Gamepad

NOTA tt
7.0

Review Controle sem fio Xbox One

Mudanças vão desde os botões até interação com o Kinect 2.0, porém não apresenta novidades na forma de alimentação; confira o review completo.

Murilo Molina
por
em

O Xbox One chegou ao mercado com diversas novidades como integração com a TV e a possibilidade de gravar partidas e fazer upload diretamente pelo console, mas talvez a mudança mais impactante a curto prazo seja o novo controle, que apresenta mais de 40 melhorias em relação ao modelo do Xbox 360. Leia a análise completa:

Confira também o review do Xbox One.

Review: conheça o controle do Xbox One (Foto: Reprodução/Débora Magri)Review: conheça o controle do Xbox One (Foto: Reprodução/Débora Magri)

Em time que está ganhando…

Logo após segurar o controle do Xbox One por alguns segundos, a sensação é quase sempre a mesma – ele é praticamente o mesmo do Xbox 360. Isso foi planejado pela Microsoft, que preferiu não mexer muito no time vitorioso.

Apesar do formato mais reto, e aparentemente menos ergonômico, o controle do Xbox One tem exatamente a mesma pegada e layout de botões do irmão mais velho. O material da carcaça parece um pouco mais fosco, mas mantém a textura peculiar dos joysticks da empresa.

Um estudo um pouco mais cuidadoso revela as quase 50 melhorias prometidas pela empresa, que vão desde os analógicos até a alimentação do controle. As mudanças, claro, não são todas exatamente melhorias.

Review: conheça o controle do Xbox One (Foto: Reprodução/Débora Magri)Review: conheça o controle do Xbox One (Foto: Reprodução/Débora Magri)

Gatilhos vivos

A diferença mais chamativa está nos gatilhos LT e RT, posicionados na parte superior do controle. Os gatilhos agora são mais largos e curvos, ocupando praticamente todo o topo do controle. O botão é um tanto mais leve para pressionar e tão preciso quando o anterior.

Os gatilhos também ganharam um sistema de vibração dedicado, que funciona exatamente como o feedback visto em tantos outros controles. Tiros, pancadas e freadas bruscas podem ser sentidas diretamente na ponta dos dedos. A função ainda não foi muito aproveitada pelas desenvolvedoras, mas funciona de forma satisfatória e deve aparecer com cada mais frequência nos futuros games para a plataforma.

Review: conheça o controle do Xbox One (Foto: Reprodução/Débora Magri)Review: conheça o controle do Xbox One (Foto: Reprodução/Débora Magri)

Direcional digital bom, bonito e barulhento

Outra ótima notícia para os jogadores, especialmente os fãs de lutas e jogos de plataforma 2D, foi a chegada do novo d-pad, que substitui a péssima “seta” do controle do 360.

O direcional, posicionado exatamente no mesmo lugar de antes, agora está na mesma altura dos mesmos botões e tem o formato de cruz. O acesso aos botões está mais fácil, incluindo as diagonais, tão problemáticas na versão anterior.

O botão agora emite feedback aos comandos com uma espécie de clique, mais ou menos como o visto no d-pad do Playstation Vita, ou mesmo em um mouse de computador. O sistema adiciona precisão à jogatina, mas é um tanto barulhento.

Review: conheça o controle do Xbox One (Foto: Reprodução/Débora Magri)Review: conheça o controle do Xbox One (Foto: Reprodução/Débora Magri)

Adeus Start/Select

A hegemonia dos botões Start e Select, presentes em praticamente todos os controles desde os anos 80, parece ter finalmente chegado ao fim. Substituídos no controle do PS4, os botões também perderam espaço no Xbox One, dando lugar a Menu e View, que apesar dos nomes, funcionam exatamente como os finados botões.

Eles têm bom tamanho e funcionam como o esperado, mas parecem estar posicionados um pouco mais alto do que de costume. Depois de algumas horas é fácil se acostumar com a nova localização.

Analógicos em forma

As alavancas analógicas foram um dos aspectos menos mudados no novo controle do Xbox One. Os botões mantém praticamente a mesma tensão dos anteriores, assim como o material.

As pontas estão um pouco menores e mais côncavas, facilitando o encaixe das pontas dos dedos e evitando incômodos deslizamentos. Elas ganharam uma nova textura, que ajuda com mais atrito, melhorando a precisão.

Acompanhando a febre de acessórios para alongar os analógicos dos controles, a Microsoft aproveitou para deixar as alavancas mais altas, garantindo precisão extra em jogos de tiro, por exemplo.

Review: conheça o controle do Xbox One (Foto: Reprodução/Débora Magri)Review: conheça o controle do Xbox One (Foto: Reprodução/Débora Magri)

Prontos para ação

Os botões de ação também pouco sofreram com as alterações do novo controle, se parecendo muito com os quatro botões vistos no 360, tanto em precisão quanto na pegada.Os comandos estão um pouco mais próximos uns dos outros, e parecem mais baixos. Os botões não têm nenhum sensor de pressão, facilitando as coisas para quem sofria com a instabilidade dos comandos.

O velho botão guia, usado para ligar, desligar e acessar as opções do Xbox está de volta e de cara nova. Agora com uma bonita iluminação branca, o botão fica no topo do controle e cumpre as velhas tarefas com ainda mais estilo.

Review: conheça o controle do Xbox One (Foto: Reprodução/Débora Magri)Review: conheça o controle do Xbox One (Foto: Reprodução/Débora Magri)

Bumpers da discórdia

Com tantos acertos, um deslize ou outro eram esperados. A vítima do gosto duvidoso do design foram dos bumpers (LB e RB), que criam algumas dificuldades no uso.

Localizado na frente dos gatilhos, eles também ocupam praticamente todo o topo do controle, se tornando botões enormes e finos. O problema é que nem todas as partes conseguem ativar o botão de forma satisfatória.

Isso faz com que o botão simplesmente não funcione quando pressionado da forma errada. A adaptação é um tanto complicada, já que é preciso sair dos confortáveis gatilhos e rumar para a extremidade do controle, onde os comandos são mais funcionais.

O retorno das pilhas

Outro ponto de discórdia entre os jogadores foi o retorno das pilhas como fonte de alimentação principal do controle. Elas até geram certo conforto, com a possibilidade da troca de unidades usadas por outras completamente recarregadas, mas podem terminar gerando custo adicional aos jogadores.

A Microsoft ainda oferece um kit com bateria e carregador, mas a opção não é inclusa na caixa e custa mais caro do que pilhas recarregáveis, não trazendo lá muito benefício ao jogador.

A boa notícia é que o controle pode ser usado com fio sem a necessidade de qualquer pilha ou bateria. Basta ligar um cabo micro USB (não incluso) ao controle e ao console e aproveitar a jogatina sem problemas.

Review: conheça o controle do Xbox One (Foto: Reprodução/Débora Magri)Review: conheça o controle do Xbox One (Foto: Reprodução/Débora Magri)

Acessórios, sensor de movimentos e IR

O controle ainda traz uma entrada para headset, localizada em sua parte inferior. Infelizmente, só é possível ligar acessórios feitos especialmente para o Xbox One, o que deixa de fora fones ótimos e caros feitos para o 360. A Microsoft prometeu um adaptador em breve.

Seguindo a tendência, o novo joystick também tem um sensor de movimentos básico, que pode ser usado para chacoalhadas e comandos do gênero. No jogo Dead Rising 3, por exemplo, é necessário balançar o controle para se livrar de inimigos.

O controle também se comunica com o console pelo Kinect e um sensor IR. Com isso o videogame reconhece trocas de controle ou mesmo que o jogador deixou o controle de lado pra ver um filme ou ouvir música. Isso coloca o Joystick em modo de economia, poupando a bateria.

O Xbox One acompanha um controle, mas reconhece até oito joysticks conectados ao mesmo tempo. Joysticks separados podem ser encontrados à venda em grandes lojas de varejo por pouco mais de R$ 250.

Conclusão

Com melhorias em diversos aspectos, o controle do Xbox One se mantém como uma opção sólida para os mais variados estilos de jogo. Com ótimos analógicos, boa pegada e os incríveis novos gatilhos, o controle só falha nos bumpers temperamentais e na falta de uma bateria interna.

Já se decidiu entre Xbox One ou Playstation 4? Acesse o fórum do TechTudo e deixe a sua opinião.

Nota TechTudo

NOTA tt
7.0
Design
9
Funcionalidades
8
Desempenho
7
Custo-benefício
6

Prós

  • - Ótimos gatilhos
  • - Boa pegada
  • - Comunicação com o Kinect
  • - Analógicos precisos
  • - Botões bem posicionados

Contras

  • - Bumpers duros e teimosos
  • - Uso de pilhas
  • - Caro
Seja o primeiro a comentar

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

recentes

populares

  • Welington França
    2013-12-18T17:03:23  

    Ridículo reclamar que o controle usa pilhas...quem reclama não se da conta que existem baterias recarregaveis para o controle, a Microsoft pelo menos te da a opção de usar pilhar comuns, pilhas recarregaveis ou a bateria recarregavel do controle. Não gosta de pilha? Usa a bateria recarregavel e um cabo usb pra carregar o controle quando ela acabar sem precisar parar de jogar. Muito melhor isso do que uma bateria interna que voce nao pode trocar, e que um dia vai parar de funcionar....

    recentes

    populares

    • Welington França
      2013-12-18T17:03:23  

      é mais as pilhas podem te incomodar, pensa vc no meio da game play e aí acaba a pilha e param de funcionar?? só se vc ficar jogando o controle no chão adoidado

    recentes

    populares

    • Welington França
      2013-12-18T17:03:23  

      André Volkmann ele fica piscando um dia antes de acabar a energia das pilhas, se vc não vê vc é cego

  • Paulo Lima
    2015-06-14T21:48:05

    estagiário ataca novamente, deram 7 pro melhor controle já feito

  • Vitor Santos
    2013-12-13T10:40:20  

    Pilhas num controle como esse parece ser coisa de criança, agora bateria não, da um ar a mais de coisa de adulto.

    recentes

    populares

    • Vitor Santos
      2013-12-13T10:40:20  

      tenho certesa qe futuramente eles vão lançar uma bateria pro do ONE igual teve pro 360

    recentes

    populares

    • Vitor Santos
      2013-12-13T10:40:20  

      Mesmo no meu 360 eu utilizo as pilhas recarregáveis, e acho que está de bom tamanho.

  • Karot Bunny
    2014-04-09T16:31:03

    Nunca entendi esses sonystas falando mal de usar pilhas no meu xbox 360 meus controles são a bateria e no meu xbox one também meu xbox one o meu controle é bateria e os outros 3 a pilha por que não uso eles todos os dias.

  • Elker Carmo
    2014-02-09T12:27:06

    as pilhas sao melhors que a bateria vc por exemplo compra 4 pilhas recarregveis usa 2 e quando ela acabar ja tem outras 2 na mao

  • Gledson Santos
    2013-12-13T18:21:36  

    "Mas ainda usa pilhas"...Não vejo problema algum em usar pilhas, o que não faltam são baterias recarregáveis para controles de Xbox, mas com certeza é muito mais incomodo ficar colado na TV esperando recarregar o controle do que simplesmente trocar as pilhas e continuar jogando.

    recentes

    populares

    • Gledson Santos
      2013-12-13T18:21:36  

      vc pode jogar carregando! : )

    recentes

    populares

    • Gledson Santos
      2013-12-13T18:21:36  

      Gledson, vc pode jogar carregando e vou dar um exemplo aki de como as pilhas podem atrapalhar, pensa vc jogando FIFA aí pega e acaba a pilha na hora em que vc ia fazer um gol, ou então vc perde a bola e leva um gol, com bateria ele te avisa que ela está acabando e vc coloca no cabo e continua jogando

  • Caio Queiroz
    2013-12-13T10:47:48  

    Pilhas kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

    recentes

    populares

    • Caio Queiroz
      2013-12-13T10:47:48  

      uhasuhsauhsauhas' Tecnologia atual não pera....

    recentes

    populares

    • Caio Queiroz
      2013-12-13T10:47:48  

      E daí tio frescura

  • Radames Silva
    2013-12-13T19:42:30

    Esse Murilo Molina não passa de um sonista isso sim.

  • Wesley Araujo
    2013-12-13T19:18:05  

    Nossa, é um absurdo eles ainda utilizarem pilhas. Quase tudo hoje usa bateria: Headsets, Câmeras Fotográficas, Brinquedos Infantis e Adultos... Mas a Microsoft teima em usar pilha, isso é uma vergonha, hoje temos até relógios de pulso que utilizam bateria recarregável, Telefones Fixos já adotaram isso. Realmente estou tentando entender a lógica em usar pilhas se elas são ecologicamente erradas, não conseguem segurar a carga por muito tempo de uso, não possuem grandes capacidades energéticas e precisam ser trocadas (mesmo que para recarga), sendo que a bateria poderia ser carregada em uso.

    recentes

    populares

    • Wesley Araujo
      2013-12-13T19:18:05  

      se for falar de ecologicamente correto as pilhas são melhores... primeiro que esse negocio de ter que trocar sempre depende da qualidade das pilhas que vc compra.. do mesmo jeito que as baterias evoluíram as pilhas também... já tem pilhas que duram mais de 1000 cargas.. e segundo amanha se o controle quebrar com a pilha da pra tirar e usar em outro aparelho.. a bateria vai pro lixo junto com o controle

    recentes

    populares

    • Wesley Araujo
      2013-12-13T19:18:05  

      Eduardo Costa desculpe te dizer mas as baterias de hoje elas não viciam pois possuem uma tecnologia que não fazem elas NUNCA perderem sua capacidade ex: O controle pode ficar horas sem recarregar e mesmo daqui 6 anos serão as mesmas horas! : ) Outra aspecto, sim baterias não são ecológicas porém, vc usa apenas 1 e pilhas são duas e quando tem aqueles que não tem recarregáveis ou seja, varias pilhas! vcs gastam dinheiro com pilha ! E para recarregar é mais rápido do que a quantia q usou por exemplo: Usei uma hora recarrega em 10 min! As baterias não viciam a um bom tempo ! Se atualize!

  • Marcus Santiago
    2013-12-16T10:56:09

    Bom mesmo era o controle do Master. Super anatômico e não precisava de pilha o bateria!

  • Vitor Silva
    2013-12-13T14:01:39  

    Esses sonistas criticam tanto o uso de pilhas, mas não ve que é bem mais comodo vc trocar a pilha quando acabar, do que ter que correr atras de um carregador para ligar no console, assim fica preso com aquele fio.

    recentes

    populares

    • Vitor Silva
      2013-12-13T14:01:39  

      Cara pois eu vou no mercadinho do lado de casa e em pouco tempo posso jogar uma partida com 4 amigos em casa e a tua bateria descarregada, como faz? Dar uma opção a mais não é desvantagem seu cego!

    recentes

    populares

    • Vitor Silva
      2013-12-13T14:01:39  

      Eu comprei 4 pilhas recarregáveis, assim quando as pilhas do controle descarregam, basta apenas trocar por duas recarregadas e colocar as duas descarregadas no carregador. Simples assim!

  • Renan Souza
    2013-12-13T14:25:54  

    Não vejo problemas com pilhas, mas se for esse o motivo dele ser ruim, compra a Play'N Charge que resolve-se o problema com as pilhas. E o valor é o mesmo do DualShock 4, então... gosto é gosto..

    recentes

    populares

    • Renan Souza
      2013-12-13T14:25:54  

      Lucas Barbosa: Então, suas pilhas duram 16 horas e uma carga no controle do PS3 dura umas 25 horas

    recentes

    populares

    • Renan Souza
      2013-12-13T14:25:54  

      Wesley Araujo cara vc não leu o que o Renan falou ou não sabe o que é o kit play 'n charge, correto? Pois vá dar uma olhada primeiro... Outra coisa, no dia que sua bateria ficar viciada e não durar o primeiro round num game de luta, vc vai querer poder ter a opção de ir na esquina e comprar umas pilhas a 3 reais pra continuar seu jogo...

  • Laerte Renck
    2013-12-13T23:47:42  

    Estou a 4 anos com os mesmos dois pares de pilhas recarregáveis, um de 2300 mah e outro de 1100 mah para quando o outro está carregando, as pilhas de 2300 duram uns 4 dias e claro, tem outras pilhas de capacidade de carga maior que duram mais tempo, portanto, não vejo as pilhas serem o problema, quem usa sabe que não é.

    recentes

    populares

    • Laerte Renck
      2013-12-13T23:47:42  

      A Bateria dos meus controles de PS3 duram umas 2 semanas tranquilamente, mesmo com o recurso de vibração ligado. Se vc utilizar o controle com bateria vc verá que realmente é melhor, é só pegar e jogar despreocupadamente, e quando precisar de uma recarga pode conectá-lo ao USB e continuar usando ou ligar um outro enquanto carrega o anterior (que é o que faço). A Bateria do meu Headset da Sony (pulse, próprio para o PS3) dura uns 3 ou 4 dias, usando ele pra ouvir o áudio do jogo, além das conversar multiplayer, e ele também pode ser usado enquanto recarrega, então não fico sem usar ele.

    recentes

    populares

    • Laerte Renck
      2013-12-13T23:47:42  

      Wesley Araujo o mesmo vale pro kit play & charge pro xone, liga na usb e continua jogando, não entendi a discussão, a diferença é que inicialmente o xone vem com a opção mais fácil e barata de se encontrar: pilhas.

  • Ursinho
    2013-12-13T18:18:22  

    Sou caixista! Mas esse analógico do Xone está muito mole, podia ser um pouco mais digamos ... rígido ou coisa do tipo , de resto está perfeito em tempo resposta.

    recentes

    populares

    • Ursinho
      2013-12-13T18:18:22  

      acho melhor assim, dá mais prescisão

  • Radames Silva
    2013-12-13T19:46:28

    Eu tenho 4 pares de pilhas recarregáveis, uso no controle de auto-modelo e nos controles do xbox e nem troco por bateria nenhuma!

  • Renan Souza
    2013-12-13T15:56:43  

    Bom. Não sei a qualidade dos controles da Sony, mas eu tenho o Xbox 360 Arcade desde 2006 e nunca troquei os meus controles, pilha sim, mas controle não. E não pretendo trocar, pois ainda estão em ótimo estado.

    recentes

    populares

    • Renan Souza
      2013-12-13T15:56:43  

      Os Controles do PS3 são bons, e a bateria dura muito. Jogo 3 horas por dia e ele aguenta uns 8 dias de uso, mesmo com a vibração ligada. Apenas jogos que vibram demais (corrida e luta) que essa autonomia diminui, mas ainda assim dura uma semana. Tenho 2 controles, quando um acaba a bateria eu coloco pra carregar pelo USB e uso o outro (ou ele mesmo ligado ao USB). Não tenho problemas com nenhum dos comandos, o controle é confortável, resistente a quedas e tem bom alcance. Não sei porque a M$ não adotou a bateria interna nos novos controles, pois é só usar um cabo USB pra carregar e dura muito.

  • Eduardo Lopes
    2013-12-13T14:43:04

    O que seria uma EGEMONIA?

  • Leonardo Sensui
    2013-12-13T11:59:02

    nem aquapad usava pilhas kkkkkkkkkk

  • Nicholas Abreu
    2013-12-13T10:20:53

    me decepcionou muito o controle com pilhas.