Jogos de ação

NOTA tt
9.3

Review Heroes of the Storm

Com inovação e partidas rápidas, Heroes of the Storm é novo desafiante no gênero dominado por LoL e DotA.

Dário Coutinho
por
em

Heroes of the Storm é um jogo de MOBA (Multiplayer Online Battle Arena) para PC. Desenvolvido pela Blizzard, o game traz personagens de Warcraft, Diablo e Starcraft, em combates emocionantes. Com muito carisma e acessível a jogadores novatos, Heroes of the Storm vem para concorrer com títulos como League of Legends e DotA. Confira a análise.

Heroes of the Storm: dicas para mandar bem no MOBA da Blizzard

Heroes of the Storm chega em edição física nesta semana (Foto: Divulgação) (Foto: Heroes of the Storm chega em edição física nesta semana (Foto: Divulgação))Heroes of the Storm inova e é o MOBA mais acessível a jogadores novatos (Foto: Divulgação/Blizzard)



Um novo desafiante na arena

O gênero MOBA é marcado por dois times de até cinco “heróis” que se enfrentam em arenas e precisam destruir torres e a base do time inimigo. Com uma grande quantidade de MOBAs disponíveis gratuitamente, levou um certo tempo até a Blizzard maturar a ideia para Heroes of the Storm.

Curiosamente, o gênero que fez fama a jogos como DotA e League of Legends, nasceu como um mod entre Starcraft e Warcraft. Com Heroes of the Storm, além da Blizzard se situar novamente no epicentro dos MOBAs, ela apresenta um game com muitas novidades.

Todo o carisma dos personagens da Blizzard

Como qualquer jogo de MOBA, Heroes of the Storm permite colecionar heróis que são usados nas batalhas. Apesar de não possuir uma história central, é comum as produtoras de games do gênero explorarem pequenas histórias individuais contadas na forma de vídeos extras e textos.

Explorando o enredo de outros jogos, Heroes of the Storm diverte com muitas referências (Foto: Divulgação)Explorando o enredo de outros jogos, Heroes of the Storm diverte com muitas referências (Foto: Divulgação)

Mas Heroes of the Storm é um crossover entre outros games da Blizzard. Esses jogos possuem muita história por trás e uma boa base de fãs. Citações, referências, piadinhas e brincadeiras internas, além de serem divertidas de se ver, fazem todo o sentido para o contexto dos personagens.

Colocar no mesmo time Tyrael e Diablo, principais antagonistas da série Diablo, é algo hilário. Graças às histórias bem desenvolvidas ao longo dos outros jogos, Heroes of the Storm é um dos poucos MOBAs onde a rivalidade entre os heróis está mais que justificada.

No pequeno enredo do jogo, a reunião desses personagens clássicos é explicada através da fusão entre os universos, o Nexus. Essa fusão trouxe calamidades para cada um dos multiversos.

Nova é uma das principais personagens em Heroes of the Storm (Foto: Divulgação)Nova é uma das principais personagens em Heroes of the Storm (Foto: Divulgação)

Assim, Heroes of the Storm não é mais um MOBA com skins novas, mas sim, um jogo que traz consigo toda a cultura da Blizzard, uma forma de celebração de tudo que a empresa fez nos últimos 20 anos.

Estímulo ao trabalho em equipe

O trabalho em equipe é algo essencial em jogos de MOBA. Porém, muitas partidas são realizadas entre pessoas que não se conhecem. Nesse cenário, tecer uma estratégia para o seu time pode ser complicado. A Blizzard contornou esse problema com arenas mais elaboradas e inteligentemente menos complexas.

A grande sacada por trás dessas arenas com objetivos, está na comunicação intrínseca entre os jogadores. Mesmo sem se conhecerem, uma estratégia já é arquitetada graças às regras de cada arena. Ao utilizar opções para se comunicar, seja por texto ou voz, o trabalho em equipe só melhora.

Heroes of the Storm enaltece o trabalho em equipe (Foto: Divulgação)Heroes of the Storm enaltece o trabalho em equipe (Foto: Divulgação)

No campo de batalha “Minas Assombradas”, por exemplo, os jogadores devem coletar caveiras para fortalecer golens gigantes. Essas criaturas caminham rumo a base inimiga para destruí-la. Já no “Condado do Dragão”, os jogadores podem ativar estátuas de dragões e usar seu poder contra os inimigos.

Jogabilidade simplificada

Heroes of the Storm ataca claramente os principais problemas do gênero MOBA. Um deles são as partidas exageradamente longas. Em campeonatos, onde todos os jogadores se conhecem, até faz sentido, mas em partidas casuais, essa demora excessiva é fatal.

As partidas são bastante rápidas, cerca de 20 minutos, e o jogo possui interação convidativa. O game atualiza o jogador constantemente, através de avisos de outros personagens sobre o que está acontecendo na Arena. Pode parecer um pouco enjoativo essa “falação” constante, mas é algo ideal para os iniciantes.

Logo no início é possível desbloquear habilidades com golpes devastadores (Foto: Divulgação)Logo no início é possível desbloquear habilidades com golpes devastadores (Foto: Divulgação)

O game também define de forma consistente o seu cenário competitivo. A Blizzard separou os jogadores em “Ligas”, e qualquer um pode evoluir para ligas “profissionais” e encarar partidas mais competitivas.

Sem menus complexos

Heroes of the Storm possui uma apresentação bem enxuta. O jogo substitui menus complexos por uma abordagem simples e direta. Ao iniciar o game, o jogador visualiza o último campeão selecionado. Basta clicar em "Jogar" para ir direto para a seleção de partidas.

As lojas de itens, bastante comuns em jogos de MOBA, foram substituídas por um menu simples de talentos. Esses talentos consistem em melhorias para o personagem. Curiosamente, as habilidades de cada campeão são desbloqueadas já no início. Além disso, é possível ganhar mais uma magia ao atingir o décimo nível. Assim, a Blizzard consegue deixar os combates em Heroes of the Storm bastante intensos, mesmo nos minutos iniciais de cada partida.

Heroes of the Storm possui menus simples (Foto: Reprodução / Dario Coutinho)Heroes of the Storm possui menus simples (Foto: Reprodução / Dario Coutinho)

A combinação entre skins, talentos e habilidades permitem especializar cada campeão. Contudo, alguns deles possuem classes populares no gênero MOBA. Os assassinos são os personagens com ataques à distância, enquanto os guerreiros são os clássicos “Tankers”. Já os campeões de suporte, garantem cura e mudança de atributos para os membros da sua equipe. Há ainda a classe especialista que não se enquadram em nenhuma das descritas antes.

Apresentação impecável

Heroes of the Storm chega com o já esperado esmero da Blizzard. O jogo está todo em português, com ótima dublagem e gráficos com estilo cartunesco. A visualização dos personagens e cenário enaltece o espetáculo visual, mas o jogo não exige um computador potente.

Heroes of the Storm agrada com visual colorido até mesmo em computadores modestos (Foto: Divulgação)Heroes of the Storm agrada com visual colorido até mesmo em computadores modestos (Foto: Divulgação)

A instalação também favorece computadores menos potentes. O game baixa um pacote básico primeiro e o restante do jogo é adicionado posteriormente.

Paciência para lidar com o sistema de compras

Assim como em qualquer jogo de MOBA, para obter os campeões de forma rápida, o jogador precisa desembolsar uma boa quantidade de dinheiro. Felizmente, é possível comprar os campeões usando as moedas conquistadas em cada partida.


Heroes of the Storm oferece um sistema de missões semelhante a Hearthstone. Mesmo assim, chega um ponto onde os ganhos em cada partida são mínimos e é melhor parar de jogar e esperar a próxima missão diária.


Conclusão

Ideal para quem não conhece MOBA, Heroes of the Storm é o título mais acessível do gênero. Sua jogabilidade é fácil e o sistema de batalhas com objetivos, torna até partidas com estranhos muito divertidas. Entretanto, colecionar heróis pode ser trabalhoso e também muito caro.

Você acha que o mercado já está saturado de MOBAs? Comente no Fórum do TechTudo!

Nota TechTudo

NOTA tt
9.3
Gráficos
9
Jogabilidade
10
Diversão
8
Som
10

Prós

  • Partidas rápidas
  • Menus descomplicados
  • Possibilidade de adquirir heróis sem gastar dinheiro de verdade
  • Dublagem impecável

Contras

  • Compras embutidas
  • Alguns heróis caros
Seja o primeiro a comentar

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

recentes

populares

  • Matheus Amorim
    2015-07-09T09:09:53  

    Achei o jogo muito simples e fácil de se jogar, a falta de itens para comprar e se equipar deixa o jogo chato...

    recentes

    populares

    • Matheus Amorim
      2015-07-09T09:09:53  

      Discordo Matheus. Eu já acho que o sistema sem itens para comprar usando talento deixou o jogo mais dinâmico e menos monótono pelo fato de você não ter que se preocupar em voltar ou farmar gold. É minha opnião!

    recentes

    populares

    • Matheus Amorim
      2015-07-09T09:09:53  

      Você não se preocupa com nada além dos pontos de talentos que são poucos. Não tem nenhuma forma de fazer builds, o jogo te da os pontos e é isso.... pra mim isso que é chato hehe.