Redes sociais

16/11/2016 15h26 - Atualizado em 16/11/2016 15h26

Facebook e Google cortam publicidade de sites com notícias falsas

Carolina Ribeiro
por
Para o TechTudo

O Facebook e o Google anunciaram que serão tomadas providências para impedir anúncios de sites que divulguem notícias falsas em suas plataformas. As empresas de tecnologia têm como objetivo combater a propagação de conteúdo enganoso, que tomou grandes proporções durante a eleição presidencial americana em 2016. Sundar Pichai, presidente do Google, informou durante entrevista à BBC que a empresa cometeu erros, mas está adotando medidas para corrigir essa situação. 

Google anuncia Fact Check; recurso checa se notícia é verdadeira ou falsa

Publicações com conteúdo falso no Facebook podem ser reportadas como "notícia falsa" (Foto: /newsroom) (Foto: Publicações com conteúdo falso no Facebook podem ser reportadas como "notícia falsa" (Foto: /newsroom))Publicações com conteúdo falso no Facebook podem ser reportadas como "notícia falsa" (Foto: Reprodução/Newsroom)


Aplicativo do TechTudo: receba as melhores dicas e últimas notícias no seu celular

“Houve algumas incidências apontadas e nós não procedemos da forma certa. Então esse é o momento de aprendizagem para nós e vamos definitivamente trabalhar para corrigí-lo”, afirmou Sundar Pichai.

Assim como o Google, o Facebook também revelou a importância de corrigir a questão das notícias falsas. “Nós não integramos nem exibimos publicidade em aplicativos ou sites de conteúdo ilegal, enganoso ou mentiroso”, afirmou a empresa. 

Apesar disso, Mark Zuckerberg, CEO do Facebook, se referiu ao problema como “complicado” de ser resolvido, tentando minimizando a situação.

O que é o Painel de Controle do Google? Comente no Fórum do TechTudo.

O polêmico debate sobre a propagação de conteúdo enganoso também chamou a atenção de um grupo de funcionários da rede social. Eles se juntaram não oficialmente para avaliar o posicionamento da empresa no combate à notícias falsas durante as eleições americanas.

De acordo com um funcionário do Facebook, o problema não foi levado tão a sério se comparado a outros temas da rede social. 

Facebook e Google buscam formas de impedir a progagação de notícias falsasFacebook e Google buscam formas de impedir a progagação de notícias falsas

“Há funcionários preocupados com isso e que consideram a situação um grande problema. Mas não parece que as pessoas responsáveis por tomar as decisões estão levando as preocupações a sério”, afirmou uma das funcionárias do Facebook.

Via The Verge, Business Insider e BuzzFeed

Seja o primeiro a comentar

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

recentes

populares