Redes sociais

30/03/2017 15h38 - Atualizado em 31/03/2017 11h15

Teste 'Qual Celebridade Você Se Parece?' recebe alerta de privacidade

Barbara Mannara
por
Para o TechTudo

A Kaspersky Lab, agência de segurança virtual, emitiu um alerta de privacidade sobre o teste online da VonVon “Qual celebridade você se parece?”, popular entre os usuários do Facebook. Dessa vez não se trata de nenhum vírus ou ações que comprometam dados financeiros. O problema apontado por analistas, nesta quinta-feira (30), está nos termos concordados pelo internauta na hora do acesso, que coletam informações pessoais na rede social, seja no computador ou no celular. Segundo pesquisa da empresa, 63% dos entrevistados não prestam atenção em ler o contrato de licença ao instalar um aplicativo, o que pode comprometer seus dados e encaminhar as informações para uso comercial.

Twitter muda regra do tradicional limite de 140 caracteres para reply

Teste da Vonvon que descobre qual celebridade parece com você tem alerta de privacidade da Kaspersky Lab (Foto: Reprodução/Barbara Mannara)Teste da Vonvon que descobre qual celebridade parece com você tem alerta de privacidade da Kaspersky Lab (Foto: Reprodução/Barbara Mannara)

Para entender melhor, o teste da Vonvon funciona da seguinte forma: o usuário acessa o site e precisa conectar-se ao Facebook para descobrir com qual celebridade se parece. Em seguida é necessário concordar com o compartilhamento de informações para continuar o acesso, e é nesse ponto que entra a falta de atenção. Muitos nem param para ler e já clicam no botão de “concordar” ou “continuar”.

O teste coleta informações públicas como nome, foto de perfil, idade, gênero, país, além de outros dados não obrigatórios, como ter acesso à sua lista de amigos, e-mail e até outras imagens suas — que você pode não concordar, por qualquer motivo. Só depois de concordar que o site permite escolher uma de suas fotos para fazer a comparação com uma celebridade e exibir o resultado.

Sendo assim, essa informações capturadas, ainda que públicas, deixam de ser apenas exibidas no seu perfil para serem usadas com outros fins pelos desenvolvedores dos aplicativos de testes e jogos.

Para onde vão os seus dados

No caso da Vonvon, segundo a Kaspersky Lab, ao aceitar os termos, o site que oferece os testes tem acesso aos dados para uso na divulgação de produtos via e-mail marketing. Essas informações também podem ser aproveitadas para outros fins de publicidade, que não são tão específicos, e há a possibilidade de envio para outras empresas ou indivíduos, na busca por otimizar serviços. Procurada pelo TechTudo, a Vonvon não respondeu aos pedidos de comentários a noite de quinta-feira (29).

Resposta da VonVon

*Na manhã desta sexta-feira (31), a Vonvon entrou em contato com o TechTudo e negou que vende dados de usuários — a ponto de identifica-los — para desenvolvedores terceiros ou outros grupos. Ainda de acordo com a empresa de testes online, diferentes tipos de testes demandam diferentes dados.

"De acordo com a seção 2.1.1 da nossa política de privacidade, coletamos e armazenamos informação do usuário apenas para fins de gerar o resultado do teste. Por exemplo, para produzir uma mescla de imagens (recursos de faceblend ou faceswap) precisamos da imagem do perfil do usuário. Para testes como "Aonde o seu grande amor lhe encontrará?", podemos utilizar os check-ins postados pelo usuário em seu perfil. Em testes como "Quem é a sua alma gêmea?", acessaremos a lista de amigos para aparecer um amigo no resultado. Essas informações não ficam armazenadas após a geração do resultado", informou a companhia em comunicado, garantindo o descarte das informações pós-uso.

Compartilhamento de dados do Facebook ao logar com teste online (Foto: Reprodução/Barbara Mannara)Compartilhamento de dados do Fa

Ainda de acordo com a companhia, a "não venda dos dados dos usuários" significa que a VonVon consegue visualizar dados apenas através de algumas ferramentas e de maneira agregada. "Nós não o fazemos agora e jamais venderemos ou divulgaremos as informações pessoais dos nossos usuários a nenhum terceiro, conforme está na nossa política de privacidade", completam. A política de privacidade completa, em inglês, está disponível no site da VonVon (la.vonvon.me/terms/privacy_policy.html).

Kaspersky faz alerta genérico sobre apps

Segundo o analista de segurança da Kaspersky Lab, Roberto Martinez, é comum que usuários não pensem nos riscos envolvidos ao clicar em aplicativos muito populares. “Muitas vezes, estes [apps] são usados como um gancho para obter permissão para acessar informações confidenciais de usuários e outras pessoas – como contatos, mensagens privadas, localização  para fins comerciais”, completa.

O usuário precisa estar atento em todos os sites ou convites de apps — não necessariamente ao teste da celebridade —, já que isso pode acarretar um risco maior se houver má fé do desenvolvedor. Dependendo do tipo de acordo, alguns sites instalam outros aplicativos, mudam configurações do sistema ou até fazem publicações no seu nome no Facebook, o que pode ser incômodo e indesejado.

Como evitar problemas?

O primeiro passo é dar uma boa lida nos termos assinalados ao instalar um novo aplicativo, principalmente com login em redes sociais que já tem dados pessoais. Saiba que você pode editar as informações compartilhadas com o site, desmarcando o que não for obrigatório. Não aceite qualquer convite para jogos ou aplicativos nas redes sociais, mesmo aquelas enviadas por amigos, sem ler.

Você pode editar permissões nos aplicativos salvos no Facebook (Foto: Reprodução/Barbara Mannara)Você pode editar permissões nos aplicativos salvos no Facebook (Foto: Reprodução/Barbara Mannara)

Caso você não se lembre mais de quais permissões deu aos apps, é fácil verificar quais aplicativos estão conectados ao seu Facebook e remover possíveis acessos prejudiciais à sua privacidade. Aproveite essa mesma configuração para impedir que apps publiquem algo visível no feed.

*Texto atualizado às 11h de 31 de março (sexta-feira)

*Colaborou Melissa Cruz

Seja o primeiro a comentar

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

recentes

populares

  • Olavo Morett
    2017-03-30T16:53:57  

    63% nao leem os termos do aplicativo , ta bem otimista o cara , acho que 99% nao leem e se lesse nao instalava nenhum aplicativo. pronto falei.

    recentes

    populares

    • Olavo Morett
      2017-03-30T16:53:57  

      100%

  • Típico G1
    2017-03-31T08:47:13

    A menina ali nem se parece com a Keira Knightley

  • Aureo Costa
    2017-03-31T06:41:53

    O aplicativo nada mais é do que uma janela para o futuro.