Jogos de corrida

NOTA tt
8.0

Review Driver: San Francisco

Um dos primeiros games a misturar corrida e ação em 3d está de volta. Driver San Francisco inova a série permitindo que o jogador controle a mente de motoristas em um enredo pra lá de fantasioso. Confira:

Fernando Cezar
por
em

Nome: Driver San Francisco
Gênero: Ação / Corrida
Distribuidora: Ubisoft
Plataformas: PS3, Xbox 360, Wii e PCs  

Driver San Francisco (Foto: Divulgação)Driver San Francisco (Foto: Divulgação)

Um dos primeiros games a misturar corrida e ação em 3d está de volta. Driver San Francisco inova a série permitindo que o jogador controle a mente de motoristas em um enredo pra lá de fantasioso. Confira: 

Muito além da realidade 

Driver surgiu como um jogo de corrida repleto de perseguições e fugas em meio a um enredo titpico de um filme policial. O segundo título da franquia, lançado para PSOne, foi um dos primeiros a permitir que o jogador a saísse do carro e andasse pelas ruas da cidade. 

Em Driver San Francisco a novidade fica por conta de se locomover de um carro para o outro através da mente. Apesar de absurda, há uma explicação plausível para isso. Depois de sofrer um acidente durante uma perseguição, o policial John Tanner fica em estado de coma no hospital da cidade. Durante esse período, John começa a ter visões de crimes ocorrendo por toda San Francisco, e cabe ao policial resolve-los para que possa reunir informações que levem ao paradeiro de Jericho, um criminoso procurado e inimigo número 1 do personagem. 

Mesmo com uma boa explicação para os “poderes” do personagem principal, fica difícil dar credibildade a um enredo tão louco quanto o de Driver San Francisco. Isso porque nos acostumamos a jogos com histórias repletas de reviravoltas empolgantes, ao ponto do jogador assistir a boa parte das cenas de animação para entender melhor tudo que acontece.  

Driver San Francisco (Foto: Divulgação)Driver San Francisco (Foto: Divulgação)

O bom é jogar online

O principal modo do jogo é o modo Campanha, onde acontece toda a trama de Driver. Ele poderia ser um grande atrativo do game, mas acaba se complicando e sendo um dos modos mais chatos. Isso porque o game obriga o jogador a cumprir missões secundárias para que a missão principal seja liberada. Se essas missões não fossem tão repetitivas, isso poderia funcionar, mas infelizmente não é o caso. 

O que agrada, e muito, é a forma que o apresenta os modos de integração online com outros jogadores, além de permitir uma integração com as principais redes sociais, como Twitter e Facebook. Driver San Francisco apresenta um grande leque de modos para se aventurar com seus amigos via online. 

E se não bastasse todos esses modos de jogos, o modo online conta com um interessante sistema de evolução. A medida que você aumenta seu nível, itens como ícones do perfil, e até novos tipos de provas, são habilitados. 

Driver San Francisco (Foto: Divulgação)Driver San Francisco (Foto: IGN)

Jogabilidade responde bem

O jogo agrada por rodar a 60 frames o tempo todo, algo que não acontece em todos os jogos deste gênero, e conta com uma boa jogabilidade aonde os veículos respondem bem aos comandos. O que deixa a desejar é a pouca diferença entre os veículos, apenas carros muito grandes (como ônibus e caminhões) se diferenciam bastante dos carros comuns. Do contrário, apenas a aceleração entre modelos mais potentes é de menor porte é diferente.  

O que decepciona é o fato de Driver San Francisco não permitir que o jogador saia do carro e controle o personagem pelas ruas da cidade. O único método de sair do veículo é usando a habilidade de entrar na mente de outros condutores, mas caminhar ou correr, como acontecia em outras versões do game, não é permitido. 

Driver: San Francisco (Foto: Divulgação)Driver: San Francisco (Foto: Divulgação)

Visual que agrada

A reprodução da cidade de San Francisco no game é de arrancar aplausos. Enquanto outros jogos optam por desenvolver cidades fictícias, algumas vezes até baseadas em cidades reais, e ainda sim não conseguem realizar um bom trabalho, Driver encanta com localizações e pontos turísticos reais, encontrados em uma visita à cidade americana.  

As cenas de animação também são bem caprichadas e encantam ao ponto de fazer com que os jogadores prestem atenção em tudo que é apresentado. Mesmo que elas mostrem um enredo tão louco, como foi citado mais acima.

Pena que o sistema de colisão fugiu desses encantos. Isso porque para destruir o seu carro, só batendo muito em muros e em outros veículos. Do contrario, as colisões resultam apenas em pequenos amassados e arranhados na pintura do carro. Uma verdadeira frustração.   

Driver: San Francisco (Foto: Divulgação)Driver: San Francisco (Foto: Divulgação)

Conclusão  

Driver San Francisco inova com seu modo online empolgante, belos gráficos e uma jogabilidade precisa para um jogo que exige muito de seus reflexos. Pena que o enredo louco e as missões repetitivas (e obrigatórias) do modo campanha façam com que você se divirta mais jogando online do que gastando algumas horas tentando completar o jogo.  

 

Nota TechTudo

NOTA tt
8.0
Gráficos
9
Jogabilidade
8
Diversão
8
Som
8

Prós

  • - Gráficos incríveis
  • - Jogo rodando a 60 frames/s
  • - Modalidades online

Contras

  • - Missões muito repetitivas
  • - Enredo fraco
Seja o primeiro a comentar

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

recentes

populares

  • Diego Gonçalves
    2011-12-03T12:00:21

    Boa analise do game! é realmente esse negócio de não poder andar a pé decepciona um pouco mais não é tão 'chato' assim não eu tenho o game e gostei bastante do gráfico,dos carros REAIS,das missões que até que são legais.É um bom jogo mais ainda prefiro MAFIA 2.