxy S7 ou Moto Z? Saiba qual celular premium detona nas especificações

Os testes foram realizados pelo site americano Phone Arena e compararam o consumo em cenários de uso considerados exigentes para a bateria, como streaming de música e vídeo. Também foram feitos testes de benchmarks mais radicais a respeito do componente, apontando um resultado que dá enorme vantagem ao Exynos.

S7 e S7 Edge com processador Exynos apresentam grande vantagem em termos de consumo quando comparados às versões com processador da Qualcomm (Foto: Fabrício Vitorino/TechTudo)Galaxy S7 e S7 Edge com processador Exynos apresentam grande vantagem em termos de consumo quando comparados às versões com processador da Qualcomm (Foto: Fabrício Vitorino/TechTudo)



Download grátis do app do TechTudo: dicas e notícias de tecnologia no seu Android ou iPhone

Enquanto a performance bruta dos dois processadores é bastante similar, conforme uma série de comparativos vem demonstrando desde o lançamento, há uma grande diferença em termos de eficiência energética. Nos testes, fica claro que o Galaxy S7 com processador Exynos economiza bastante energia.

Vale lembrar que, apesar da diferença na origem dos processadores (o Snapdragon 820 é desenvolvido pela Qualcomm e o Exynos 8890 pela Samsung), todos os Galaxy S7 possuem a mesma bateria de 3.000 mAh.

Nos primeiros dois gráficos, quanto menor a barra, melhor o desempenho. No último gráfico, quanto maior a barra, melhor o desempenho (Foto: Reprodução/PhoneArena)Nos primeiros dois gráficos, quanto menor a barra, melhor o desempenho. No último gráfico, quanto maior a barra, melhor o desempenho (Foto: Reprodução/PhoneArena)

Os dois primeiros gráficos expõem o comparativo entre os S7 com Exynos e Snapdragon, além do HTC 10 e do LG G5, que também contam com o Snapdragon 820 usado pela Samsung. As barras verde e vermelha destacam as performances dos Galaxy, com evidente vantagem para o Exynos. No terceiro gráfico, que mede a duração absoluta da bateria em benchmark, mais uma vez, a superioridade do Exynos é evidente.

Uma das pistas para tentar entender porque o Galaxy S7 com Exynos tem apetite tão mais moderado que o irmão com Snapdragon pode estar na origem do processador. Como a própria Samsung desenha e fabrica o Exynos, seu smartphone acaba se beneficiando de um ciclo de desenvolvimento que pode privilegiar otimizações para essa CPU. O mesmo não ocorre com o Snapdragon, que pode ser encontrado numa grande quantidade de celulares de várias fabricantes diferentes.

Confira o vídeo de lançamento do Galaxy S7 durante a MWC 2016.


Processadores diferentes, celulares iguais

A política de usar vários processadores diferentes não é nova e nem se restringe à Samsung.

LG G5 terá versão para o Brasil com processador inferior (Foto: Fabrício Vitorino/TechTudo)LG G5 terá versão para o Brasil com processador inferior (Foto: Fabrício Vitorino/TechTudo)

A LG, por exemplo, recentemente lançou no Brasil o LG G5 SE, uma versão do LG G5 com processador inferior àquela que pode ser adquirida no exterior. Nos Estados Unidos, o Moto Z vai rodar com uma CPU mais forte do que aquela que será aplicada nas versões do mesmo aparelho a serem oferecidas em outros países: embora o Snapdragon 820 seja o mesmo no mundo todo, nos Estados Unidos o chip será acelerado para 2,2 GHz.

Entre as razões para esse tipo de política estão relação entre custos de fabricação e preços ao consumidor final, além de especificidades locais: de acordo com a Motorola, o Moto Z norte-americano precisa de mais fôlego no processador para atender exigências de operadoras locais.

Via Phone Arena

Galaxy S6 Edge Plus ou Galaxy S7 Edge: qual é o melhor celular em custo-benefício? Dê sua opinião no Fórum do TechTudo.

Seja o primeiro a comentar

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

recentes

populares

  • Everton
    2016-07-12T09:11:42

    Também, a versão brasileira é capada, vale a pena importar, mesmo pagando taxas, ainda sairá mais barato do que a versão brasileira.

  • Ruy Junior
    2016-07-08T02:23:38

    Tive um s4 importado com snapdragon e a bateria era uma bosta, eu até achava que a bateria tava com problema, então troquei e não mudou nada... Desde então fico esperto com esse processador snapdragon.... Ja imaginava que fosse o processador, mas vendo essa matéria, só confirmou o que eu já especulava ser... Hehehe... Ja fica a dica, quer bateria duravel... Quando fui pro s5 vi outro mundo em relação a bateria, as vezes dura dois dias de boa, final de semana quando não uso ele, vai até domingo com 40% ainda, fora quando se coloca no ultra econômico que dura incrivelmente mais... ;)

  • Alessandro Ramos
    2016-07-07T09:30:37

    Em pensar que o pessoal mete a boca na Samsung. Tenho um S3 faz 3 anos e nunca tive problema. Esse caso do processador é só mais um ponto para eles!

  • Igor Moreirao
    2016-07-07T03:24:02

    Exynos desenhado e fabricado pela própria samsung. Ta de Parabéns coreana pelo seu processador.

  • Igor Moreirao
    2016-07-07T03:21:40

    Exynos rei demais!