Roteador

11/09/2016 06h00 - Atualizado em 13/02/2017 17h05

Repetidor, extensor ou access point? Veja aparelhos para melhorar Wi-Fi

Filipe Garrett
por
Para o TechTudo

É comum que a rede Wi-Fi apresente dificuldades para alcançar alguns pontos de uma residência, ou mesmo espaço comercial. Assim, há diversas formas de expandir a cobertura do sinal caso até mesmo um roteador potente não esteja dando conta. Entre os aparelhos que auxiliam na distribuição do Wi-Fi está o repetidor, o extensor de alcance e o access point, ou ponto de acesso. 

Como usar um roteador como repetidor para melhorar o Wi-Fi

A seguir, conheça um pouco mais sobre os aparelhos. Cada uma das alternativas é indicada para uma necessidade diferente do usuário, mas todas prometem ajudar a melhorar o Wi-Fi. Além disso, no Brasil, grandes fabricantes oferecem os modelos por preços entre R$ 100 e R$ 380.


Repetidor

Como o nome diz, o repetidor repete o sinal wireless de uma rede, permitindo que cubra uma área maior. O aparelho se conecta via Wi-Fi ao roteador/modem central e distribui sinal sem fio para dispositivos conectados no mesmo ambiente.

Em geral, o repetidor é mais acessível e simples, tornando-o uma boa opção para usuários domésticos e quem pretende investir pouco na hora de criar uma rede com maior cobertura, mesmo que isso signifique uma perda de desempenho perceptível na rede. A TP-Link, por exemplo, oferece modelos com preço médio de R$ 100.

Além disso, existe uma grande quantidade de roteadores no mercado que também podem ser configurados para funcionarem como repetidores.

Repetidores aumentam a cobertura de uma rede sem fio  (Foto: Luciana Maline/TechTudo)Repetidor, extensor de alcance e access point ajudam a melhorar Wi-Fi (Foto: Luciana Maline/TechTudo)

Download grátis do app do TechTudo: receba dicas e notícias de tecnologia no Android ou iPhone

Desvantagem: um ponto negativo no uso do repetidor é o fato de que esse tipo de dispositivo prejudica o desempenho de rede. Por usar sinal Wi-Fi para se comunicar com o roteador e com os aparelhos conectados, o repetidor acaba dividindo a banda pela metade. Além disso, o constante tráfego de informação wireless do aparelho pode congestionar o ambiente, deixando a rede ainda mais lenta.

Extensor de alcance

Muito parecido com o repetidor, o extensor de alcance se difere do tipo anterior em um ponto central: o aparelho costuma ser um dispositivo dedicado, ao contrário do repetidor, que pode ser configurado a partir de um roteador convencional.

Se o extensor é completamente wireless, seu funcionamento acaba emulando o de um repetidor, situação em que as vantagens e desvantagens vistas no exemplo anterior se repetem: é barato e fácil de usar, mas pode provocar perdas consideráveis de performance na rede, ainda que a área de cobertura seja aumentada.

Existe, no entanto, o extensor do tipo Powerline. O modelo usa a rede elétrica de uma residência para ampliar a cobertura da Internet em fio e, em geral, apresenta boa performance aliada com simplicidade de instalação.

Para funcionar, o Powerline é vendido em par: um precisa ser ligado ao roteador e o outro no cômodo em que você deseja melhor cobertura sem fio. Boas opções em termos de usabilidade e desempenho, os adaptadores costumam ser bem mais caros do que os extensores normais, por preços entre R$ 150 e R$ 380.

Extensores Powerline funcionam aos pares: um é ligado ao roteador via cabo de rede e o outro recebe o sinal via rede elétrica da residência (Foto: Lucas Mendes/TechTudo)Extensores Powerline: um é ligado ao roteador via cabo de rede e outro recebe sinal via rede elétrica (Foto: Lucas Mendes/TechTudo)

Desvantagem: os pontos negativos dos extensores do tipo Powerline estão relacionados ao fato de que é preciso criar uma instalação mais complexa, com cabos, para que funcionem. Além disso, ao contrário do repetidor, que é um aparelho sem fio e independente, extensores funcionam aos pares, ou seja, se você quiser levar rede sem fio para um cômodo distante, terá que configurar um extensor nessa área e outro extensor na outra.

Access Point (ponto de acesso)

Pontos de acesso são mais eficientes, mas exigem instalação com cabo e podem ser mais caros (Foto: Divulgação/D-Link)Pontos de acesso são mais eficientes, mas exigem instalação com cabo e podem ser mais caros (Foto: Divulgação/D-Link)

Esse tipo de dispositivo tem uma série de vantagens, mas a maior delas é o fato de que pode ser ligado ao roteador central via cabo de rede, o que significa que o sinal Wi-Fi distribuído como resultado não sofrerá perdas como as encontradas nos repetidores e extensores.

Mais configurável, o ponto de acesso costuma dispor de uma série de modos de uso, controles de banda e segurança que o tornam uma solução mais profissional para a questão da ampliação de cobertura de uma rede sem fio. Além disso, o dispositivo costuma ter mais potência, o que, somado ao fato de não causar perda de performance, acaba resultando em área de cobertura muito maior.

Desvantagem: a grande questão em torno dos pontos de acesso, ou access point, na comparação com as demais soluções de extensão de área de cobertura de uma rede Wi-Fi é o fato de que esses dispositivos tendem a ser um pouco mais caros, com preço médio de R$ 200.

Qual é o repetidor mais barato? Comente no Fórum do TechTudo

Seja o primeiro a comentar

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

recentes

populares

  • Sinto Autorizado
    2016-09-11T12:50:48  

    Esse tal de FILIPE GARRETT deve ter bombril nas antenas de casa por que eu nunca vi um cara tão analfabeto digital... Só fala de "melhorar internet" com um monte de gambiarra. Meu filho, quer sinal na casa toda compre 2, 3 roteadores e faça uma rede CABEADA... E se quiser "melhorar a internet" contrate um plano que preste

    recentes

    populares

    • Sinto Autorizado
      2016-09-11T12:50:48  

      MAS SE A INTENÇÃO É ACABAR COM OS FIOS VOU ENCHER DE CABOS A CASA, E A ESTÉTICA.

  • Kakaroto
    2016-09-11T17:57:05  

    Alguém conhece o tocomlink um aparelho receptor de tv só pela internet e que não precisa pagar as tvs a cabo? Queria saber se é bom e se vale a pena comprar.

    recentes

    populares

    • Kakaroto
      2016-09-11T17:57:05  

      E O KIKO?

    recentes

    populares

    • Kakaroto
      2016-09-11T17:57:05  

      KAKAROTO E REGINALDO EM CONLUIO PARA FAZER PROPAGANDA INDIRETA, RIDICULOS.

  • Paulo Franco
    2016-09-15T11:29:23

    Sobre o Access Point (ponto de acesso) o numero máximo de pessoas conectadas ficam a cargo da banda de internet disponível, ou os aparelhos se possuem um limite de dispositivos para serem conectados?

  • Duda Pires
    2016-09-12T11:10:37

    Uma pergunta : Mesmo o repetidor plugado na Ethernet dividiria o sinal ? Acredito que não, este seria semelhante a um Access Point ! Estou certo ?

  • Celia Werlang
    2016-09-11T22:24:59

    olha só o pessoal confundi muito em nível de sinal e velocidade internet, temos que ter cuidado com isto.....confundi....o pessoal....

  • Gil Sandro
    2016-09-11T22:22:28

    massa...ja utilizo esses aparelhos...sao otimos.

  • Sérgio Souza
    2016-09-11T15:16:52

    Acho que ele é que tem que atualizar suas pautas,ta ficando chato esse Felipe,,cara estamos na era digital,e vc no analógico.

  • Leitor
    2016-09-11T17:01:54

    Entrei só pra reclamar da pauta. É um saco achar esse tema recorrente.

  • Sérgio Souza
    2016-09-11T15:18:28

    Não Adianta ter um equipamento de 100 mil reais se vc paga uma internet de 29,90.

  • Hipocampo Nervoso
    2016-09-11T12:31:15  

    Bela propaganda

    recentes

    populares

    • Hipocampo Nervoso
      2016-09-11T12:31:15  

      Concordo... A muito tempo esse site deixou de ser informativo, hoje é apenas "propagandístico".