Placas

21/11/2016 07h00 - Atualizado em 27/10/2017 14h27

Core i5 ou Core i7: veja qual processador vale a pena investir

Filipe Garrett
por
Para o TechTudo

Core i5 e Core i7 são as linhas de processadores da Intel que concentram a maior quantidade de modelos direcionados ao público geral: quem joga, trabalha ou simplesmente usa o computador casualmente encontra entre os produtos dessas duas linhas opções para as suas necessidades. Mas como escolher entre i5 e i7? O que há de diferente entre uma linha e outra? A seguir, você fica por dentro das respostas para essas, e outras, perguntas.

Diferenças e semelhanças

Processador com tecnologia Core i5 da Intel (Foto: Divulgação/Intel) (Foto: Processador com tecnologia Core i5 da Intel (Foto: Divulgação/Intel))i5 são alinhados entre as ofertas intermediárias da Intel (Foto: Divulgação/Intel)


Os processadores i5 e i7 são similares em uma grande quantidade de coisas: usam basicamente a mesma arquitetura (dependendo da geração), contam com as mesmas tecnologias da Intel e atingem picos de performance e consumo de energia similares.

As diferenças também existem. Em geral, os i5 são quad-cores e os i7, no mínimo, hexa-core (note o “em geral”: processadores i5 e i7 para notebooks de sétima geração e anteriores são todos dual-core). Os i5 podem não ter Hyper-Threading (gerações anteriores) e usar Turbo Boost menos agressivo.

Os i7, além da contagem maior de núcleos, sempre usam o Hyper-Threading para melhor performance em multitarefas e normalmente oferecem Turbo Boost de geração mais recente. Outra diferença, que ajuda a explicar a performance maior dos i7, está no cache: esses processadores podem ter 8 MB em nível 3, enquanto que os i5 tem 6 MB.


Core i5: o intermediário bom e barato

A ideia do Core i5 é ocupar uma faixa de mercado que abriga desde usuários exigentes a consumidores que podem abrir mão de performance top de linha em favor de preços mais baixos.

Por conta disso, o Core i5 conta com unidades de baixo custo, com velocidades menores e arsenal de recursos inferior, e séries mais capacitadas, que não apenas oferecem altas velocidades, como também disponibilizam as tecnologias mais recentes empregadas nos Core i7.

Os i5 se destinam, portanto, a cobrir uma gama mais variada de aplicações. Isso explica porque a sétima geração de processadores da Intel tem sete modelos de i5 e apenas três i7.

Core i7 mais performance e preço mais salgado

Os Core i7 são processadores com foco maior em performance e tecnologia, algo que acaba refletindo no fato de que, em geral, eles são mais caros que os i5. Ultimamente, a vantagem dos i7 em termos de performance tem sido obtida na contagem maior de núcleos de processamento e em velocidades de operação maiores.

Assim como entre os i5, a linha de processadores i7 conta com variações: existem modelos mais simples, assim como existem unidades muito mais avançadas, que oferecem velocidades muito superiores e suporte a overclock, por exemplo. Entretanto, na família top de linha da Intel não há muita escolha: são apenas três i7 de sétima geração disponíveis.

Antes de decidir entre i5 e i7, é importante ter atenção com a arquitetura (Foto: Divulgação/Intel)Antes de decidir entre i5 e i7, é importante ter atenção com a arquitetura (Foto: Divulgação/Intel)










É muito comum que, desavisado, o consumidor se empolgue por um processador i7 que aprece a preço inferior ao de um i5 na prateleira.

O que pode parecer uma pechincha acaba, em alguns casos, sendo um mal negócio: se o i7 mais barato for oriundo de uma arquitetura muito mais antiga do que a do i5, ele acabará tendo performance inferior. Em geral, a arquitetura (ou geração) de que o processador faz parte diz muito mais a respeito das suas especificações e potenciais do que a série da qual ele faz parte.

Entre i5 e i7, como escolher bem?

A primeira pista para evitar dor de cabeça é estar ciente das gerações (arquiteturas) dos processadores. No momento, a Intel comercializa unidades da sétima geração, mas você vai encontrar processadores de sexta e quarta com facilidade no mercado. Da mesma forma, daqui a poucos meses, a oitava geração estará nas prateleiras.

Depois de definir a arquitetura ideal (no momento, os i5 mais avançados que você pode comprar são de sétima geração), é importante escolher corretamente a série de processadores que irá atendê-lo melhor. A Intel tem uma hierarquia organizada, que permite que você descubra quem é quem a partir da nomenclatura do modelo.

Hoje, o melhor i5 de sétima geração é o 7600K: tem quatro núcleos, permite overclock, velocidades entre 3.8 e 4.2 GHz. No degrau abaixo, o 7600, observe a ausência do “K” no nome, tem de 3.5 a 4.1 GHz e não realiza overclock.

i5 ou i7, quem é melhor para jogos?

Em geral, games exigem muito mais da placa de vídeo do que do processador (há exceções: jogos com mecânicas de simulação física muito intensa, como simuladores, exigem CPUs parrudas).

Essa realidade acaba transformando os i5 mais rápidos em ótimos processadores para computadores gamers: são mais baratos e, embora inferiores aos i7, não comprometem a experiência do jogador, desde que uma placa de vídeo de alta performance se encarregue do processamento gráfico do jogo.

Do ponto de vista prático, um bom processador para jogos precisa de uma boa contagem de núcleos: quad-core é o mínimo para quem não quer ser surpreendido com performance inferior no futuro, já que, cada vez mais, games estão sendo produzidos para tirar proveito de múltiplos cores de processamento. Como todos os i5 são, no mínimo, quad-core, o jogador que abrir mão do i7 não vai se decepcionar.

Do lado do i7, as coisas melhoram por conta da performance maior. Entretanto, os preços também sobem e aí entram as contas de custo-benefício que cada consumidor deve fazer para descobrir qual opção é mais viável.

Para quem é o i7?

Processador Core i7 são os de alto desempenho (Foto: Divulgação/Intel) Processador Core i7 oferecem alto desempenho (Foto: Divulgação/Intel)

Como vimos, os i5 não comprometem em jogos e possuem fôlego de sobra para dar conta de processamento das tarefas corriqueiras do cotidiano de quem usa o computador.

O que encaminha a pergunta: qual é o destaque dos i7?

Existem alguns tipos de aplicações que precisam de processador, como editores de vídeo, de imagem, softwares de manipulação de modelos tridimensionais, aplicações de desenvolvimento de software e etc. Nesses cenários, de uso profissional do computador, o Core i7 é mais indicado.

Conclusão

Tanto os i5 como os i7 são ótimos processadores para a grande maioria das pessoas. Os i5 são mais que suficientes para uso casual, não decepcionam gamers (desde que montados em computadores bem servidos de placa de vídeo) e são mais baratos que os i7.

Os Core i7 são as melhores opções para quem joga, mas especialmente para quem precisa do computador como ferramenta de trabalho. A maior quantidade de núcleos, maior cache e acesso a tecnologias mais refinadas, dão aos i7 maior capacidade de trabalho, algo que faz a diferença para profissionais.


Aplicativo do TechTudo: receba dicas e notícias de tecnologia no seu celular 

*Colaborou: Felipe Alencar

Seja o primeiro a comentar

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

recentes

populares

  • Gomes Wverson
    2017-05-12T13:34:57  

    Essa matéria está um pouco errada. O processadores I3 são para usuários domésticos e para aqueles que eventualmente gostam de jogar games. Os core I5 suportam com folga (desde que combinadas com uma placa de vídeo top) os games mais pesados da atualidade. Já os core I7 são para aqueles que estão dispostos a gastar um pouco a mais em um processador. Somente alguns raríssimos jogos serão tão exigentes a ponto de precisar realmente de um processador core I7.

    recentes

    populares

    • Gomes Wverson
      2017-05-12T13:34:57  

      depende da arquitetura jovem, um i5 600 jogando cities skylines trava com 70mil habitantes da cidade, já um i7 suporta mais de 150mil tranquilo

  • Douglas Silva
    2016-11-24T11:29:34

    "I5 ideal para uso domésticos" ... rodo The Witcher em 4K com um i5 + gtx 1070 ...

  • Augusto César
    2017-01-06T16:49:03

    Caraca, limitar um I5 a "acessar redes sociais, assistir vídeos, ouvir músicas, checar e enviar e-mails". Isso falta sangrar meus olhos.

  • Carlos Ferreira
    2016-11-27T23:09:51  

    Techlixo kkkkk , melhor voces pesquisarem no google antes de falar besteira !

    recentes

    populares

    • Carlos Ferreira
      2016-11-27T23:09:51  

      A partir do minuto 5:45

    recentes

    populares

    • Carlos Ferreira
      2016-11-27T23:09:51  

      e eu vi a pesquisa 2 RX 480 passa uma 1080 , so que uma placa sozinha é mt melhor do que 2 trabalhando , e sempre será assim !

  • Bruno Toscaro
    2016-11-26T17:58:01

    Cala a boca techtudo.

  • Luciano Mafra
    2016-11-26T09:27:58

    Matéria muito superficial e pouco esclarecedora.

  • Deivid Silva
    2016-11-24T15:14:21

    Valeu pela intenção do artigo, mas pra quem realmente quer saber as diferenças entre os processadores, ajudou quase nada.