Jogos de RPG

NOTA tt
9.0

Review Bravely Default

Bravely Default respeita o jogo clássico e mostra que a Square Enix ainda sabe fazer bons jogos! Confira o review completo do excelente jogo para Nintendo 3DS.

Felipe Vinha
por
em

Bravely Default não é apenas semelhante à série Final Fantasy, como é considerado o sucessor espiritual de Final Fantasy: The 4 Heroes of Light. O título, disponível para o portátil 3DS, traz consigo o estilo clássico dos combates da série de RPG com ideias inovadoras que você pode acompanhar aqui na nossa análise.

League of Legends: Riot começará a testar partidas com 6 jogadores

Bravely Default (Foto: Divulgação)Bravely Default (Foto: Divulgação)


Uma saga emocionante

Seu sistema e história são baseados em um dos jogos da série Final Fantasy. Sejam em seus quatro personagens característicos, design ou até mesmo o nome das magias, todo o seu universo parece fazer parte da clássica franquia de RPG. Até mesmo aquele bom toque de humor. Mas diferente dos jogos anteriores, seu nome é apenas o começo das inovações acrescentadas nesse novo título da Square Enix.

Bravely Default (Foto: Divulgação)Bravely Default (Foto: Divulgação)

Assim como no clássico, sua história começa na introdução dos quatro personagens principais, com direito a belas animações. Seus caminhos se cruzam quando um garoto do campo chamado Tiz Arrior, e a sacerdotisa do cristal do vento, Agnès Oblige, se unem para reviver os cristais elementais. Uma jornada que levará os guerreiros a enfrentar criaturas, desafios e até mini games nas próximas horas de jogo – e que serão muitas.

Um RPG inovador

Diferente de outros jogos do gênero, Bravely Default não possui um sistema de criação de personagens. Os quatro guerreiros vem com aparências e habilidades predefinidas, mas que podem ser modificadas, ao longo da história, com roupas até bem estilosas. Seus comandos são simples e parte deles pode ser realizada com o uso da tela sensível ao toque do 3DS. O jogo não desaponta neste passo inicial e é bem completo, com direito a pequenos tutoriais a cada função nova que é apresentada ao jogador.

Bravely Default (Foto: Divulgação)Bravely Default (Foto: Divulgação)

Como todo jogo do gênero, seu sistema de combate é baseado em turnos e encontros aleatórios pelo mapa. Mas como diferencial esse sistema é baseado em seu nome, Bravely Default, que traz diferentes inovações e possibilidades estratégicas.

Uma delas é seu principal sistema de ataque, com duas habilidades chamadas “Brave” e “Default.” O jogo conta com um sistema de marcadores em combate que começa do zero. Usando a habilidade “Brave” o jogador pode adquirir vantagem durante os turnos e usar até quatro movimentos a mais.

Ao escolher “Default” o jogador entra em modo de defesa com seu personagem e guarda um movimento para usar depois. Aqui você pode decidir que estratégia quer usar. É claro que a cada ataque, seu marcador ganha um ponto negativo. Por exemplo, se você utilizar “Brave” quatro vezes, depois ficará quatro turnos sem atacar. Mas nada com um ataque especial, os clássicos Break Limit, para dar uma ajuda nessas horas.

Bravely Default (Foto: Divulgação)Bravely Default (Foto: Divulgação)


Jogabilidade equilibrada

Como uma jogada de mestre, Bravely Default parece corrigir os erros dos jogos anteriores e deixa a jogabilidade mais agradável. Seu sistema também permite que você acelere e velocidade em combate, excelente para ganhar níveis mais rápido, ou use a habilidade “Bravely Second” – curiosamente o nome de sua sequência que já está em produção – para congelar o tempo e atacar quantas vezes puder.

A quantidade de vezes é determinada por uma ampulheta no meu principal, com pontos chamados “Sleeping Points.” Para ganhar mais – com o máximo de três – você precisa deixar seu 3DS em modo de descanso, sendo um ponto para cada 8 horas. Ou você pode comprar uma poção para recuperá-los com dinheiro real. Não se preocupe, essa é a única microtransação presente no jogo e é praticamente irrelevante.

Bravely Default (Foto: Divulgação)Bravely Default (Foto: Divulgação)

Este tipo de inovação acrescenta novas ideias ao clássico sistema de combate da série, dando a Bravely Default uma personalidade única, que se esforça para ser diferente sem perder certas tendências de sucesso. Felizmente, seu sistema de classes funciona muito bem. Estas, chamadas de “Jobs,” podem ser desbloqueadas ao longo do jogo, em um total de 24 opções para o jogador escolher, algumas delas bem clássicas – lembrando principalmente outros títulos da série como Final Fantasy V.

Na verdade, muitos elementos de Bravely Default parecem ter se inspirado em outros jogos da série Final Fantasy. Como as habilidades que cada personagem aprende nas “Jobs” e que podem ser usadas em diferentes classes, permitindo misturas variadas de habilidades para que o jogador use a estratégia mais adequada para o momento.

Bravely Default (Foto: Divulgação)Bravely Default (Foto: Divulgação)

No geral, o jogo arrisca em tentar agradar os fãs de longa data da série e consegue com sucesso, até mesmo acrescentando inovadoras ideias para melhorar a antiga jogabilidade. Esta que não deixa a desejar e se mostra eficaz em sua simplicidade, perfeitamente encaixada nos comandos e tela sensível do 3DS. É uma experiência gratificante para qualquer jogador, sem dificuldade em encontrar menus ou comandos.

Multiplayer e mais

Para expandir essa experiência, principalmente por se tratar de um jogo portátil, Bravely Default acrescenta elementos novos ao gênero do RPG. De forma criativa, o jogo conta com diferentes modos multiplayer, onde o jogador pode contar com a ajuda de seus amigos em mini games ou combates.

Bravely Default tem o design digno de um jogo da série Final Fantasy. Seus ambientes são como belíssimas pinturas que se transformam em cenários 3D. Seus personagens são caprichados, além dos monstros inspirados em clássicos da franquia. Apesar de ser uma versão para um portátil, o jogo não faz feio e demostra que é possível fazer muito com muito pouco.

Bravely Default (Foto: Divulgação)Bravely Default (Foto: Divulgação)

Outro ponto que se destaca são os combates, com animações fluidas e efeitos de impressionar no portátil da Nintendo. O jogador também se depara com uma variedade de criaturas, muitas delas clássicas da série, com designs bem fieis aos clássicos. As cores dos cenários são bem vivas, deixando seus ambientes muito charmosos. Mas o grande destaque está em seus personagens, bem detalhados e carismáticos, principalmente com a emoção dada a excelente dublagem.

Conclusão

Bravely Default prova ser um verdadeiro representante da série Final Fantasy. Mas apesar de manter os elementos clássicos da série, ele inova e cria personalidade própria com suas novas ideias no sistema de combate e elementos que deixam a jogabilidade muito mais agradável. Com uma narrativa cativante e uma boa dose de humor, espere por muitas horas e referências da série, além de uma jogabilidade bem adaptada ao 3DS. Seus belos cenários são um extra que deixam seu visual ainda mais fantástico e com as características de um RPG da Square Enix.


O que você espera de Final Fantasy XV? Opine no Fórum do TechTudo.

Nota TechTudo

NOTA tt
9.0
Gráficos
9
Jogabilidade
9
Diversão
9
Som
9

Prós

  • - Cenários muito bonitos
  • - Batalhas divertidas e criativas
  • - Muitas inovações ao gênero RPG
  • - Game design muito caprichado
  • - Personagens carismáticos

Contras

  • - Efeito 3D mal utilizado do 3DS
  • - Diálogos um pouco sem graça
Seja o primeiro a comentar

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

recentes

populares