Placas

01/01/2017 06h00 - Atualizado em 02/01/2017 10h47

Processadores, SSDs e teclados: dez tendências tecnológicas para 2017

Filipe Garrett
por
Para o TechTudo

Já é possível antecipar uma série de tendências para 2017, ano que acaba de começar. Novas tecnologias, fortalecimento de alguns produtos e chegada de outros estão no radar. O ano que pode marcar o início da popularização da realidade virtual nos computadores, a chegada de novos tipos de memória RAM e até mesmo de uma nova tentativa de criar notebooks com processadores ARM, capazes de rodar o Windows 10. Leia abaixo e conheça 10 apostas quentes para os próximos 12 meses.

Internet mais rápida: os possíveis avanços para 2017

AMD vs Intel

Desde o lançamento dos processadores Core 2 Duo da Intel, a AMD tem se colocado numa posição bem inferior no mercado no que tange desempenho. A diferença é grande a tal ponto que mesmo o preço mais em conta dos seus produtos não compensa, na grande maioria dos casos, a diferença para a rival.

Ryzen é a grande aposta para recolocar a AMD em posição de competir com a Intel (Foto: Divulgação/AMD)Ryzen é a grande aposta para recolocar a AMD em posição de competir com a Intel (Foto: Divulgação/AMD)

Mas tudo parece mudar e colocar a AMD, se não em pé de igualdade, ao menos num patamar muito mais competitivo com a Intel em 2017. A boa notícia já tem nome: Ryzen, novo processador da marca que se mostra robusto e rápido. A mesma doutrina que é responsável pelo design do Ryzen será encontrada nos demais processadores da marca a serem lançados em 2017, apontando para um renascimento da AMD nesse mercado.

Realidade virtual barata

Um projeto ousado da Microsoft e fabricantes de PC, como Dell, Lenovo e HP, visa promover a chegada de headsets de realidade virtual muito mais acessíveis e fáceis de usar do que os Oculus Rift e HTC Vive, hoje disponíveis no mercado. Com especificações técnicas um pouco mais modestas, esses equipamentos terão preços fixados em US$ 299 no mercado norte-americano (cerca de R$ 980 em conversão direta).

Apoiadas pela Mirosoft, fabricantes de PCs devem lançar novos óculos de realidade virtual, muito mais baratos que os Vive e Rift (Foto: Divulgação/Microsoft)Apoiadas pela Mirosoft, fabricantes de PCs devem lançar novos óculos de realidade virtual, muito mais baratos que os Vive e Rift (Foto: Divulgação/Microsoft)

Essa novidade deve acirrar a disputa num mercado bem restrito no momento. Em termos de qualidade, a aposta é que os novos dispositivos para PCs exijam computadores bem mais simples e apresentem qualidade similar àquela que você encontraria nas melhores alternativas para celulares, como Gear VR da Samsung.

E realidade aumentada roubando a cena

Dispositivos de realidade aumentada, como o HoloLens, devem aparecer ao longo de 2017 (Foto: Divulgação/Microsoft)Dispositivos de realidade aumentada, como o HoloLens, devem aparecer ao longo de 2017 (Foto: Divulgação/Microsoft)

Mas há quem acredite que a realidade virtual ainda está longe de deslanchar em virtude de uma série de limitações técnicas relacionadas com processamento gráfico, qualidade de telas e de outros aspectos inerentes à realidade virtual.

Download grátis do app do TechTudo: receba dicas e notícias de tecnologia no Android ou iPhone

Para esse grupo, que conta com gente relevante como Tim Cook, que acredita que a realidade aumentada é e será mais relevante que a virtual, já há tecnologia para que as experiências oferecidas por headsets desse tipo sejam mais completas e interessantes que as da realidade virtual.

HDR vai chegar aos monitores e laptops

HDR deve deixar de ser uma exclusividade das TVs (Foto: Marlon Camara/TechTudo)HDR deve deixar de ser uma exclusividade das TVs (Foto: Marlon Camara/TechTudo)

HDR é uma tecnologia que, de forma simples, intensifica contraste e dá mais vida às imagens, com cores mais fortes e vibrantes. Embora seja um dos novos padrões tecnológicos mais requisitados do momento, essa sigla só tem sido encontrada em televisores 4K.

Mas 2017 deve trazer o HDR para monitores convencionais e telas de menores dimensões, como as encontradas em alguns laptops com perfil mais para top de linha. Embora a chegada do HDR nesses produtos possa ser vista como inevitável, questões como preço e disponibilidade da tecnologia numa larga base de opções ainda são questões para se ver de perto no novo ano.

Novas tecnologias de RAM e armazenamento

Com algum atraso, 3D XPoint deve finalmente se tornar realidade em 2017 (Foto: Divulgação/Intel)Com algum atraso, 3D XPoint deve finalmente se tornar realidade em 2017 (Foto: Divulgação/Intel)

Entre as apostas e novidades mais aguardadas para 2017 está a chegada de memórias e SSDs 3D Xpoint, tecnologia desenvolvida por Intel e Micron, que visa criar um novo tipo unificado de design, capaz de ser usado na criação de módulos de memória RAM muito mais rápidos e de SSDs com velocidades maiores, maior espaço para dados e vida útil.

Outra novidade aguardada, em especial vinculada com as futuras placas de vídeo Vega da AMD, é o uso comercial das memórias HBM2, tipo de RAM criada para placas gráficas. Esse tipo de memória tende a ser mais rápido, mais barato e eficiente nesse tipo de hardware e, pelo que se sabe, já está disponível para quem desejar usar em seus produtos.

Bluetooth 5 será a norma

Bluetooth 5 deverá ser norma em novos produtos (Foto: Luciana Maline/TechTudo)Bluetooth 5 deverá ser norma em novos produtos (Foto: Luciana Maline/TechTudo)

O novo padrão de comunicação sem fio será norma porque apresenta vantagens muito grandes sobre o modelo atual, o 4.2. Entre as vantagens, o Bluetooth 5 tem alcance máximo de 400 metros (desde que o sinal não sofra nenhuma obstrução), atingindo velocidades de até 2 Mbps (megabits por segundo) de transmissão, dobro do Bluetooth 4.2.

Por que meu notebook não conecta no Wi-Fi? Troque dicas com usuários no Fórum TechTudo.

ARM em laptops com Windows

Novos processadores Snapdragon 835 da Qualcomm poderão rodar Windows 10, abrindo espaço para PCs equipados com essa CPU (Foto: Thássius Veloso/TechTudo)Novos processadores Snapdragon 835 da Qualcomm poderão rodar Windows 10, abrindo espaço para PCs equipados com essa CPU (Foto: Thássius Veloso/TechTudo)

A Microsoft anunciou que, a partir de 2017, o Windows 10 vai suportar dispositivos equipados com processadores Snapdragon 835 da Qualcomm, que usam o design ARM, normalmente encontrado em tablets e celulares. Mais do que uma tentativa de fazer o Windows sobreviver nos smartphones, a iniciativa abre espaço para que fabricantes criem notebooks equipados com esse tipo de chip.

Mas há vantagens no uso do ARM em notebooks? Em geral, isso depende do pacote técnico como um todo, mas o uso desses processadores pode representar ganhos em autonomia de bateria bastante relevantes.

Nvidia e AMD

AMD vai de Vega em 2017 para se equiparar à Nvidia no mercado para entusiastas (Foto: Divulgação/AMD)AMD vai de Vega em 2017 para se equiparar à Nvidia no mercado para entusiastas (Foto: Divulgação/AMD)

Em relação ao mercado de placas de vídeo, 2017 tem tudo para ser um ano mais quente do que 2016. Enquanto a NVIDIA e AMD trilharam caminhos diferentes, com a primeira mantendo o embalo e lançando suas placas Geforce top de linha normalmente, a AMD trouxe um redesenho radical de seus produtos, promovendo custo-benefício com bons níveis de performance nas placas Polaris.

Em 2017 a coisa deve ser diferente porque a AMD vai tentar perturbar o equilíbrio da Nvidia com novas placas de vídeo de alto desempenho, sob a arquitetura Vega. Essas novas GPUs serão as alternativas de performance da marca e, na mesma medida que os processadores Ryzen, são aguardadas com bastante expectativa pelos consumidores. As atuais Polaris ficaram com o mercado intermediário e de entrada.

Na onda da Apple, teclados podem mudar

Touch Bar no MacBook Pro pode encorajar fabricantes de notebooks a mexer no design de seus teclados (Foto: Divulgação/Apple)Touch Bar no MacBook Pro pode encorajar fabricantes de notebooks a mexer no design de seus teclados (Foto: Divulgação/Apple)

A Apple causou impacto quando lançou o MacBook Pro sem as tradicionais teclas de funções no teclado, substituídas por uma faixa OLED sensível ao toque. Embora as críticas existam em torno da inovação, que para muitos não tem lá muita utilidade no momento, acredita-se que a intervenção vá ser seguida pelos fabricantes de notebooks.

Isso pode significar que essas teclas estejam com os dias contados e até que outros elementos dos nossos teclados sejam revistos em lançamentos de 2017. Vale lembrar que, além do MacBook Pro, o Lenovo Yoga Book conta com um teclado completamente touch, sem teclas físicas, e que a companhia chinesa pretende expandir para outros produtos.

Fim da linha para o conector de fone de ouvido?

iPhone 7 e 7S chegaram sem entrada para fones de ouvido; rivais podem copiar a Apple em novos produtos (Foto: Thássius Veloso/TechTudo)iPhone 7 e 7S chegaram sem entrada para fones de ouvido; rivais podem copiar a Apple em novos produtos (Foto: Thássius Veloso/TechTudo)

Falando em Apple, outra novidade polêmica da marca em 2017 foi a ausência da conector para fones de ouvido nos iPhone 7 e 7S. A decisão provocou muito mais impacto que a aposentadoria das teclas de função nos MacBooks Pro e está longe de ser uma unanimidade: para muitos, a ideia de fones de ouvido sem fio é bem questionável em virtude dos riscos de perdas e das irritações relacionadas com baterias (além disso, para uso com cabo, o iPhone não pode ser conectado à energia ou computador ao mesmo tempo, a não ser que o consumidor use um adaptador).

Entretanto, não será surpresa se outras marcas decidirem seguir o exemplo. Um dos rumores mais recentes sobre o Galaxy S8, por exemplo, garante que o celular da Samsung também aposentará a entrada de fone de ouvido


Seja o primeiro a comentar

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

recentes

populares

  • José Dias
    2017-01-01T17:16:27  

    E sobre a delação onde aparece o nome do presidente Temer, tem alguma coisa?

    recentes

    populares

    • José Dias
      2017-01-01T17:16:27  

      Daqui a pouco aparece um idiota dizendo que o Palmeiras não tem mundial .... francamente .... esse José afeminado querendo pagar de CUlto ... te coloco seu idiota no chinelo em assuntos políticos, econômicos e história ... portanto pode querer pagar seu CUlto em outro lugar ...

    recentes

    populares

    • José Dias
      2017-01-01T17:16:27  

      Rogerinho, vc por aqui e querendo dar sermão? Camarada, se não gostou, apenas clique negativado e pronto!!!!

  • Djalma Sampaio
    2017-01-03T03:56:21  

    tirando o óclusinho nada de novo no front. Aliás, quem seria estúpido o suficiente para usar um ARM em um laptop?

    recentes

    populares

    • Djalma Sampaio
      2017-01-03T03:56:21  

      Verdade, em padrões técicos, ARM tem instruções limitadas, o que faz refletir em um expressivo ganho de bateria. Mas se você levar em conta a Computação nas nuvens deve sim atender uma boa parcela do mercado, inclusive aos tenham acesso frequente à internet de qualidade.

  • Xavier
    2017-01-01T11:41:46  

    Só faltou avisar que nesta espelunca de país custará o triplo do preço que for vendido no exterior.

    recentes

    populares

    • Xavier
      2017-01-01T11:41:46  

      No caso do óculos de realidade virtual; U$ 299 (R$980) + 78% de imposto de entrada no país (aumento apartir de 1 de janeiro de 2015) + lucro do importador + lucro do distribuidor + despesas do importador + despesas do distribuidor = concerteza entre 4 ou 5 vezes esse valor (R$ 980). Não precisa nem ficar entusiasmado, porque a faca vai ser grande.

    recentes

    populares

    • Xavier
      2017-01-01T11:41:46  

      Mas é dessa maneira que os paises desenvolvidos ganham dinheiro. se chama - livre comercio - liberalismo e capitalismo. Enquanto aqui ganha se com dinheiro com desonestidades nos preços e corrupção.

  • Ygor
    2017-01-03T09:39:39

    O ryzen parece ser um bom processador, mas vamos ver no que vai dar....

  • Akuma
    2017-01-02T14:53:35

    Só sei que pra quem compra macbook, não foi golpe, mortadelas votaram no temer, 65 anos para aposentar é pouco e salário mínimo e clt nem deveriam existir.

  • Guilherme Cardozo
    2017-01-01T09:03:43  

    Tirando a parte do teclado, que eu não acredito que vá pegar, o resto é quase certo.

    recentes

    populares

    • Guilherme Cardozo
      2017-01-01T09:03:43  

      Mas seria interessante um teclado touch ... basta saber se a resposta será compensadora pois por vezes o teclado sem fio já irrita com problemas de conexões e às vezes velocidade ...

  • Sandro Correa
    2017-01-01T16:33:25

    AMD 10 X 0 INTEL