Jogos de estratégia

NOTA tt
8.3

Review Hard West

Com um faroeste sobrenatural, Hard West traz uma ótima combinação de estratégia com RPG. Pegue o seu chapéu de cowboy e confira a análise.

Tais Carvalho
por
em

Hard West é um jogo de estratégia por turnos que combina o Velho Oeste com o supernatural. Disponível para Windows, Mac e Linux, o título desenvolvido pela CreativeForge Games mistura combates que permitem diferentes abordagens para a mesma missão. Com o perigoso deserto para explorar e bastante ouro para minerar, Hard West acerta alguns tiros no alvo. Confira a análise.

Lista traz códigos, cheats e macetes para jogar Red Dead Redemption

Era uma vez no Oeste

Duelos, bandidos e xerifes. Hard West tem tudo que você pode esperar de um título de faroeste – menos o Clint Eastwood. A diferença é que o jogo traz uma espécie de “Estranho Oeste”, repleto de mistérios, magia negra e maldições antigas. Entre amuletos protetores e balas de Colt 45, o game combina estratégia em turnos com elementos de RPG, que acompanham algumas partes de exploração.

Hard West (Foto: Reprodução/Tais Carvalho)Hard West combina Velho Oeste com o supernatural. (Foto: Reprodução/Tais Carvalho)

A campanha de oito capítulos apresenta tramas e desafios diferentes, todos com intrigas, traições, tiroteios e os clichês das histórias de bang-bang. Justiça não tem lugar aqui, e ao longo do caminho você deve fazer o que for preciso para sobreviver entre golpistas, bandidos e toda ameaça que atravessar o seu caminho, seja usando armas, jogo sujo ou poderes sobrenaturais.

À primeira vista, é fácil assumir que Hard West poderia ser um sucessor para Desperados: Wanted Dead or Alive. Mas, infelizmente, as semelhanças com o clássico de 2001 ficam apenas no visual. Hard West apresenta jogabilidade mais semelhante a um XCOM: Enemy Unknown com cowboys. Isto porque o foco do jogo são os combates táticos em turno – e não em tempo real como em Desperados.

Em Hard West, a defesa pode ser o seu melhor ataque (Foto: Reprodução/Tais Carvalho)Em Hard West, a defesa pode ser o seu melhor ataque (Foto: Reprodução/Tais Carvalho)


A magia do Bang-Bang

O jogo começa com Warren e sua sede por vingança após eventos trágicos. No entanto, o título traz mais de um protagonista e combates que envolvem diferentes etapas de suas vidas. Apesar de ter porção de exploração – que ajuda a narrar a história – a maior parte do game se passa nos mapas de combate. As lutas são consistentes, divertidas e o sistema funciona muito bem, principalmente pelas opções estratégicas misturando elementos de RPG.

Download grátis do app do TechTudo: receba dicas e notícias de tecnologia no Android ou iPhone

O turno começa com o jogador em um dos pontos do mapa. Seu objetivo é eliminar os inimigos antes que eles façam o mesmo com você. O usuário possui uma quantidade limitada de ações a cada vez. A parte divertida do jogo é usar diferentes abordagens para chegar até seus inimigos, que nem sempre aparecem visíveis de primeira. Você pode combinar armas de curta, média e longa distância, habilidades de recuperação, ataque em área e causar mais dano – ou receber – dependendo da posição dos seus personagens.

Cartas oferecem novas habilidades, incluindo algumas sobrenaturais (Foto: Reprodução/Tais Carvalho)Hard West: cartas oferecem novas habilidades, incluindo algumas sobrenaturais (Foto: Reprodução/Tais Carvalho)

O destaque fica para as habilidades únicas e atributos que cada um deles pode ter. A medida que o jogo avança, você pode liberar novas armas, habilidades e cartas com poderes místicos. Ou seja, equipar um personagem é como apostar na partida de pôquer: com sorte e combinação certa de cartas, pode virar o jogo. E falando em sorte, o sistema de combate vai mais além na hora de calcular danos e acertos.

Seja para atacar ou se defender, a posição é essencial. Não basta ter uma arma potente, seu personagem precisa estar na distância certa para acertar o tiro. Isso faz com que a porcentagem seja variada, assim como os danos. Outro fator crucial é a sorte. Cada personagem possui uma barra de sorte que desce sempre que você escapa de um tiro. Se esconder em locais mais protegidos pode aumentar sua sorte. Com ela, além de esquivar das rajadas, ainda pode usar habilidades sombrias.

Diferente do clássico Desperados, os combates em Hard West acontecem em turnos (Foto: Reprodução/Tais Carvalho)Diferente do clássico Desperados, os combates em Hard West acontecem em turnos (Foto: Reprodução/Tais Carvalho)

As habilidades sobrenaturais são dadas pelas cartas equipadas e úteis para atingir inimigos em área ou que estão fora do seu alcance. Elas também servem para recuperar a vida de um personagem com pouca defesa. Um tiro pode acabar com a sua vida e não há como salvar no meio dos combates.

Mesmo que falte apenas um inimigo, se você morrer, terá que reiniciar o mapa e começar novamente. O jogo possui três modos de dificuldade para agradar os jogadores. Mas é frustrante não ter controle sobre o save e não poder continuar outra hora. E não há nenhum salvamento manual.

O mapa é explorável e você pode tomar decisões (Foto: Reprodução/Tais Carvalho)Em Hard West, o mapa é explorável e você pode tomar decisões (Foto: Reprodução/Tais Carvalho)

Hard West também abre espaço para a exploração onde você pode conseguir itens e armas para se equipar, como granadas e amuletos. O deserto funciona como um mapa de RPG e dá para viajar entre locais e escolher opções de interação. As ruínas são perigosas mas dão itens essenciais, incluindo as cartas com bônus e habilidades. Mas o mapa principal é simples: não há grandes detalhes ou cenários de grande impacto. Você pode minerar ouro, roubar e se aventurar. A justiça não funciona muito por ali, somente a sobrenatural. Maldições podem causar danos temporários ou permanentes aos personagens.

Gráficos e Som

Hard West apresenta uma ambientação com todos os detalhes que um cenário de Velho Oeste deve ter. Não há nada de incrível nos mapas, mas eles são caprichados e detalhados. Inclusive, o design dos leveis funcionam bem nas lutas. No geral, Hard West traz um visual bonito e equilibrado para o seu estilo.

A trilha sonora combina e é agradável, porém, um tanto repetitiva. A dublagem original é excelente, acompanha textos e legendas para facilitar a compreensão do jogador. Mas, infelizmente, o jogo não possui legendas para o português, o que pode complicar na hora de compreender a história e a ligação entre os personagens.

Conclusão

Hard West pode não acertar todos os tiros no alvo, mas consegue provar que sua mira é boa ao apostar nos elementos certos para que estratégia seja parecida com o RPG. Seu combate é sólido, divertido e bem equilibrado, com uma customização que realmente faz a diferença. Hard West certamente vai agradar quem sente falta de um bom jogo de Velho Oeste como Desperados e é fã de games como XCOM: Enemy Unknown ou Jagged Alliance.

Quais são os melhores jogos de estratégia e RPG? Opine no fórum do TechTudo.

Nota TechTudo

NOTA tt
8.3
Gráficos
8
Jogabilidade
9
Diversão
9
Som
7

Prós

  • Estratégia por turnos com elementos de RPG
  • Cartas equipáveis com habilidades
  • Combate sólido e divertido

Contras

  • Sem salvamento manual
  • Músicas repetitivas
Seja o primeiro a comentar

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

recentes

populares