Celular

NOTA tt
7.6

Review Huawei Ascend P7

Confira o review do Ascend P7, o top de linha da Huawei com supercâmera para selfies, e veja se ele é uma boa opção de compra.

Isadora Díaz
por
em

O Huawei Ascend P7 é um smartphone Android especialmente bonito. Ele tem design de ponta, com detalhes metálicos, especificações de top de linha e tela Full HD... Apesar disso, o P7 causou certa decepção durante nossos testes. Confira o review do novo celular da Huawei e saiba se ele vale a compra.

Smarts para tirar selfie: veja modelos com as melhores câmeras frontais

Huawei Ascend P7 (Foto: Lucas Mendes/TechTudo)Huawei Ascend P7 (Foto: Lucas Mendes/TechTudo)

Design

O Ascend P7 tem como grande trunfo a lateral feita com metal escovado. Ela dá ao aparelho uma cara "premium", e o coloca em pé de igualdade com os principais smartphones top de linha do mercado. O aparelho é bem acabado, com as tampinhas para cartão SIM e microSD com encaixe perfeito e detalhes dos botões também em metal. 

Huawei Ascend P7 (Foto: Lucas Mendes/TechTudo)Huawei Ascend P7 (Foto: Lucas Mendes/TechTudo)

Ele é bonito... Só não muito original. A gente explica: o Ascend P7 dá a impressão de ter "pegado emprestado" características de outros smartphones por aí. A traseira em vidro é mais ou menos o que vemos na linha Xperia Z, em particular nos Xperia Z2 e Xperia Z3. A localização da câmera, com um pequeno aro metálico ao redor, e o flash redondo são estranhamente parecidos. Sem falar no botão redondinho de liga/desliga, que fica na lateral direita...

Huawei Ascend P7 (Foto: Lucas Mendes/TechTudo)Huawei Ascend P7 (Foto: Lucas Mendes/TechTudo)

O vidro da traseira também pode ser encarado como um ponto negativo para os desastrados. Ele deixa o smartphone mais bonito - isso é verdade -, mas só enquanto ele é novo. Especialmente na versão preta, riscos ficaram aparentes depois de um tempo de uso, mesmo com a proteção Gorilla Glass 3 na frente e atrás. Se você costuma deixar o celular cair com frequência, ele provavelmente não é o smartphone para você - com vidro na parte frontal e traseira, há um risco duplo de superfície trincada.

Huawei Ascend P7 (Foto: Lucas Mendes/TechTudo)Huawei Ascend P7 (Foto: Lucas Mendes/TechTudo)

A boa notícia é que o conjunto fez do Ascend P7 um smartphone agradável de se ver. Ele é leve, fininho e encaixa bem na mão, mesmo com a tela grande de 5 polegadas. Com 6,5 mm de espessura, ele é mais fino do que o iPhone 6 e que o Galaxy S6, por exemplo. 

Desempenho

O desempenho foi a grande decepção que o Ascend P7 nos causou durante os testes. O que vimos simplesmente não fazia sentido. Ele tem especificações técnicas de ponta, que envolvem um processador razoavelmente poderoso e uma quantidade boa de memória RAM, mas que não se refletem na prática.

Huawei Ascend P7 (Foto: Lucas Mendes/TechTudo)Huawei Ascend P7 (Foto: Lucas Mendes/TechTudo)

O Ascend P7 roda o Android 4.4 (KitKat), uma versão do sistema teoricamente leve e desenvolvida para rodar sem traumas em aparelhos menos potentes. Acontece que ela está presente no P7 com uma personalização feita pela Huawei, chamada de Emotion UI, que mexe na interface de forma extrema e adiciona recursos e aplicativos pré-instalados. E, embora, seja muito legal e tenha funções bem-vindas, ela é pesada e torna o smartphone "engasgado".

Huawei Ascend P7 (Foto: Lucas Mendes/TechTudo)Huawei Ascend P7 (Foto: Lucas Mendes/TechTudo)

Travamentos por completo não foram o centro do problema, mas a demora para abrir e transitar entre aplicativos e as animações lentas se tornaram irritantes após algum tempo. Abrir o Twitter e migrar para o Facebook logo depois não é uma tarefa tão fluida quanto deveria mesmo para um smartphone intermediário... Para um celular que foi lançado ao preço de R$ 1.499, o desempenho que vimos é um belo contra, ainda mais quando consideramos que aparelhos como o Moto X entregam uma experiência melhor ao mesmíssimo preço.

Huawei Ascend P7 (Foto: Lucas Mendes/TechTudo)Huawei Ascend P7 (Foto: Lucas Mendes/TechTudo)

A Emotion UI tem seus pontos positivos. Ela simplifica o Android, e quebra a divisão que normalmente vemos entre menu de aplicativos e home. No Ascend P7, todas as páginas são listas de apps, semelhante ao que vemos nos iPhones. A UI mantém os widgets, uma característica forte do Android, e o visual em si é agradável. Nosso recurso favorito é o dos pacotes de temas, com opções pré-instaladas no aparelho. Com alguns toques, você pode mudar a aparência do celular, entre ícones e cores.

Tela

Huawei Ascend P7 (Foto: Lucas Mendes/TechTudo)Huawei Ascend P7 (Foto: Lucas Mendes/TechTudo)

Qual é o melhor smartphone para comprar? Opine no Fórum TechTudo

A Huawei pode ter errado no desempenho, mas acertou na tela. O display do Ascend P7 tem o tamanho ideal - grande, mas não muito grande -, e uma resolução excelente. Trata-se de uma tela de 5 polegadas Full HD (1080 x 1920 pixels), que torna os pixels que a compõem praticamente invisíveis a olho nu. Ele fica atrás de alguns tops do mercado, que já chegam com resolução quad HD, vide LG G3 e o Galaxy S6. Em relação à experiência de uso, dá para dizer que o Full HD é mais do que suficiente e é inclusive muito difícil notar a diferença entre ela e uma resolução quad HD no dia a dia.

Câmera

A câmera traseira do Ascend P7 é ok. Não é digna de aplausos e não vai concorrer com supercâmeras como as que vemos no iPhone 6 ou Lumia 1020, mas dá conta do recado. Em ambientes com bastante luz ela tira boas fotos, embora seja frequente que as imagens saiam levemente estouradas e pouco saturadas no modo automático. Para ambientes internos ou mesmo dias nublados, o cenário muda. As fotos não são particularmente ruins, tendo em vista o que parte da concorrência oferece, mas têm muito ruído e ficam supergranuladas. 

Huawei Ascend P7 (Foto: Lucas Mendes/TechTudo)Huawei Ascend P7 (Foto: Lucas Mendes/TechTudo)

Ela tem sensor de 13 megapixels e o flash LED, que fica logo abaixo na lente, é único e tem um alcance curto. Para quem não exige muito da câmera de um aparelho, ela deve ser o bastante. As filmagens que fizemos com a câmera traseira, por outro lado, ficaram bem tremidas, o que a gente pode colocar na conta pela ausência de um sistema de estabilização óptica para compensar o balanço natural da mão na hora da gravação. O lado bom é que os vídeos podem ter resolução Full HD, o que combina com a qualidade da tela, e podem ser feitos a 30fps. 

Huawei Ascend P7 (Foto: Lucas Mendes/TechTudo)Huawei Ascend P7 (Foto: Lucas Mendes/TechTudo)

A câmera frontal do Ascend P7, por outro lado, é o carro-chefe do aparelho. São 8 megapixels e um desempenho digno de muita câmera traseira por aí. As fotos saem boas - desde que a iluminação ajude - e colocam o aparelho no posto de smartphone para os "viciados em selfie". 

Custo-benefício

O Ascend P7 foi lançado a R$ 1.499, mas pode ser encontrado por preços próximos dos R$ 1.100 nas lojas. Como um celular intermediário, ele é excelente. Boa tela, câmera razoável e bom design. Para a categoria acima, no entanto, ele perde no desempenho para concorrentes como o Moto X, que se mostram muito mais vantajosos quando o assunto é custo-benefício. 

Huawei Ascend P7 (Foto: Lucas Mendes/TechTudo)Huawei Ascend P7 (Foto: Lucas Mendes/TechTudo)

Vale a compra? Sim, desde que você tenha se apaixonado pelo design do aparelho ou esteja em busca de um celular com uma câmera frontal incrível. Nesse quesito, ele se sai melhor do que o Galaxy Gran Prime Duos, por exemplo. Caso sua prioridade seja um aparelho com desempenho sem engasgos e com um sistema mais leve, há melhores opções por aí.

Nota TechTudo

NOTA tt
7.6
Design
8
Desempenho
6
Tela
9
Câmera
8
Custo-benefí­cio
7

Prós

  • Boa tela com resolução Full HD;
  • Supercâmera frontal;
  • Bom encaixe nas mãos.

Contras

  • Design pouco original;
  • Desempenho "engasgado".
Seja o primeiro a comentar

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

recentes

populares