Jogos de ação

NOTA tt
8.8

Review Battlefield Hardline

Com uma campanha que reúne elementos de diversos gêneros no melhor estilo série de TV e divertidíssimos modos multiplayer, Hardline é um spin-off digno de respeito e um shooter que vale cada centavo gasto.

Victor Alcaíde Teixeira
por
em

Battlefield Hardline é um spin-off da aclamada franquia de tiro em primeira pessoa, desenvolvido pela Visceral em parceria com a EA. Lançado para PS4PS3Xbox OneXbox 360 e PC, Hardline tenta reformular a franquia com uma trama policial digna de seriado de TV e inéditos modos multiplayer. Confira a análise completa.


Battlefield Hardline: como desbloquear armas, pacotes e itens do jogo

“Coloque as mãos onde eu possa vê-las!”

Review: Battlefield Hardline (Foto: Reprodução/Victor Teixeira)Review: Battlefield Hardline (Foto: Reprodução/Victor Teixeira)

“Ei, você, parado aí. Coloque as mãos onde eu possa vê-las”. É basicamente assim que toda a campanha do game se desenrola. Em Hardline, o jogador assume o papel de Nicholas Mendoza, um policial cubano, cujo objetivo é capturar os traficantes que coordenam a distribuição de uma nova droga na cidade de Miami.

No decorrer da trama, a lealdade de Mendoza é colocada à prova por policiais corruptos que, após uma tarefa de teste, conseguem afastá-lo do Departamento de Investigações sobre Narcóticos. Em busca de vingança, Nick terá que se unir a velhos inimigos para desestabilizar o submundo dos cartéis e, consequentemente, denunciar seu ex-chefe pelos crimes de corrupção.

O maior diferencial da campanha é a forma como a história é contada. Hardline parece um típico seriado norte-americano, que poderia muito bem fazer parte do catálogo de séries do Netflix. Inclusive, há um contador de 15 segundos ao final de cada episódio, idêntico ao do serviço de streaming.

Trama de Hardline é apresentada como uma série de TV (Foto: Reprodução/Victor Teixeira)Trama de Hardline é apresentada como uma série de TV (Foto: Reprodução/Victor Teixeira)

Para intensificar o clima de seriado policial à la Miami Vice, o título expõe diálogos que, apesar de possuírem diversos clichês, conseguem envolver o jogador com frases marcantes e cutscenes cinematográficas memoráveis. “No próximo episódio de Hardine”… Assim como em uma série de televisão, os episódios são conduzidos por breves sinopses, que certamente vão convencê-lo a progredir.

Muito se falou sobre a dublagem do músico Roger Moreira, vocalista do Ultraje a Rigor, que emprestou sua grave rouquidão a Nick Mendoza. Ainda que o material apresente interpretações competentes, a voz de Roger não casou tão bem com as características de Mendoza, visto que o protagonista cubano aparenta ser jovem demais para o vozeirão do roqueiro.

Roger Moreira empresta sua grave rouquidão a Nick Mendoza Trama de Hardline (Foto: Reprodução/Victor Teixeira)Roger Moreira empresta sua grave rouquidão a Nick Mendoza Trama de Hardline (Foto: Reprodução/Victor Teixeira)

Atire menos, prenda mais

Se em Battlefield 4 tivemos uma campanha extremamente linear e repleta de tiroteios desenfreados, em Hardline, as armas de fogo devem ser o seu último recurso. Isso porque, o game adota mecânicas de stealth em praticamente todos os cenários, com direito a um dispositivo de detecção nitidamente influenciado por títulos, como Metal Gear e Far Cry.

Diferentemente da linearidade extrema apresentada nas campanhas de seus predecessores, Hardline oferece amplos ambientes para que o jogador seja capaz de elaborar livremente suas próprias táticas de combate. Na prática, você pode invadir uma mansão em Hollywood sem ser visto, por exemplo, ou entrar em uma gigantesca estufa de maconha pipocando todo mundo com escopetas, pistolas de alto calibre e até uma arma de choque.

Ao longo das missões, o jogador ainda deve vasculhar os cenários em busca de provas para completar dossiês que, consequentemente, desbloqueiam equipamentos especiais, como novos fuzis de precisão e assalto. Identificar, imobilizar e prender alvos com mandados em aberto também concedem recompensas melhores do que simplesmente levar um pedaço de carne morta à corregedoria. Acredite se quiser: o distintivo do policial Mendoza tem mais poder que o arsenal de armamentos.

Armas são poderosas, mas o distinto de Mendoza é mais temido (Foto: Reprodução/Victor Teixeira)Armas são poderosas, mas o distinto de Mendoza é mais temido (Foto: Reprodução/Victor Teixeira)

No game, há um sistema de progressão de peritos bastante interessante. Você pode subir de nível prendendo suspeitos, escaneando provas e, é claro, derrubando inimigos de forma não letal. É válido salientar que chegar sentando a bala em traficantes e policiais corruptos não é uma das melhores táticas, uma vez que trocações de tiros não vão fazer o personagem evoluir.

Ainda que a jogabilidade ora stealth, ora shooter se torne repetitiva depois de um certo tempo de jogatina, temos que ressaltar o ótimo trabalho da Visceral, que fez de tudo para se distanciar da abordagem militarista demasiadamente explorada nos últimos jogos da franquia. O modo história é diferente de tudo aquilo que os fãs já viram? Sim. Vai agradar todo mundo? Certamente não. Entretanto, ao menos na campanha, Battlefield já demonstrou que é capaz, sim, de se reinventar.

Brincando de polícia e ladrão

Como de praxe, Battlefield se destaca pelo caráter coletivo no multiplayer. Para manter a essência, Hardline oferece os clássicos modos “Cada equipe por si” e dois tipos de “Conquista” – pequena e grande -, além de outras cinco modalidades.

Multiplayer está recheado de veículos policiais (Foto: Reprodução/Victor Teixeira)Multiplayer está recheado de veículos policiais (Foto: Reprodução/Victor Teixeira)

Quem jogou os games mais recentes da série se sentirá “em casa”, posto que a jogabilidade é exatamente a mesma. De fato, a única mudança considerável é em relação a temática, que agora transporta o jogador para uma ambientação policial.

Os modos que mais nos surpreenderam foram os inéditos “Roubo” e “Dinheiro Sujo”. Em “Roubo”, os criminosos devem implementar táticas especiais para arrombar cofres, enquanto os policiais devem tentar impedi-los a todo custo. Já em “Dinheiro Sujo”, policiais e bandidos lutam para controlar pilhas de dinheiro. A equipe com a maior quantidade de grana no cofre, vence.

As novas modalidades são extremamente divertidas, já que conseguem mesclar elementos clássicos de Battlefield com a nostálgica brincadeira de polícia e ladrão. O sistema de progressão online também merece destaque, dado que agora tudo gira em torno de dinheiro. Pretende adquirir um equipamento melhor? A solução é simples: jogue bastante para encher o cofre.

O número de mapas não é tão grande (são 9 no total), é verdade, mas a diversidade contribui bastante para manter a experiência sempre gratificante. Os ambientes intercalam entre estufas de maconha, desertos, regiões pantanosas dos Everglades, bancos e mansões milionárias. Felizmente, há cenários para todos os gostos.

Cenários estão bastante diversificados (Foto: Reprodução/Victor Teixeira)Cenários estão bastante diversificados (Foto: Reprodução/Victor Teixeira)

Diferentemente do lançamento conturbado de BF4, os servidores de Hardline, ao menos até o presente momento, estão totalmente estáveis, proporcionando partidas eletrizantes sem qualquer tipo de lentidão ou problema externo. Ao que tudo indica, a EA parece realmente ter aprendido com os próprios erros.

Essencialmente Battlefield

No quesito gráfico, Hardline segue à risca o padrão visual de Battlefield 4, já que a engine Frostbite 3 foi reaproveitada. Mesmo rodando a 720p e 60 frames por segundo no Xbox One e 900p e 60 fps no PlayStation 4, o game não deixa de ser bonito, trazendo ambientes urbanos minuciosamente detalhados e efeitos de iluminação refinados.

Já na parte sonora, como sempre, Battlefield demonstra ser um verdadeiro simulador de guerra, com fiéis barulhos de tiros resvalando em nossas orelhas. Os efeitos sonoros de torres desmoronando e veículos explodindo também merecem destaque, afinal são dignos de filmes hollywoodianos.

Battlefield Hardline ainda é Battlefield: bonito de ver (Foto: Reprodução/Victor Teixeira)Battlefield Hardline ainda é Battlefield: bonito de ver (Foto: Reprodução/Victor Teixeira)

Conclusão

Battlefield Hardline consegue despistar a abordagem militarista presente nos últimos jogos da série, o que pode acabar frustrando alguns fãs. No entanto, com uma campanha que agrupa elementos de diversos gêneros no melhor estilo série de TV e divertidíssimos modos multiplayer, Hardline é um spin-off digno de respeito e um shooter que vale cada centavo gasto.

Qual a melhor série: Battlefield ou Call of Duty? Comente no Fórum do TechTudo!

Nota TechTudo

NOTA tt
8.8
Gráficos
9
Jogabilidade
8
Diversão
8
Som
10

Prós

  • - Campanha padronizada como seriado
  • - Novos modos multiplayer
  • - Trama apresentada de forma agradável
  • - Efeitos sonoros

Contras

  • - Dublagem ruim do protagonista
  • - Mesma engine
Seja o primeiro a comentar

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

recentes

populares

  • Fernando Miguel
    2018-01-22T06:08:11

    Vim do futuro! O jogo está custando em 2018, 17 reais ainda estou na dúvida!

  • Adriano Medeiros
    2017-02-15T14:47:23

    No Ps4 o jogo parece filme mas a dublagem do Roger é muito ruim.

  • Bruno Nardini
    2015-03-25T15:51:57  

    Gráficos: 9. Só se for para consoles. Está pior que BF3. E pra ajudar na jogatina, não disponibilizam o áudio original em inglês.

    recentes

    populares

    • Bruno Nardini
      2015-03-25T15:51:57  

      Tenho o Ps4, os gráficos não me impressionaram em nda, é óbvio que temos jogos melhores, eu ate gostei do multplayer, é divertido e td, soh q pagar R$ 199,00 fica fora d mão, os jogos deveriam ser na base d R$ 100,00 é um absurdo, por exemplo, o GTA V valeu cada centavo!!!!

  • Flávio Max
    2016-01-18T18:39:29

    O jogo está tao triste que caiu pra 59 reais nas americanas... kkkkkkk o pior foi que comprei.... :'( chuif....

  • Paulo Neto
    2015-03-25T15:58:15  

    Saudades do Master System, alex kidd 10 a 0 nesse jogo

    recentes

    populares

    • Paulo Neto
      2015-03-25T15:58:15  

      Ok tio.

  • Luiz
    2015-09-03T13:38:20

    eu compreiele pro ps3 e só tenho isso a dizer: gameplay bugada e lenta, sem emoção, gráficos HORRÍVEIS, personagens sem carisma, dublagem ruin, a unica coisa que é legal é o multiplayer, mas não vale 220 reais

  • David Carvalho
    2015-06-10T14:30:24

    Só uma dúvida que eu queria me de explicassem! O modo multiplayer pode ser jogado apenas com dois ou quatro???

  • Eduardo Queiroz
    2015-04-21T14:13:28

    O jogo está muito bom. Mudou ao ver (e pra melhor) a dinâmica com os veículos, a jogabilidade está fantástica assim como som e gráficos. O resgate de modos a counter-strike , foi uma medida acertada. As criticas dos comentários me espantam, parecem me remeter ao primeiro beta do jogo (que foi um desastre) ou a algum problema com o Hardware do jogador. Jogo no PS4 e achei que conseguiram melhorar o já impressionante BF4.

  • Daniel França
    2015-04-13T10:59:26

    Essa dublagem do Roger... pelo amor de Deus!! Te falar que pra ficar Horrível ainda precisa melhorar muito!!! Ta uma coisa absurda de tão ruim!! E pra mudar o áudio tem que mudar o áudio do Origins pra Inglês e ai instalar o jogo... Assim fica difícil...

  • Matheus Santos
    2015-03-25T09:47:15  

    Comprado? No Metatric aponta 7.5 da crítica "especializada" e, pasmem, 4.9 segundo a avaliação real dos jogadores. A discussão não gira mais em torno de CoD vs Battlefield, mas Battlefield HL vs BF4, e claramente, Battlefield Hardline não vale cada centavo. Aliás, diria que não vale nenhum.

    recentes

    populares

    • Matheus Santos
      2015-03-25T09:47:15  

      Cara, parei de ler o seu comentário na parte do metacritic... Ninguém é obrigado a seguir a méda de notas publicada lá. Cada um tem a sua opinião sobre o jogo. Não gostou? Bola pra frente e bora jogar outra coisa.

    recentes

    populares

    • Matheus Santos
      2015-03-25T09:47:15  

      Cara, parei de ler o seu comentário na parte do metacritic... Ninguém é obrigado a seguir as médias publicadas lá. Não gostou do jogo? Bora jogar outra coisa.

  • Rafael Monteiro
    2015-03-25T14:11:24

    Decepção. Modo multiplayer muito fraco com os bonecos mal feitos. Joguei 30 minutos e desisti.... volteiro para o BF4.

  • Ivan.caldas
    2015-03-25T12:04:21

    Pago Cincão nele.

  • Fabricio Braga
    2015-03-25T10:41:16

    Jogo muito bacana mesmo. Novos modos de jogo e uma temática diferente. O pessoal que reclama não entende que este jogo não é pra ser comparado com BF4, porque a temática é outra. Este jogo não é uma sequencia de BF, ele um spin-off! Se você deixar de lado a idéia dos BFs anteriores e aproveitar esse jogo como ele é, certamente vai se divertir! Recomendo o jogo.