Jogos de aventura

NOTA tt
9.5

Review Grim Fandango Remastered

Com remasterização focada em música e imagem, o clássico remasterizado é a janela perfeita para o mundo dos point-and-clicks em seu ápice.

Lílian Moreira
por
em

Grim Fandango Remastered foi recriado pela Double Fine, sob a direção de Tim Schaffer, o mesmo responsável pelo projeto original na Lucas Arts. Com remasterização focada principalmente na engine e em aspectos estéticos, a essência do jogo permanece a mesma, um clássico da aventura point-and-click com história cômica e clima noir.

Confira o review completo de Broken Sword 5: The Serpent’s Curse

Grim Fandango Remastered: Uma aventura post-mortem (Foto:Divulgação) (Foto: Grim Fandango Remastered: Uma aventura post-mortem (Foto:Divulgação))Grim Fandango Remastered: Uma aventura post-mortem (Foto:Divulgação)




História do Mundo dos Mortos

Parte da excelência de Grim Fandango reside na sua história excêntrica e em seus personagens sorumbáticos. Manny Calavera precisa trabalhar no Departamento de Mortes por um tempo que seja suficiente para pagar por seus pecados em vida.

Dependendo de como viveram, os mortos têm direito a “pacotes de viagem” para o além, que são premium ou menos luxuosos. A função de Manny é vender o máximo possível dos pacotes mais caros, mas ele tem tido dificuldade com os clientes enviados pela empresa, nenhum parece se qualificar para os bons postos. Desrespeitado pelos colegas e com risco de perder o emprego, Manny tenta roubar um cliente de outro funcionário, um cara convencido e enjoado que cresceu na empresa rápido demais e roubou seu lugar. Nesse processo ele descobre um esquema corrupto e uma liga revolucionária secreta.

Grim Fandango Remastered: Manny Calavera e seu "computador" (Foto:Reprodução) (Foto: Grim Fandango Remastered: Manny Calavera e seu "computador" (Foto:Reprodução)) Grim Fandango Remastered: Manny Calavera e seu "computador" (Foto:Reprodução)










A personalidade de cada um interfere no clima geral do jogo, que começa com Manny sendo um total perdedor, com todos sendo, na melhor das hipóteses, indiferentes a ele. Esse cenário se alterna com personagens mais leves e atrapalhados, como o monstro Glottis que foi feito para dirigir – uma habilidade fundamental no mundo dos mortos, em que a única passagem para o dos vivos é por veículos motorizados.

Com uma ambientação à la Dia de Los Muertos mexicano misturado com um drama tragicômico, a história se desenvolve durante quatro anos da vida pós-morte de Manny, e segue as regras e lógica daquele universo particular, enquanto o protagonista parte em uma jornada. Sua história pessoal vai sendo desvendada e também vamos descobrindo o objetivo final de sua empreitada.

Grim Fandango Remastered: Personagens complexos com poucos traços (Foto:Reprodução) (Foto: Grim Fandango Remastered: Personagens complexos com poucos traços (Foto:Reprodução))Grim Fandango Remastered: Personagens complexos com poucos traços (Foto:Reprodução)





















Aventura póstuma

O point-and-click conta com apenas um modo de jogo, e apenas uma aventura, do começo ao fim, sem um fator replay forçado, apenas a vontade de reviver a história. Com poucas instruções diretas e mais um direcionamento geral o esforço de fato fica na exploração das cenas e em tentativa e erro.

Com a jogabilidade focada em passar o mouse pela tela a procura de pistas, conversar com pessoas e resolver puzzles, é uma aventura também de paciência e concentração. Descobrir saídas para os problemas traz uma gratificação, assim como as falas engraçadas e únicas dos personagens, a maioria completamente absorvida demais em si mesma, gerando uma comicidade um pouco trágica.

Para os jogadores modernos é um título um pouco fora do comum, sem extremo merchandising ao redor, com dificuldade um pouco mais elevada e sem dicas nem modo easy. No entanto, é possível olhar para toda uma época e um gênero através da janela de Grim Fandango, que é considerado o apice da aventura point-and-click dos anos 90 e foi alterado minimamente, apenas o suficiente para se encaixar nos padrões visuais atuais e funcionar em máquinas de hoje.

Grim Fandango Remastered: Escritório do Departamento de Mortes (Foto:Reprodução) (Foto: Grim Fandango Remastered: Escritório do Departamento de Mortes (Foto:Reprodução))Grim Fandango Remastered: Escritório do Departamento de Mortes (Foto:Reprodução)






















Essa janela chega a ter um ponto um pouco engraçado, como bugs do jogo original. Nada que – esperamos – uma atualização não resolva. Às vezes alguns elementos somem da tela, especialmente ítens do inventário, ou um raro travamento em um momento específico do jogo. Se for jogado de forma old school, salvando bastante, não é nada que atrapalhe.

Arte

O primeiro ponto positivo é a dublagem (original) em Português do Brasil. Dito isso, vale lembrar que tanto em português quanto em inglês o trabalho é primoroso. O contraste das vozes de personagens cínicos, com Eva, com os humorísticos, como Glottis, é uma prova nítida do profissionalismo. Manny muitas vezes puxa um sotaque (nas duas versões) espanhol, em referência ao tom “Dia de Los Muertos” que perpassa todo o jogo. Por curiosidade ainda podemos trocar livremente entre as outras línguas também dubladas.

A beleza de Grim Fandango não está apenas na remasterização, nas texturas e na luz, – que foram cuidadosamente melhoradas para os padrões atuais, mas sem nenhuma mudança de estilo – ela está também no design geral, por exemplo, com personagens facilmente diferenciáveis e expressivos, mesmo se tratando de caveiras brancas e pretas feitas com o mínimo de polígonos e uma face lisa.


Grim Fandango Remastered: Pulando a janela do escritório do rival (Foto:Reprodução) (Foto: Grim Fandango Remastered: Pulando a janela do escritório do rival (Foto:Reprodução))Grim Fandango Remastered: Pulando a janela do escritório do rival (Foto:Reprodução)



A trilha sonora foi totalmente regravada pela Melbourne Symphony, e mereceria um lançamento em CD isolado. Além dos sons emocionantes agravando as emoções de cada tela, as músicas mais atmosféricas poderiam ser ouvidas por horas. Tudo isso intercalado com momentos de música com influência mexicana, reforçando o estilo Dia de Los Muertos.

Conclusão

Grim Fandango é uma remasterização esperada por muitos fãs do estilo e por interessados em geral em jogos para PC dos anos 90. Uma vez que os jogos modernos parecem ter ido em diversas direções, Grim Fandango se mostra uma janela não apenas para os saudosistas, mas para qualquer um que busque algo diferente do que se faz hoje, com o bônus de descobrir o que seria considerado brilhante quase duas décadas atrás, que parece ainda fazer sentido para muitos.


Quais são os melhores jogos point-and-click pra você? Responda no Fórum do TechTudo!

Nota TechTudo

NOTA tt
9.5
Gráficos
10
Jogabilidade
9
Diversão
9
Som
10

Prós

  • História tragicômica
  • Design de personagens
  • Puzzles divertidos
  • Dublado em Português do Brasil

Contras

  • Pequenos bugs
Seja o primeiro a comentar

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

recentes

populares

  • Jonas Fernandes
    2015-05-13T14:22:12

    Onde consigo o jogo pra PC em português? Tenho o original de 1998, só que este não roda mais no PC.

  • Joaquim José
    2015-02-02T09:16:33

    Grim Fandango NÃO é point and click. Por acaso quem escreveu isso sabe ao menos o que é point and click? Full Throttle é um point and click. Maniac Mansion é um point and click. Grim Fandango não.