Jogos de aventura

NOTA tt
7.3

Review Adventure Time: The Secret Of The Nameless Kingdom

Uma ótima mistura de Zelda e Hora da Aventura

Felipe Velloso
por
em

Adventure Time: The Secret of the Nameless Kingdom é um dos poucos que tem a audácia de misturar tão profundamente franquias tão populares. O game não é apenas um derivado do recente sucesso do Cartoon Network, mas principalmente uma imensa e sincera homenagem à The Legend of Zelda. A admiração pela franquia da Nintendo é tão explícita que ela quase ofusca o protagonismo de Finn e Jake no jogo. Confira o review completo:

Leia nosso Review do novo jogo do Homem-Morcego

Os personagens principais da Hora da Aventura aparecem no jogo (Foto: Distribuição)Os personagens principais da Hora da Aventura aparecem no jogo (Foto: Distribuição)

Uma narrativa direta

A história não poderia ser mais simples, os dois heróis vão para o Reino Sem Nome onde devem salvar três princesas em apuros, separadas em diferentes masmorras. Todo o elenco de Adventure Time (Hora da Aventura) acaba por aparecer de uma forma ou de outra, ainda que o jogo também apresente muitos personagens novos (até por se passar em um Reino até então desconhecido pelos telespectadores).

Estas novidades tornam as coisas um pouco mais simples, afinal, elas fazem o título ser aproveitável mesmo por pessoas que nunca viram este desenho. Apesar disso, para os fãs de carteirinha, pode ser um problema não estar viajando por território conhecido, e certamente o novo título não apresenta situações tão interessantes para aficionados quanto o anterior.

Os cenários são bem diversos (Foto: Distribuição)Os cenários são bem diversos (Foto: Distribuição)

Surpreendentemente, a grande maioria das referências do jogo, vão para a Nintendo e a série Zelda. O jogo começa em um castelo exatamente igual aquele encontrado em A Link to the Past. Dezenas de piadas são feitas as custas do games de Hyrule, como salas para quebrar vasos e a tentativa fútil de Finn de colocar uma fada em um pote.

Jogabilidade sem surpresas

A jogabilidade de Adventure Time: The Secret of the Nameless Kingdom, como não poderia deixar de ser, é praticamente uma cópia exata de A Link to the Past. Com uma visão aérea, masmorras cujos quebra-cabeças giram em torno de um item especial e uma espada mágica, o jogo tem todos os requisitos que fizeram da fórmula Zelda tão popular.

Personagens inéditos também se fazem presentes (Foto: Distribuição)Personagens inéditos também se fazem presentes (Foto: Distribuição)

Seus defeitos aparecem apenas nas escalas do jogo, que parecem ter sido trocadas. Enquanto o Reino Sem Nome peca por ser pequeno demais, as três masmorras que ele abriga são grandes demais para permanecerem interessantes.

A completa inexistência de tutoriais e a dificuldade avançada do jogo, podem assustar os recém-chegados ao gênero. Apesar disso, para os mais familiarizados, The Secret of the Nameless Kingdom é uma rara chance de um desafio de qualidade neste tipo de jogo.

Visual simples e funcional

Como um jogo de quatro dólares, The Secret of the Nameless Kingdom não possui visuais rebuscados, esta também é a razão dele estar sendo lançado para quase todas as plataformas do mercado.  Os sprites são muito simples e coloridos, mas cumprem bem o seu papel e remetem ao mundo que vemos no desenho.

Até o cemitério do primeiro episódio aparece no jogo(Foto: Distribuição)Até o cemitério do primeiro episódio aparece no jogo(Foto: Distribuição)

O jogo possui apenas algumas falas animadas por voz, por esta razão muito do melhor do humor de Adventure Time acaba se perdendo no formato de texto. Não é que o roteiro seja ruim, mas o jogo teria muito a ganhar se utilizasse as vozes do elenco da série.

A música é bacana e puxa uma série de elementos do desenho animado tocados ao belo som de uma placa polifônica de videogame clássica. Ver algumas das suas canções preferidas certamente é um encanto a mais para os aficionados pela Hora da Aventura.

Conclusão

Adventure Time: The Secret of the Nameless Kingdom não tenta se esconder do que pretende ser: uma grande homenagem a um dos maiores clássicos da era 16 bits. Ele também é muito bem sucedido ao fazê-lo, criando um dos melhores e mais desafiadores jogos do gênero em anos, além de utilizar como pano de fundo o mais bizarro e interessante desenho da nova geração do Cartoon Network.

GTA é a franquia de maior sucesso atualmente? Comente no Fórum do TechTudo!


Nota TechTudo

NOTA tt
7.3
Gráficos
7
Jogabilidade
7
Diversão
8
Som
7

Prós

  • - Belos visuais, de acordo com o que se vê no desenho animado
  • - Uma jogabilidade familiar que também consegue ser desafiadora
  • - Personagens carismáticos e roteiro com bom humor

Contras

  • - Masmorras muito grandes para um mundo tão pequeno
  • - O jogo poderia ter se passado na Terra de Oo, com mais locais familiares
Seja o primeiro a comentar

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

recentes

populares

  • Rodrigo
    2015-01-06T11:36:51  

    Me fala aonde vc arruma esse jogo por 4 dolares ai, pq na PSN ele ta 30 dolares e na STEAM ta 70 Reais.

    recentes

    populares

    • Rodrigo
      2015-01-06T11:36:51  

      Paguei $0.99 na PSN.