Jogos de estratégia

NOTA tt
8.0

Review Angry Birds Stella

Em Angry Birds Stella, Rovio repete a fórmula, mas reduz a publicidade. Confira a análise completa do jogo!

Dário Coutinho
por
em

Angry Birds Stella é o novo jogo gratuito da franquia Angry Birds, com versões para Android e iOS. Posteriormente, o game será lançado também para Windows Phone, Windows 8 e Blackberry. Depois de alguns spin-offs, a Rovio volta às suas raízes em Angry Birds Stella. O game segue a cartilha dos Angry Birds tradicionais, onde você utiliza pássaros para destruir estruturas construídas pelos porcos.

Angry Birds Stella: jogo de pássaro rosa chega com novos personagens

Angry Birds Stella (Reprodução / Dario Coutinho)Angry Birds Stella (Reprodução / Dario Coutinho)


Poder feminino

Em Angry Birds Stella, o jogador deve ajudar Stella e suas amigas, Dahlia, Poppy e Willow a reaver um livro roubado. Além do elenco com personagens femininas, há também um passarinho, Luca. Dessa vez, o enredo toma contornos que lembram histórias infantis de princesas, com direito a uma “Rainha Má” e até um “Porco Encantado”. Com um foco maior no público feminino, o novo Angry Birds tem claro apelo para as jogadoras. A empresa lançou até um trailer dedicado às jogadoras.

Jogabilidade de antes, agora com glitter

Recaindo sobre a mesma jogabilidade dos primeiros jogos, Angry Birds Stella mantém elementos idênticos aos dos primeiros jogos de Angry Birds. O jogador deve passear por cenários, destruindo estruturas onde os porcos se encontram. Para isso, deve-se utilizar os pássaros, que assim como nos primeiros Angry Birds, são disparados por estilingues e cada um possui habilidade especiais.

Mas há algumas novidades aqui. Stella e suas amigas possuem habilidades diferentes dos pássaros dos jogos anteriores de Angry Birds. O jogo está mais linear, mostrando as fases em sequências. Há um martelo que irá se recarregar de tempos e tempos e pode ser usado pelo jogador para concluir alguns estágios sem nenhum tipo de penalidade ou gasto adicional. Em relação a jogos anteriores da empresa, a Rovio diminuiu a quantidade de publicidade.

Novos personagens e novos poderes em Angry Birds Stella (Foto: Reprodução / Dario Coutinho)Novos personagens e novos poderes em Angry Birds Stella (Foto: Reprodução / Dario Coutinho)

Mas nem todas as novidades são boas. Um dos pontos negativos é uma “névoa” que surge sempre que o jogador conclui um cenário (composto por várias fases). Quando essa névoa surge, o jogador deve aguardar algumas horas para que ela suma ou pagar com moedas que podem ser conquistadas dentro do jogo. A melhor opção é esperar, pois conforme o jogador avança, pagar para que a névoa suma, fica impraticável.

Em Angry Birds Stella, durante o tiro, não é mais possível aplicar o zoom, apenas antes de atirar. Era uma técnica comum entre jogadores, aplicar um zoom durante o tiro para calcular a trajetória, baseando num método de tentativa e erro.

Ao todo Angry Birds Stella possui 120 fases. O jogo começa bastante fácil e só começa a dificultar as coisas lá pela fase 50 depois que todas as personagens iniciais são devidamente “apresentadas”.

Fases exigem o trabalho em equipe dos pássaros (Foto: Reprodução / Dario Coutinho)Fases exigem o trabalho em equipe dos pássaros (Foto: Reprodução / Dario Coutinho)


Foco no trabalho em equipe

Assim como em Angry Birds Star Wars, em seus estágios iniciais, Angry Birds Stella busca apresentar as personagens, demonstrando seus poderes, para então o jogador aprender a usá-los em fases mais difíceis.

Cada personagem possui uma habilidade única. Stella pode ricochetear entre paredes e objetos elásticos. Luca pode gritar e quebrar parede de vidro ou gelo. Dahlia pode se teletransportar e aparecer em outro local. Poppy tem a habilidade de perfurar um caminho através das defesas inimigas, por último, Willow pode voar girante de baixo para cima.

A mensagem do jogo aqui é o trabalho em equipe, embora seja completamente possível concluir quase todas as fases com apenas um pássaro. O jogo amarra muito bem o seu conceito, dando ao jogador a opção de usar várias personagens de diferentes formas, combinando suas habilidades para derrotas os porcos. Além de dar cabo dos porquinhos, o jogador também pode coletar itens que estão espalhados pelas fases como moedas.

Zoom durante o tiro não pode ser mais aplicado (Foto: Reprodução  / Dario Coutinho)Zoom durante o tiro não pode ser mais aplicado (Foto: Reprodução / Dario Coutinho)


Visual levemente melhorado

Mesmo que uma olhada rápida sugira que estamos jogando o mesmo Angry Birds de antes, Angry Birds Stella trouxe algumas mudanças cosméticas. É possível notar uma evolução no traço do estúdio Rovio. Fases mais bonitas, vivas e coloridas são um dos destaques de Angry Birds Stella no quesito gráficos.

Depois de concluir alguns estágios é possível desbloquear novos “penteados” para as personagens. Novos laços, chapéus e “makeups” irão aparecer, mudando o visual das personagens.

Conclusão

Angry Birds Stella oferece novas mecânicas e visual renovado para os jogos de Angry Birds. O enredo tem foco no público feminino, mas o jogo cativa pessoal de qualquer idade ou gênero. Angry Birds Stella ganha pontos pela pouca publicidade, mas possui um limitador que impossibilita o jogador de continuar a se divertir.


Ainda vale a pena jogar o primeiro Angry Birds?
Opine no Fórum do TechTudo.

Nota TechTudo

NOTA tt
8.0
Gráficos
8
Jogabilidade
8
Diversão
9
Som
7

Prós

  • - Mesma campanha da versão para consoles
  • - Novos personagens
  • - Pouca publicidade

Contras

  • - Pouca originalidade
  • - Exige conexão com a internet
  • - Limitador que impede o jogador de jogar
  • - Não é mais possível dar zoom durante o tiro
Seja o primeiro a comentar

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

recentes

populares