Publicidade

Por Tainah Tavares; Por TechTudo

TechTudo

O Alcatel One Touch Pop C3 é o smartphone baratinho da Alcatel. Básico, ele já está disponível no Brasil desde julho de 2014 e veio para tentar competir com o Moto E. Ele oferece sistema Android, câmera frontal e dual chip, mas o seu diferencial é o preço: R$ 349. Será que a economia vale a pena? O TechTudo testou o smart e você confere nossas impressões agora.

O Alcatel One Touch Pop C3 concorre com o Moto E (Foto: Tainah Tavares/TechTudo) — Foto: TechTudo

O desing do Pop C3 não é exatamente o seu ponto forte. Básico, ele está disponível em azul escuro, branco e pink. O aparelho é relativamente leve, com apenas 110 g. Seu tamanho também é mediano, são 122 x 64,4 x 11,95 mm. O smart lembra os modelos pockets, da Samsung, com bordas arredondadas e "gordinho". 

Parte traseira do smartphone não encaixou perfeitamente (Foto: Tainah Tavares/TechTudo) — Foto: TechTudo

O material da parte traseira é plástico. Pela espessura e resistência, é possível dizer que essa parte é frágil. Dá a impressão de que ela pode rachar ou quebrar com facilidade, já nos primeiros tombos. Ao mesmo tempo, não conseguimos encaixar essa parte perfeitamente ao celular e um pequeno feixe da parte interna do aparelho ficou visível. 

A tela do aparelho tem tamanho mediano: são 4 polegadas. A resolução, de 480 x 800 pixels, não é a melhor, perdendo para o concorrente Moto E. Ele também conta com TFT 262 K color display. Durante nossos testes, o touchscreen não funcionou perfeitamente. Algumas vezes foi preciso repetir comandos para conseguir operar o aparelho. Uma prova para os mais impacientes.

Modelo tem tela de 4 polegadas (Foto: Tainah Tavares/TechTudo) — Foto: TechTudo

O aparelho dispensa muitos botões. Físicos são apenas dois, um na lateral direta e outro na parte superior. Já na tela há três botões sensíveis ao toque. Tudo bem prático e intuitivo.

Durante os nossos testes, porém, o botão que altera o volume apresentou problema. Um chiado insistente aumentava/diminuía conforme os comandos eram feitos. Era um barulho constante, semelhante ao som de rádios fora de sintonia (mas o rádio não estava ligado). O fato aconteceu duas vezes, durante alguns minutos.

O Pop C3 apresenta especificações básicas. Ele se esforça com um processador dua-core de 1,3 GHz, mas com apenas 512 MB de RAM e 4 GB de armazenamento interno. Pra complicar, o Android 4.2 ocupa grande parte da memória do aparelho. Além da versão não ser a mais recente do sistema, sobram apenas 1.9 GB de memória final para o usuário. Para compensar, é oferecido suporte para um cartão microSD de até 32 GB.

O Alcatel One Touch Pop C3 concorre com o Moto E (Foto: Tainah Tavares/TechTudo) — Foto: TechTudo

O PoP C3 leva um pouco de tempo para ligar, desligar e abrir ou fechar aplicativos. Apesar disso, o aparelho não apresentou muitos engasgos. Whastapp, FacebookInstagram funcionaram muito bem. Um ponto positivo: os aplicativos mais populares já vem pré-instalados, o que facilita, é prático e rápido. Nos testes, o único dispositivo que não rodou muito bem foi o game Subway Surfer, que travou em alguns momentos, o que atrapalhou jogadas e irritou um pouco.

A bateria funcionou bem com seus 1.300 mAh. Nesse sentido, ele cumpre com o prometido e as recargas aconteceram em intervalos maiores que um dia. E quando as recargas foram necessárias, menos de quatro horas na fonte foram suficientes para ter 100% de bateria. O aparelho ainda oferece conectividade Wi-Fi, bluetooth 4.0 e Internet 3G. Todos funcionaram bem.

Aparelho (Foto: Tainah Tavares/TechTudo) — Foto: TechTudo

Apesar de contar duas câmeras, o que deveria ser uma vantagem em relação ao Moto E, a qualidade das imagens feitas com o Pop C3 deixa a desejar. A câmera traseira faz fotos de 5 megapixels, o que é razoável para o seu custo. Aparelhos como o Moto E, Moto G, iPhone 4 e o Nokia Lumia 635 também apresentam essa resolução nas imagens. Ele tem zoom digital e faz vídeos em VGA com 30fps.

No entanto, na prática, a qualidade das imagens feitas é ruim. Comparamos fotografias feitas com o Alcatel Onetouch Pop c3 e um ultrapassado iPhone 4. Teoricamente, ambos apresentariam capacidade técnica equivalente. No entanto, o que vimos no Pop C3 foram fotos com baixa resolução e foco muito ruim.

Foto feita em ambiente iluminado com a câmera frontal do aparelho da Alcatel (Foto: Tainah Tavares/TechTudo) — Foto: TechTudo

Foto feita nas mesmas condições da anterior, com Iphone. Qualidade da imagem é muito superior (Foto: Tainah Tavares/TechTudo) — Foto: TechTudo

A câmera frontal também deixa muito a desejar. Com tecnologia VGA, as imagens feitas durante o dia, apesar de ruins, ainda são reconhecíveis. No entanto, caso você deseje fazer uma selfie em uma ambiente escuro, desista. A qualidade das fotos é assustadora. Com essa qualidade era melhor não ter a opção frontal.

Foto feita com câmera frontal em ambiente pouco iluminado fica incompreensível (Foto: Tainah Tavares/TechTudo) — Foto: TechTudo

Durante os nossos testes o Alcatel Onetouch Pop C3 apresentou muitos problemas. Além da qualidade ruim das fotos, da parte traseira que não encaixou perfeitamente ao aparelho e do touchscreen falho, houve o ruído esquisito quando usamos o botão que altera o volume. Mas o preço é muito bom. Fica a critério do consumidor: você quer um smart básico, barato e com dois chips e suporte para microSD? Então o aparelho está de acordo com o seu perfil. Mas se você é do grupo dos impacientes e que preza por qualidade de primeira, desista dessa opção e abra um pouco mais a mão.

Tabela do Alcatel one Touch C3 (Foto: Arte/TechTudo) — Foto: TechTudo

5.6

Design
6
Desempenho
7
Tela
6
Câmera
4
Custo-benefício
5

Prós

  • Dual-chip;
  • Preço baixo;
  • Suporte para cartão microSD.

Contras

  • Câmeras ruins;
  • Android desatualizado;
  • Desempenho ruim;
  • Touchscreen ruim;
  • Apresento defeito.

Mais do TechTudo