Por Thiago Barros; Por TechTudo


O Slate 7 é o mais recente, portátil e econômico modelo de tablet lançado pela HP no mercado brasileiro. Com sua tela de 7 polegadas, sistema operacional Android e a consagrada tecnologia de áudio Beats, presente nos headphones mais famosos do mundo, o modelo custa apenas R$ 599, nas lojas mais populares do país. Apesar de não ser o substituto do seu laptop ou desktop, ele cumpre bem as necessidades de um usuário que não para em casa e precisa de um gadget bem completo para estar sempre conectado. Confira abaixo review completo do Slate 7.

O TechTudo testou o novo tablet portátil da HP (Foto: Thiago Barros/TechTudo) — Foto: TechTudo

Visualmente, o HP Slate 7 não deixa em nada a desejar. O tablet é bastante bonito e tem em seu design um dos principais atrativos. Além, é claro, da portabilidade: mede apenas 197.1 x 116.1 x 10.7 mm. Disponível nas cores preta com prata e vermelha, ele tem uma parte traseira arrojada e a frontal sem botões físicos para dar mais espaço ao display. Na traseira, há ainda a logo da HP e também a marca da Beats Audio.

Tablet é muito fino e bastante portátil (Foto: Thiago Barros/TechTudo) — Foto: TechTudo

O pequeno tablet da HP pesa somente 372 gramas, sendo ideal para o usuário que quer carregá-lo em uma mochila ou até na bolsa. Ele tem botões de volume na lateral direita e também um para ligar/desligar na parte superior. O visual do sistema também agrada. Há um efeito de desbloqueio interessante, com um mini-menu sendo expandido com o toque do usuário na tela. Além disso, por ter Android, permite diversas personalizações.

A reprodução de imagens não é o forte do HP Slate 7. O seu display de sete polegadas é bem modesto, com uma resolução de apenas 600 x 1024 pixels e densidade de 170 ppi. Em comparação a seus principais concorrentes, o display do tablet da HP tem qualidade bem inferior aos 800 x 1280 pixels (216 ppi) do Nexus 7 e, praticamente, equivalente aos 768 x 1024 pixels (162 ppi) do iPad Mini.

Saindo dos números e indo para a parte prática, o Slate 7 consegue reproduzir vídeos de alta definição, mas não com toda a qualidade que eles oferecem. Jogos que exigem mais do dispositivo, como o NBA 2K13, que o TechTudo tentou testar, não rodam no gadget. As fotos também aparecem com uma qualidade inferior a de displays HD. Por isso, o display pode ser considerado um dos pontos negativos do tablet.

O Slate 7 não tem suporte para SMS, MMS ou comunicação GSM. O aparelho não tem compatibilidade com conexões 3G ou 4G, funcionando apenas em redes sem fio. Além disso, possui microUSB 2.0, Bluetooth 2.1 e slot para cartões de memória microSD de até 32 GB. Ele tem Java, browser HTML, reprodução de conteúdo multimídia, aplicativos do Google pré-instalados e a tecnologia de impressão sem fio.

Função e-print é bastante interessante (Foto: Thiago Barros/TechTudo) — Foto: TechTudo

O ePrint, da HP, aliás, é muito interessante – e tem bom desempenho. O TechTudo fez testes da funcionalidade com uma Multifuncional HP Deskjet Ink Advantage 5525. Para imprimir, basta enviar um e-mail para uma conta gerada pela impressora, que recebe a mensagem e faz a impressão. O Slate 7 não possui todas as conectividades possíveis, mas oferece funções básicas e úteis para o usuário.

Equipado com um processador dual-core de 1,6 GHz Cortex A9 e sistema operacional Android 4.1 Jelly Bean, além de 1 GB de RAM, o Slate 7 é um modelo básico. Não é um top de linha, mas também não é um modelo de entrada. Suas especificações são adequadas para o que ele oferece, ou seja, desempenho rápido nas tarefas do dia a dia, com lacunas apenas no espaço de armazenamento.

Tablet tem desempenho intermediário (Foto: Thiago Barros/TechTudo) — Foto: TechTudo

Ele possui apenas 8 GB de memória interna e é preciso ter um cartão microSD de até 32 GB para aumentá-la. Para quem busca uma ferramenta portátil de acesso à Internet, aos e-mails e apps mais básicos, é o suficiente. Porém, para os usuários que procuram um tablet com tudo o que existe de mais moderno, como rodar jogos que exigem alto desempenho, por exemplo, o Slate 7 não é a melhor escolha.

Ele é o primeiro tablet a chegar ao Brasil com a popular tecnologia Beats, que ficou famosa com os headphones desenhados pelo produtor musical e rapper Dr. Dre, o Slate 7, e oferece um som praticamente perfeito. É possível configurá-lo no menu do produto, tornando-o o ideal para quem curte ouvir música tanto com fones como sem.

Áudio Beats é destacado na parte traseira do aparelho (Foto: Thiago Barros/Techtudo) — Foto: TechTudo

Obviamente, a qualidade desta reprodução só faz tanta diferença em conteúdo com áudio de alta qualidade, sejam filmes ou músicas – como os oferecidos via streaming no Netflix, Deezer e semelhantes. A experiência é bem agradável, imersiva e pode ser considerada um dos grandes diferenciais do Slate 7.

Slate 7 (Foto: Thiago Barros/Techtudo) — Foto: TechTudo

Não é a mais recente, mas é o suficiente para o público-alvo. Ainda não há informações e detalhes sobre suas atualizações no futuro, mas a tendência é de que a HP disponibilize upgrades para o Android do seu tablet. No geral, o TechTudo não encontrou qualquer ponto negativo nos testes da plataforma no Slate 7.

A câmera traseira de 3 megapixels e a frontal com resolução VGA não agradam. Além disso, elas não têm recursos avançados e a qualidade das imagens fica abaixo do que outros produtos podem oferecer. Apesar de elas não serem os principais focos de um tablet, podem ser diferenciais a favor ou contra de um produto. Para o Slate 7, contra.

Interface da câmera no Slate 7, um de seus pontos negativos (Foto: Reprodução/Thiago Barros) — Foto: TechTudo

Tabela do Slate 7 (Foto: Arte/TechTudo) — Foto: TechTudo

8

Design
10
Desempenho
9
Tela
6
Câmera
5
Custo-benefício
10

Prós

  • Design arrojado,
  • Bastante portátil
  • Preço baixo,
  • Áudio de alta qualidade
  • Bastante rápido
  • Impressão sem fio
  • Versão recente do Android.

Contras

  • Tela de baixa resolução,
  • Câmera ruim
  • Bateria acaba rápido.

Mais do TechTudo