Celular

NOTA tt
7.0

Review BlackBerry Curve 3G 9300

Os celulares BlackBerry da RIM sempre foram muito populares nos ambientes corporativos, já que tem como destaque as conexões com os sistemas de empresas e com e-mails corporativos, além de sua segurança, talvez seu maior diferencial. Com o Blackberry...

Stella Dauer
por
em

Os celulares BlackBerry da RIM sempre foram muito populares nos ambientes corporativos, já que tem como destaque as conexões com os sistemas de empresas e com e-mails corporativos, além de sua segurança, talvez seu maior diferencial. Com o Blackberry Curve 3G, a empresa mantém o foco do aparelho, mas traz um modelo mais barato que inclui ainda funções voltadas para o entretenimento do usuário.

Design

A melhor característica do design do Curve é o tamanho. O aparelho é pequeno e leve, com pouco mais de 100 gramas. Além disso, ele é compacto e possui boa pegada, permitindo até que o usuário digite no seu teclado QWERTY com só uma das mãos. Sua borda possui acabamento em plástico brilhante cinza escuro, o que dá um ar moderno ao celular.

Mas como o acabamento é todo em plástico, o Curve perde um pouco na questão da elegância. Ele não é feio, mas se assemelha a muitos outros aparelhos com teclado físico de menor qualidade. Os modelos mais antigos da Nokia, por exemplo, são bem parecidos com ele, embora o design da tela na horizontal tenha sido ideia da RIM.

BlackBerry Curve 3G (Foto: Reprodução/Stella Dauer)BlackBerry Curve 3G (Foto: Reprodução/Stella Dauer)

No lado esquerdo do aparelho fica a entrada para fone e o botão de discagem por voz, todo coberto por borracha. O mesmo segue no lado direito, onde os botões de volume e câmera também são emborrachados, evitando entrada de sujeira. Há ainda um buraco para entrada de chaveiro e enfeites. Embaixo fica apenas o microfone, mas em cima, além de uma saída de som, encontramos três botões multimídia para controlar músicas.

Na frente encontramos a saída de som, um sensor de luz, a tela, o trackpad, quatro botões do sistema e o teclado QWERTY completo. Na traseira fica apenas a câmera e o logotipo da RIM. Essa traseira é toda emborrachada, ajudando na pegada, já que adere bem melhor à mão e superfícies escorregadias.

Tela

A tela é pequena, com apenas 2.4 polegadas, e não é de toque. Para quem está acostumado a smartphones com touchscreen, demora para se acostumar com um trackpad sensível ao toque e uma tela comum. Ela é uma TFT LCD, com resolução de 320 x 240 pixels com 65 mil cores. Em questão de números, é bem pouco. Mas o sistema foi bem pensado para o modelo, e a tela transmite uma resolução de qualidade e tem boas cores.

BlackBerry Curve 3G (Foto: Reprodução/Stella Dauer)BlackBerry Curve 3G (Foto: Reprodução/Stella Dauer)

Hardware e processamento

O processador é simples, com apenas 624 MHz. A memória RAM é de 256MB, que é suficiente para o bom funcionamento do aparelho. Pelo tamanho da tela, ele não mostrou problemas em nenhuma tarefa executada no aparelho.

O dispositivo é triband, então pode não funcionar com todas as operadoras brasileiras. Por isso, é melhor conferir antes de comprar. Nas conexões sem fio, está bem servido, pois vem com Wi-Fi, 3G, GPS e Bluetooth 2.1 para conexão de fones sem fio e transmissão de dados a curta distância.

Câmera

A câmera não é o forte do Curve. Com apenas 2 megapixels, sem flash e autofoco, ela não é indicada para registros importantes, e sim para fotos simples do dia-a-dia. Em situação de pouca luz, apresenta muito granulado. A câmera ainda grava vídeos, que também não possuem muita qualidade.

O Blackberry não possui qualquer tipo de ajuste para as fotos, apenas automático e noturno. Entretanto, possui um botão exclusivo para os cliques, o que é uma boa vantagem em relação a outros aparelhos. Com o GPS, faz a geolocalização das fotografias.

BlackBerry Curve 3G (Foto: Reprodução/Stella Dauer)BlackBerry Curve 3G (Foto: Reprodução/Stella Dauer)

Sistema operacional e usabilidade

O Curve já vem com o BlackBerry OS 6, o sistema operacional mais atualizado para smartphones da RIM. Quem está acostumado a mexer em aparelhos com sistemas como iOS, Symbian e Android, vai de início estranhar esse sistema, que é bem diferente.

O trackpad é o botão principal de ação do aparelho, e funciona com o deslize suave do dedo por cima dele. Com este gesto, você navega por todos os menus e até joga os games disponíveis. Dá de dez a zero em cima dos trackpads desenvolvidos pela Motorola, ainda mais porque toda a home e os menus se adaptam facilmente a esse sistema.

Seu teclado QWERTY ajuda muito na usabilidade, pois permite escrever mensagens rapidamente. Ele é bem completo, inclusive com símbolos como alt, arroba e outros, além de ser multitarefa e possuir o sistema push para e-mails - ou seja, ele só gasta dados quando recebe uma mensagem eletrônica.

BlackBerry Curve 3G (Foto: Reprodução/Stella Dauer)BlackBerry Curve 3G (Foto: Reprodução/Stella Dauer)

Quando se trata se segurança, é bom lembrar que esse é o forte do BlackBerry. Todas as informações são criptografadas por AES ou DES triplo com o BlackBerry Enterprise Server, o sistema feito para acesso a informações de empresas.

Aplicativos

Produtos da RIM possuem um aplicativo em particular que é o preferido de todos. O BlackBerry Messenger permite trocar mensagens instantâneas de modo particular ou em grupos, compartilhar fotos e mostrar para seus contatos que horas são na sua cidade ou que música você está ouvindo. Muitas operadoras oferecem pacotes para esse serviço, permitindo que os usuários troquem centenas de mensagens o dia todo.

O Curve vem também com a suíte completa DataViz Documents to Go, permitindo edição e visualização de documentos no formato Word, Excel e PowerPoint. O BlackBerry Mapas, em conjunto com o GPS, ajuda a navegação com várias opções de rota. O aparelho ainda traz calendário, jogos e até o Bridge, que permite conectar o celular ao Playbook, o tablet da RIM.

BlackBerry Curve 3G (Foto: Reprodução/Stella Dauer)BlackBerry Curve 3G (Foto: Reprodução/Stella Dauer)

A empresa afirma ter na BlackBerry App World, sua loja de aplicativos, mais de 5 mil itens. Perto das lojas do iOS e do Android, isso é bem pouco, mas esse quantidade é suficiente para contar com diversos serviços, basta saber garimpar os corretos.

Entre esses 5 mil apps, vários já estão em português. Além disso, estão disponíveis muitos aplicativos brasileiro, como Bradesco, Itaú, Navita Translator, O Globo, Apontador, Mercado Livre, Buscapé, CBN, Placar UOL, Exame, Climatempo, entre outros.

Vários apps muito úteis e famosos, como Facebook, LinkedIn, Twitter, MSN, Google Talk e Foursquare já estão disponíveis na loja. Também há jogos interessantes, como o Bejewled, Tetris, Doodle Jump e NOVA.

Música e mídia

Para escapar um pouco da fama de corporativismo, a RIM incluiu no Curve botões especiais dedicados ao controle de mídia, na parte superior do aparelho. São botões de play, pause e passar/voltar a música. O botão play é ainda um atalho para a seção de mídias do aparelho. 

Uma das desvantagens do smartphone é a sua entrada para fones, que fica na lateral e atrapalha bastante na hora de colocar o aparelho no bolso para ouvir músicas. Outro ponto fraco é o som externo, que é até bem alto, mas tem pouca qualidade. Os agudos são bons, mas faltam os graves.

BlackBerry Curve 3G (Foto: Reprodução/Stella Dauer)BlackBerry Curve 3G (Foto: Reprodução/Stella Dauer)

No som interno o agudo também é bem pronunciado, mas faltam os graves. O estéreo é razoável, mostrando que o fone que o acompanha é melhor para realizar ligações do que para escutar músicas. Os arquivos de áudio suportados são os em formato MP3, AMR-NB, AMR-WB, QCELP EVRC, AAC-LC, AAC+, eAAC+ e WMA9.

Na reprodução de vídeos ele também é médio. Passa sem engasgar, mas sua tela pequena e de baixa definição não permite alta qualidade. Ainda assim, serve perfeitamente para passar seriados e filmes quando se está no aperto de um ônibus ou na fila do banco. Ele aceita nativamente os formatos MPEG4, H.263, H.264 e WMV9.

Bateria e armazenamento

Ele possui apenas 256MB de memória interna, para tentar remediar (sem sucesso) esse detalhe, a RIM envia junto um cartão de memória microSD de 1GB, o que ainda é pouco. Por sorte, ele aceita cartões de até 32GB, o que resolve o problema.

BlackBerry Curve 3G (Foto: Reprodução/Stella Dauer)BlackBerry Curve 3G (Foto: Reprodução/Stella Dauer)

Sua bateria não dura muito, chegando a 5 horas e meia com a conexão 3G ligada. Em espera ele pode passar mais de dois dias sem descarregar.

O que vem na caixa

Na caixa encontramos o aparelho, bateria, um cabo USB, carregador de tomada, fones de ouvido convencionais e manuais.

Ficha técnica

Tela: 2.4 polegadas  
Resolução de tela: 320 x 240 pixels 
Sistema operacional: BlackBerry OS 6.0 
Rede: GSM/3G/EDGE 
Armazenamento: 256MB internos, microSD de 1GB 
Câmera: 2 megapixels
Flash: Não 
Conectividade: Wi-Fi b/g/n /Bluetooth 2.1 / 3G / USB 2.0 
Sincroniza com PC: Sim
Dimensões: 11 x 6 x 1,4 cm 
Peso: 104g  
Autonomia de bateria: Até 348h em stand-by / Até 5h30 em conversação  

Nota TechTudo

NOTA tt
7.0
Design
7
Desempenho
8
Custo-benefí­cio
8

Prós

  • * Trackpad especial;
  • * Segurança no envio de dados;
  • * Botões dedicados à mídia.

Contras

  • * Câmera de baixa qualidade;
  • * Bateria dura pouco;
  • * Entrada para fones fica na lateral.
Seja o primeiro a comentar

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

recentes

populares