Jogos de ação

NOTA tt
9.0

Review Far Cry 3: Blood Dragon

Far Cry 3: Blood Dragon chega com uma mistura entre o game eleito o melhor de 2012 e elementos futuristas repletos de humor sarcástico.

Diego Borges
por
em

Far Cry 3: Blood Dragon chega com uma mistura entre o game eleito o melhor de 2012 e elementos futuristas repletos de humor sarcástico. O resultado é um jogo até certo ponto limitado, e que deixa a sensação de quero mais. Confira:

Uma das supostas capas do novo jogo (Foto: Reprodução/NeoGAF) (Foto: Uma das supostas capas do novo jogo (Foto: Reprodução/NeoGAF))Far Cry 3: Blood Dragon (Foto: Divulgação)

O paraíso futurista dos anos 80!

Para quem não esteve ligado em Far Cry 3: Blood Dragon desde o seu anúncio, saiba que a última coisa que você irá encontrar no game é: seriedade. Enquanto Far Cry 3 apresentava um enredo que não era dos mais convincentes, mas ajudava a criar um clima de tensão - principalmente por causa da atuação de Jason e do vilão Vaas -, Blood Dragon aposta em exageros, nostalgia e muitas piadas.

Isso fica claro desde o início do game, que remete o jogador aos anos 80, quando os videogames traziam músicas digitais e animações pixeladas quadro a quadro. Dessa forma, boa parte da história do game será contada em quadros poligonais que lembrar a boa época da geração 8 bits.

Aliados a essa viagem ao passado, temos um enredo repleto de exageros. Ambientado em um futuro apocalíptico onde o mundo foi dominado por soldados humanoides, você controla Rex. O cyber-soldado deve se infiltrar em uma ilha e investigar os planos de terroristas que planejam bombardear o que sobrou do planeta. Lá ele descobre que seu antigo coronel, Sloan, enlouqueceu e está por trás de tudo.

Para completar o pacote, o game usa uma boa dose de sarcasmo durante toda a campanha. Seja nos diálogos repletos de palavrões - todos traduzidos para o português -, nas cenas exageradas do personagem, ou até mesmo na ambientação que traz animais cibernéticos coloridos, entre outras bizarrices, é claro o objetivo de utilizar a saturação destes elementos como ferramenta cômica.

Far Cry 3: Blood Dragon tem tiros e explosões (Foto: Divulgação) (Foto: Far Cry 3: Blood Dragon tem tiros e explosões (Foto: Divulgação))Far Cry 3: Blood Dragon tem tiros e explosões (Foto: Divulgação)

Uma campanha não linear

Sem nenhum multiplayer ou modo cooperativo, Far Cry 3: Blood Dragon traz apenas um modo Campanha. E embora o jogo tenha cara de limitado, por ser distribuído digitalmente, assim como em Far Cry 3, há inúmeros afazeres fora de seus objetivos principais, como a divertida caça a animais e exploração em busca de itens secretos.

Seus objetivos são quase sempre eliminar uma base inimiga. Com exceção da primeira, dentro da qual você inicia o jogo, é possível optar por quais bases invadir. Dessa forma, assim como no outro jogo, a exploração fica mais ampla e quase não há uma linearidade no game.

Também há um sistema de evolução de Rex. Mas ao contrário de Far Cry 3, não há um amplo leque de habilidades a serem conquistadas. Você simplesmente passa de nível e recebe melhorias de acordo com o seu grau. Todas podem ser visualizadas até o nível máximo - 30 - o que instiga o jogador a evoluir o personagem.

Far Cry 3: Blood Dragon promete violência e bom humor (Foto: Divulgação) (Foto: Far Cry 3: Blood Dragon promete violência e bom humor (Foto: Divulgação))Far Cry 3: Blood Dragon promete violência e bom humor (Foto: Divulgação)

Jogabilidade praticamente intocada

Praticamente toda a mecânica de Blood Dragon é baseada em Far Cry 3, com todos os comandos e movimentos idênticos aos do outro game. Sendo assim, manejar algumas armas, como o arco e flecha, fica mais fácil para quem já adquiriu experiência com o outro título.

A movimentação também mantém os elementos do jogo de origem, entretanto, Rex já conta com algumas habilidades que Jason aprende apenas evoluindo no game, como não sofrer dano ao cair de uma altura considerável.

O sistema de mira também não sofreu muitas alterações. Nele, é possível ter uma precisão semiautomática, o que facilita na hora de eliminar inimigos a uma longa distância. Entretanto, para aqueles que preferem usar a mina manual, há como configurar e utilizar os recursos no menu de opções.

Far Cry 3: Blood Dragon (Foto: Divulgação) (Foto: Far Cry 3: Blood Dragon (Foto: Divulgação))Far Cry 3: Blood Dragon (Foto: Divulgação)

Gráficos coloridos e confusos

O visual de Far Cry 3: Blood Dragon divide opiniões. Ao invés do belo cenário paradisíaco encontrado no game original, o jogo remete a uma ambientação futurista repleta de contrastes luminosos em meio a muita escuridão. Dessa forma, prepare-se para uma mistura visual pouco comum nos jogos de hoje em dia.

Sendo assim, em diversos momentos o jogador chega a se confundir com o cenário ao seu redor, seja pela escuridão predominante, ou pelo visual que confunde paredes, pedras e outras construções. Os soldados uniformizados também mantém uma similaridade que incomoda e atrapalha, principalmente na hora de saber quem você eliminou ou não.

Já o lado bom de tudo isso é o clima único que Blood Dragon proporciona. Desde dinossauros enormes até tubarões multicoloridos, o game consegue criar um ambiente nostálgico, com uma pitada cyberpunk. Um prato cheio para aqueles que sempre tiveram interesse em jogar alguns clássicos da era 8 bits totalmente reformulados e adaptados aos consoles da geração atual.

Far Cry 3: Blood Dragon (Foto: Far Cry 3: Blood Dragon)Far Cry 3: Blood Dragon (Foto: Divulgação)

Conclusão

Far Cry 3: Blood Dragon mantém o nível que o último game da franquia atingiu. Apesar de um visual um tanto escuro e confuso, o título traz uma jogabilidade agradável e um enredo exagerado, mas divertidíssimo. O ruim de tudo isso é que, devido a limitações, o jogo é considerado curto e deixa um gosto de quero mais ao ser finalizado.

 

Nota TechTudo

NOTA tt
9.0
Gráficos
8
Jogabilidade
10
Diversão
10
Som
9

Prós

  • - Jogabilidade apurada
  • - Enredo sarcástico
  • - Similaridade com Far Cry 3

Contras

  • - Visual confuso
Seja o primeiro a comentar

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

recentes

populares

  • Cezar Espinola
    2013-05-03T15:02:38  

    Gostei

    recentes

    populares

    • Cezar Espinola
      2013-05-03T15:02:38  

      Obrigado Fato NK

    recentes

    populares

    • Cezar Espinola
      2013-05-03T15:02:38  

      Verdade isso

  • Wagner Tamagno
    2013-05-11T17:12:59

    é um DLC ?

  • Leandro Paiva
    2013-05-02T16:39:09  

    Já está disponivel para compra pela Live?

    recentes

    populares

    • Leandro Paiva
      2013-05-02T16:39:09  

      Sim, está :)