Celular

30/01/2017 07h00 - Atualizado em 01/02/2017 16h58

Moto G 4 ou Quantum Fly: compare as fichas técnicas dos celulares

Raquel Freire
por
Para o TechTudo

Moto G 4 e o Quantum Fly são dois celulares intermediários, com lançamento em 2016, que trazem especificações parecidas. Capacidade dual-chip, suporte ao 4G, tela Full HD e sistema operacional Android 6.0 Marshmallow são algumas das características em comum entre os smartphones.

Apesar disso, as fichas técnica têm diferenças que justificam o preço de R$ 1 mil no aparelho da Lenovo, dona da Motorola, e de R$ 1.299 no telefone da brasileira Quantum. Confira o comparativo do TechTudo e avalie qual é o telefone com melhor custo-benefício do mercado.

Moto G promete bom custo-benefício; veja no review se compra vale a pena

Moto G 4 ou Quantum Fly: veja qual celular intermediário se sai melhor em comparativo (Foto: Arte/TechTudo)Moto G 4 ou Quantum Fly: veja qual celular intermediário se sai melhor em comparativo (Foto: Arte/TechTudo)













Aplicativo do TechTudo: receba dicas e notícias de tecnologia no seu celular

Design

O Quantum Fly tende a agradar mais a quem gosta de variedade. O modelo conta com traseira e laterais em alumínio nas cores cinza, azul e rosa – esta última com a frente em branco e as duas outras com a parte frontal preta.

Já o Moto G 4 é vendido apenas na opção preta, tanto na frente, quanto atrás. Quando lançado, o aparelho da Lenovo contava com a personalização da traseira através do site do Moto Maker, mas atualmente a ferramenta online só está disponível para o Moto Z.

Quantum Fly é leve e tem três opções de cores (Foto: Divulgação/Quantum)Quantum Fly é leve e tem três opções de cores (Foto: Divulgação/Quantum)

Outro fator que conta pontos para o Quantum Fly no quesito design é que ele é mais compacto. O smartphone brasileiro mede 14,92 x 7,35 cm e tem 7,5 mm de espessura, pesando 141 g. Com 157 g, o Moto G 4 é mais pesado e ocupa mais espaço, tendo em vista seus 15,3 x 7,6 cm e 9,8 mm de espessura.

Tela

O display dos aparelhos são equivalentes em termos de especificações técnicas. Ambos têm resolução Full HD (1920 x 1080 pixels) e são revestidos por Gorila Glass 3. O painel do Moto G é um pouco maior, com 5,5 polegadas contra 5,2 polegadas do rival.

Moto G 4, assim como rival, tem display Full HD (Foto: Ana Marques/TechTudo)Moto G 4, assim como rival, tem display Full HD (Foto: Ana Marques/TechTudo)

Nos testes com o Moto G 4, realizados em outubro de 2016, o TechTudo constatou um resultado agradável aos olhos, com cores mais naturais do que na maior parte das telas Amoled. Como ainda não foram realizados testes com o Quantum Fly, no entanto, não é possível determinar se a experiência de uso é melhor ou pior.

Câmera

O conjunto de câmeras do Quantum Fly deve garantir imagens melhores. Isso porque sua câmera traseira tem resolução de 16 megapixels e grava em Full HD (30 fps), enquanto a frontal tem 8 MP. O Moto G 4 tira fotos de 13 megapixels na câmera principal (que também grava em 1080p) e captura em 5 MP na frontal.

Câmera principal do Quantum Fly tem 16 MP (Foto: Divulgação/Quantum)Câmera principal do Quantum Fly tem 16 MP (Foto: Divulgação/Quantum)

O celular nacional ainda conta com um modo chamado Quantum Resolution, que promete imagens estáticas de até 24 megapixels na câmera de trás e de até 13 megapixels na secundária. Assim, a tendência é de que o Fly gere imagens mais fiéis ao real.

Os recursos extras se equiparam nos modelos. Os dois trazem na sua de câmera principal lente com abertura de f/2.0, duplo flash, autofoco e HDR, por exemplo. A câmera para selfie de ambos tem flash, embora a do Fly seja de LED e a do Moto G 4 seja o recurso de flash da tela.

Armazenamento

O espaço do Quantum Fly é maior. São 32 GB de armazenamento interno, enquanto o Moto G 4 tem 16 GB. Os dois vêm com entrada para microSD de até 128 GB, permitindo aumentar a capacidade posteriormente.

[marca] Moto G 4 (Foto: Ana Marques/TechTudo)Moto G 4 perde em armazenamento para Quantum Go (Foto: Ana Marques/TechTudo)


Processamento

Considerando apenas os números, o processamento do Quantum Fly tende a ser superior ao do Moto G 4. O celular brasileiro traz um processador de de 10 núcleos, o Mediatek Helio X20, que roda a 2.1 GHz. Ele é acompanhado de uma memória RAM de 3 GB e da GPU ARM Mali-T880MP4, de 780 MHz.

O Moto G 4 possui em seu interior o processador octa-core Qualcomm Snapdragon 617, de 1,5 GHz. A memória RAM tem 2 GB e a unidade gráfica é a Adreno 405, de 550 MHz. Por esses dados, a propensão é de que o hardware do Fly opere com maior velocidade.

Sistema

Quem escolher o Moto G 4 estará mais seguro quanto às próximas atualizações do sistema. O dispositivo, que sai de fábrica com o Android 6.0.1 Marshmallow, tem update garantido para a versão 7.0 Nougat.

Moto G 4 receberá atualização para Android 7.0 Nougat (Foto: Ana Marques/TechTudo)Moto G 4 receberá atualização para Android 7.0 Nougat (Foto: Ana Marques/TechTudo)

Por outro lado, a Quantum já mencionou que está nos planos atualizar o Fly, mas não fez nenhum comunicado oficial. O aparelho traz o Android 6.0 Marshmallow pré-instalado e, até o momento, não há confirmação nem datas para a chegada do Android 7.0 Nougat.

Rede e conexões

O Moto G 4 e o Quantum Fly são dois smartphones dual chip que operam na rede 4G. Ambos trazem Bluetooth na versão 4.1 e conector micro USB 2.0, o que significa que, em tese, possuem as mesmas taxas de transferência de dados nessas tecnologias.

O Wi-Fi não é idêntico, mas há equiparação. Enquanto o Quantum Fly tem suporte ao padrão ac, o mais recente, o Moto G 4 é dual band, operando nas faixas de 2.4 GHz e de 5 GHz.

O aparelho fabricado pela Lenovo ganha do concorrente na presença da TV Digital. Por outro lado, o Quantum Fly traz leitor de impressões digitais, ausente no Moto G 4. Como ambos têm recursos que faltam ao rival, o mais justo é considerar empate da ficha técnica neste quesito.

Quantum Fly traz sensor de impressão digital na traseira (Foto: Divulgação/Quantum)Quantum Fly traz sensor de impressão digital na traseira (Foto: Divulgação/Quantum)

Bateria

Nesse ponto, se considerarmos os dados das fabricantes, o Moto G 4 e o Quantum Fly empatam. Os modelos carregam uma bateria de 3.000 mAh, e as duas companhias afirmam que a autonomia é de um dia inteiro ligado.

Preço e custo-benefício

Tabela comparativa entre o Moto G 4 e o Quantum Fly (Foto: Arte/TechTudo)Tabela comparativa entre o Moto G 4 e o Quantum Fly (Foto: Arte/TechTudo)

O Moto G 4 chegou ao Brasil em maio do ano passado custando R$ 1.299, mas já teve seu preço baixado. Atualmente, o smartphone sai por cerca de R$ 1 mil, o que é um ótimo custo-benefício. O Galaxy J7, por exemplo, está na mesma faixa de preço e tem display com menor resolução, vem com Android 5.1 Lollipop e possui 1,5 de memória RAM.

Vendido exclusivamente pela loja da Quantum, o Fly é mais caro. O smartphone custa R$ 1.299 à vista ou R$ 1.449 parcelado, valores que se mantêm desde o lançamento, em setembro de 2016. A diferença de preço é significativa, mas o hardware faz jus a ela. O LG Optimus G Pro, que hoje em dia custa em torno de R$ 1.600, traz 16 GB de armazenamento, 2 GB de memória RAM e vem de fábrica com Android 4.1.2.

Dessa forma, assim como o Moto G 4, o Quantum Fly tem bom custo-benefício. Os dois são aparelhos intermediários, mas com faixas de preço distintas. Quem quer gastar até R$ 1 mil consegue encontrar o aparelho da Motorola neste valor. Já quem está disposto a pagar R$ 300 ou R$ 450 a mais pode investir em recursos mais avançados.

Moto G 4 não tem galeria: como resolver? Descubra no Fórum do TechTudo.

FICHA TÉCNICA
Moto G 4Quantum Fly
Preço
R$ 1.099
R$ 1.299
Dimensão da tela
5,5 polegadas
5,2 polegadas
Resolução da tela1920 x 1080 pixels (Full HD)1920 x 1080 pixels (Full HD)
Processador
Octa-core 1,5 GHz
Deca-core 2,1 GHz
Memória RAM
2 GB 
3 GB 
Sistema
Android 6.0 MarshmallowAndroid 6.0 Marshmallow
Armazenamento
16 GB, aceita microSD
32 GB, aceita microSD
Câmeras
13 MP; 5 MP 
16 MP; 8 MP 
Bateria
3.000 mAh 
3.000 mAh 
Tamanho
153 x 76,6 x 9,8 mm

149,2 x 73,5 x 7,5 mm

Peso
157 gramas
141 gramas
Seja o primeiro a comentar

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

recentes

populares

  • Douglas Severo
    2017-01-31T18:46:53  

    TechTudo, por que não fazem uma reportagem sobre os problemas de toque fantasma e tela fantasma (burn in) no moto G4 plus e da ausência de recall dá Motorola?

    recentes

    populares

    • Douglas Severo
      2017-01-31T18:46:53  

      Gostaria de saber se o moto g4 play dtv vai receber o Android 7.0 Nougat?

    recentes

    populares

    • Douglas Severo
      2017-01-31T18:46:53  

      Sim, Ele vai receber!

  • Roberto Oliveira
    2017-01-31T14:03:25  

    Moto g 4 minha tela trava e fica dando bug quando saio no sol e quando esquenta pesquisei e descobri várias pessoas com mesmo problema

    recentes

    populares

    • Roberto Oliveira
      2017-01-31T14:03:25  

      tenho um e o problema de toque na tela ou "toque fantasma" some quando se poe o brilho na metade, unica forma que achei para acabar com o meu problema pois nem a autorizada da motorola sabia disso, espero ter ajudado.

  • Marcus Batera
    2017-01-31T09:57:07

    Deixa eu ver se entendi: o techtudo fez uma avaliação de dois celulares sendo que só testou um.. O outro ele apenas se garantiu nas especificações do fabricante. Tipo: se um tem câmera 13 mp e o outro 16 mp, então o de 16 supostamente é melhor, embora não tenhamos testado. É isso mesmo?

  • Alexandre Cardoso
    2017-01-30T14:48:51  

    Eu tenho o moto g terceira geração,e vou mudar para o moto g 4 geração , mais to um pouco na dúvida entre o moto g 4 geração ou Galaxy a7 fiquei na dúvida ?

    recentes

    populares

    • Alexandre Cardoso
      2017-01-30T14:48:51  

      Moto tem androide puro 7.0

  • Ricardo Ferreira
    2017-01-30T11:57:14

    Tenho o Quantum Go e digo que é o melhor smartphone que eu já tive! não deve em nada para qualquer marca famosa, e se for pra troca-lo será pelo Quantum Fly