Por Diego Borges; Por TechTudo

TechTudo

F1 2017 é um dos jogos de corrida mais esperados do ano. Com versões para PS4, Xbox One e PC, o game aposta no retorno de carros que marcaram época na categoria, novidades em seu Modo Carreira e um Multiplayer online repleto de opções. Confira o nosso review completo do game:

Modo Carreira repleto de inovações

O principal modo de F1 2017 é o Carreira. Nele, você inicia a sua jornada na maior categoria do automobilismo mundial rumo ao título de campeão. Mas, para isso, será necessário encarar uma jornada que se inicia desde a rivalidade interna com seu companheiro de equipe, até conhecer melhor o seu carro e adaptá-lo para os melhores ajustes.  

E em relação a esses ajustes é que aparece a primeira grande novidade de F1 2017. Agora há um sistema de evolução de componentes do seu carro, similar a um sistema de evolução de habilidades em jogos de RPG. Nele, você precisa optar por melhorar determinadas partes do seu veículo que irão influenciar em quesitos como durabilidade, velocidade e estabilidade.  

Para isso, é preciso conquistar Pontos de Recurso, que funcionam como Pontos de Experiência em outro jogos. Eles são conquistados a medida com que você realiza proezas ao longo das corridas. Conforme a dificuldade aumenta, os pontos também vem em quantidades maiores. 

F1 2017 (Foto: Reprodução / TechTudo) — Foto: TechTudo

Também há a inclusão dos chamados Eventos. Eles consistem em provas específicas onde é preciso realizar ações com determinados carros clássicos. Como por exemplo, guiar a Williams 1992 de Nigel Mansell e ultrapassar uma quantidade de adversários dentro de um tempo estipulado. Isso faz com que o Modo Carreira não seja tão linear e previsível como em outras versões.

Talvez o único problema seja ainda a falta de opções para personalizar o seu piloto. Há poucos tipos de faces que, por sua vez, já vem pré-definidas. O mesmo vale para capacetes e acessórios, que também sofrem com as limitações.

Carros clássicos são as grandes estrelas do game

O grande atrativo do novo game é sem dúvidas a presença dos carros clássicos. Máquinas como a McLaren que Ayrton Senna foi campeão mundial em 1991 e a Renault do título de Alonso em 2006, estão à disposição dos jogadores para que sejam pilotadas em corridas contra outras máquinas históricas. 

f1-2017-1991-mclaren (Foto: Divulgação) — Foto: TechTudo

Também é possível jogar os eventos citados do Modo Carreira acima. Assim, é possível não somente participar de todos eles, mas também de procurar sempre bater o seu recorde individual. Infelizmente, não é possível correr junto aos veículos que disputam a temporada atual. 

A diferença entre cada um deles não fica somente no design de cada época. Vale lembrar que a cada ano há novas mudanças na aerodinâmica dos carros da F1 fazendo com que sua aparência mude constantemente. Os motores também ficaram bem diferenciados no game, assim como o som de cada um deles. 

F1 2017 (Foto: Reprodução / TechTudo) — Foto: TechTudo

Já em relação a pilotagem, o ajuste de cada carro continua sendo fundamental. Em outras palavras, veículos do passado não possuíam tanta tecnologia para fazer com que seus chassis evoluíssem tanto. Dessa forma, quanto mais antigo for seu veículo, mas complexo será achar o padrão ideal de ajuste - com todas as opções de condução desligadas. 

Modos Online permitem criar torneios com seus amigos

Os modos online de F1 2017 se mantém praticamente os mesmos. Neles, é possível participar de uma corrida contra oponentes de todo o mundo ou criar corridas com determinados ajustes para que outros jogadores possam competir nessas condições. 

f1-2017-primeiras-imagens (Foto: Divulgação) — Foto: TechTudo

Além, é claro, da possibilidade de criar um campeonato online com seus amigos. As opções variam desde a quantidade de provas, regras, e até mesmo a opção da competição ser aberta a todos os jogadores, amigos da sua rede online, ou apenas para convidados. 

Gráficos quase irretocáveis

Visualmente, os gráficos de F1 2017 receberam poucas melhorias. É possível notar veículos mais detalhados e pistas com efeitos climáticos e de luz ainda mais apurados. Assim como a reprodução de pilotos reais que disputam a atual temporada da Fórmula 1, como Hamilton, Vettel e Alonso. 

F1 2017 (Foto: Reprodução / TechTudo) — Foto: TechTudo

Entretanto, ainda deixam a desejar alguns elementos que compõem a parte externa do cenário, como o público, os fiscais e alguns objetos. É importante lembrar que, durante uma prova, é quase impossível se atentar a esses detalhes. Porém, na hora de analisar determinados eventos no replay em câmera lenta, alguns desses problemas ficam mais visíveis, 

Também é preciso destacar alguns pequenos bugs em determinados acidentes. Em nossos testes, sofremos uma colisão onde o bico do carro demorou para se romper mais lentamente do que o normal. O mesmo também acontece com peças do carro que voam sem conseguirmos identificar visualmente de onde elas são. 

Jogabilidade ainda mais precisa

Outro elemento que se mantém sem grandes evoluções é a jogabilidade. O game traz o mesmo sistema de pilotagem de outros títulos anteriores, onde é possível configurar uma série de ajustes automáticos para ajudar a guiar seu veículo. 

Sendo assim, é possível ter sistemas que ajudam a frear seu carro sem que o mesmo perca a direção, ou aqueles que mantém seu carro estável na pista mesmo sob condições complexas, como chuva forte ou pequenos desgastes nos seus pneus.

Para os jogadores mais avançados, há um complexo sistema de ajustes do seu carro. Nele, é possível realizar uma série de modificações para alcançar o ajuste ideal para uma determinada prova - treino livre, classificação e corridas - sempre respeitando as regras atuais de punições a cada troca de componente. Entretanto, é preciso desativar boa parte dos ajustes automáticos para que os efeitos sejam sentidos. 

Conclusão

F1 2017 é de longe o melhor simulador da principal categoria do automobilismo mundial. Com a presença de carros históricos, inovações no Modo Carreira e a manutenção de gráficos e jogabilidade que já rendiam elogios, fica difícil imaginar um motivo para o lançamento de um novo jogo no ano que vem ao invés de uma simples atualização do cartel de pilotos. Indispensável para qualquer amante da velocidade. 

9.5

Gráficos
9
Jogabilidade
10
Diversão
10
Som
9

Prós

  • - Carros clássicos
  • - Evolução do Modo História
  • - Visual de ponta
  • - Níveis de pilotagem
  • - Modos online

Contras

  • - Pequenos bugs gráficos
  • - Personalização limitada
  • - Mesma música de sempre

Mais do TechTudo