Notebook

NOTA tt
8.0

Review Envy X2

Pequeno notebook ganha na leveza e portabilidade mas peca na entrega de um desempenho mediano. Tarefas mais pesadas são realizadas somente no modo notebook.

Ana Paula Guedes
por
em

O TechTudo testou o Envy X2 da HP, que chegou ao mercado com a proposta de unir as funcionalidades de um notebook e a portabilidade de um tablet. Será que essa união deu certo? Confira abaixo o teste completo do híbrido e tire as suas próprias conclusões:

Híbrido Envy X2 da HP é bem leve no modo notebook ou tablet (Foto: Reprodução)Híbrido Envy X2 da HP é bem leve no modo notebook ou tablet (Foto: Reprodução)

Design e conexões

Se fosse para levar apenas esse item em consideração, a HP está de parabéns: conseguiu trazer ao mercado um híbrido de grande poder apelativo. O Envy X2 tem acabamento de alumínio escovado na cor prata natural. Seu peso total é de 1,4 Kg, mas quando a tela é destacada para o uso como um tablet, o peso cai para 700 gramas.

Teclado do notebook Envy X2  (Foto: TechTudo/Ana Paula Guedes)Teclado do notebook Envy X2 (Foto: TechTudo/Ana Paula Guedes)

O teclado “ilha” é bem confortável para digitação e similar aos utilizados pela Apple, mas não possui o padrão numérico, o que para alguns pode ser um impeditivo na hora da compra. Outro ponto negativo é em relação ao touchpad, que dá uma sensação desconfortável no dedo quando deslizado para mexer a seta na tela.

Para destacar o monitor HD de 11.6’’ do teclado, o usuário deverá deslizar a trava para a esquerda e puxar a tela. Já adiantamos que a sensação é que o equipamento irá se danificar, além de não ser muito prático.

Envy traz poucas conectividades e peca na falta de uma porta USB 3.0 (Foto: Divulgação)Envy traz pouca conectividade e peca na falta de uma porta USB 3.0 (Foto: Divulgação)

O Envy X2 não possui conectividade completa, e isso o exclui de uma total interação com outros periféricos. A HP poderia ter implementado um pouco mais nas portas de saída, inclusive com o USB 3.0, mas não foi dessa vez.

O gadget da HP possui ainda duas câmeras. A principal captura fotos em 8 megapixels e tem boa resolução. Já a dianteira possui HD TrueVision com microfone digital integrado. Ambas são para a captação de fotos casuais, nada muito profissional.

Modo tablet tem boa resposta da tela de 11,6 polegadas (Foto: TechTudo/Ana Paula Guedes)Modo tablet tem boa resposta da tela, mas com pequenos travamentos por causa do processador Atom (Foto: TechTudo/Ana Paula Guedes)

Desempenho

O Envy X2 com Windows 8 é uma boa alternativa por conta de sua bateria, que permite uma longa durabilidade (excelentes 11 horas), mas o desempenho deixa a desejar. O híbrido é equipado com processador e placa de vídeo Intel, respectivamente, Atom Z2760 dual core e Intel Graphics Media Accelerator

A memória RAM é de 2 GB e, com essas configurações de hardware, é possível rodar apenas aplicativos básicos do Windows 8, nada muito além disso. Outro ponto negativo é tentar realizar diversas ações simultaneamente: o Envy X2 não corresponde da forma esperada e fica bastante lento, principalmente quando é utilizado no modo tablet.

Modo notebook ganha mais velocidade para tarefas mais "pesadas" (Foto: Reprodução)Modo notebook ganha mais velocidade para tarefas mais "pesadas" (Foto: Reprodução/CNET)

Em primeiro momento, a sensibilidade da tela não parece ser tão boa, mas pode muito bem ser explicada pelo processador escolhido pela HP. O gadget suporta, em média, seis toques simultâneos. A primeira ação realizada no Envy foi a instalação do Google Chrome, que não respondeu com performance esperada. Ou seja, a preferência fica para a bom e velho Internet Explorer, que roda suave no aparelho.

No geral, a utilização do Envy é muito melhor em modo notebook pela praticidade, já que em modo tablet não existem muitos aplicativos que possam explorar as possibilidades de mobilidade do aparelho.

Bateria

Além de o design ser um chamariz para possíveis interessados, a bateria é outra grande sacada desse modelo. Para quem viaja bastante e procura um equipamento capaz de desempenhar atividades básicas, como mexer no Office e navegar na Internet, o Envy X2 se sobressai pela autonomia da bateria em dose dupla, chegando a ficar ligado por incríveis sete horas como tablet, podendo ganhar até mais quatro horas extras devido à outra bateria acoplada no teclado.

Além das duas baterias, a autonomia pode ser explicada pela utilização do processador Intel Atom, que ajuda a reduzir bastante o consumo de energia, principalmente quando o híbrido está em modo de descanso. Porém, a escolha por durabilidade de bateria em detrimento da performance acaba jogando contra o gadget - que acaba ficando muito lento em funções simples, como jogar ou usar aplicativos que exijam um pouco mais do aparelho. A fonte, por sua vez, é pequena e portátil, podendo ser levada para qualquer lugar, sem se preocupar com o peso. 

Fonte bem pequena do notebook favorece a portabilidade (Foto: TechTudo/Ana Paula Guedes)Fonte bem pequena do notebook favorece a portabilidade (Foto: TechTudo/Ana Paula Guedes)

 

Custo-benefício

O ultrabook da HP com Windows 8 tem a proposta de oferecer dois dispositivos em um. A princípio, a ideia de ser um híbrido de tablet e notebook é interessante e pode cair no gosto de quem procura um equipamento leve, fino e de desempenho mediano para tarefas básicas.

O único problema é o preço alto para um equipamento com essa proposta: o preço sugerido fica em torno de salgados R$ 3.999. Vale lembrar que um iPad retina é vendido por R$ 1.749 e um notebook HP série 1000-1400 sai por R$ 1.799, ambos somando R$ 3.548. Uma economia de R$ 458 por equipamentos com muito mais poder de processamento (embora, claro, a dupla perca o charme da portabilidade "híbrida", grande apelo do Envy)

HP Envy X2 poderia ter ainda mais sucesso nas vendas se viesse com um processador mais potente (Foto: Reprodução/Pocket-lint)HP Envy X2 poderia ter ainda mais sucesso nas vendas se viesse com um processador mais potente (Foto: Reprodução/Pocket-lint)

Por um lado, há o poder apelativo do design e da HP ser uma marca extremamente reconhecida e tradicional no mercado. Por outro, fica a pergunta: será que vale investir quase R$ 4.000 nessas configurações? Se o consumidor quer investir no design e no tradicionalismo da marca pode ser uma boa opção. Agora, se buscar um equipamento de alto desempenho, a sugestão é buscar alternativas.

Confira um vídeo do Envy X2, que mostra o híbrido sua nova case:

Ficha técnica do Envy X2:

Processador Intel Atom Z2760 Dual Core com 1,8 Ghz
Sistema Windows 8
Memória RAM SDRAM de 2GB
HD SSD de 64GB com 30GB tomados pelo sistema e backup
Placa de vídeo Intel Graphics Media Accelerator
Conectividade 2x USB 2.0; 1x HDMi; 1x saída para fone de ouvido com microfone;
Tela Monitor LED IPS com 11.6 polegadas (tela touch)
Bateria Polímero de íon de lítio de duas células, 25 Wh e 2,55 Ah. Promete autonomia de até 7 horas em modo tablet e em modo notebook até 12 horas.
Preço R$ 3.999
Peso Modo tablet 700 g; Modo notebook 1,40 Kg

 

 

Nota TechTudo

NOTA tt
8.0
Design
10
Funcionalidades
7
Desempenho
7
Custo-benefício
7

Prós

  • * Portabilidade e leveza;
  • * Belo acabamento;
  • * Dupla bateria;
  • * Conta com NFC;

Contras

  • * Processador Intek Atom;
  • * Demora na resposta em modo tablet;
  • * Modo complicado ao destacar o teclado.
Seja o primeiro a comentar

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

recentes

populares

  • Alceu Filho
    2013-08-28T17:55:02

    Mas nem a resolução da tela! Ô reportagenzinha, hein?!

  • Denis Carvalho
    2013-08-27T14:49:31

    Valor muito alto para a configuração, mais fácil atualmente comprar um notebook com configuração menor e um tablet separado que sai até mais barato.

  • Luiz Santos
    2013-08-26T07:45:59  

    "levesa"? Tá "serto" :D

    recentes

    populares

    • Luiz Santos
      2013-08-26T07:45:59  

      cara, voce que acessa o 'téquitudo', não deveria reclamar, kkkkkkkkkkkkkkk