Jogos de aventura

NOTA tt
8.0

Review Kingdom Hearts HD 1.5 ReMIX

Kingdom Hearts chegou ao Playstation 3 no remake em HD não de um, mas três jogos da série

Dário Coutinho
por
em

Kingdom Hearts HD 1.5 ReMIX é a remasterização em alta definição dos primeiros jogos de Kingdom Hearts, com versão exclusiva para PlayStation 3. O jogo, ou pacote de jogos, traz de volta boas memórias para os fãs da franquia, ao mesmo tempo em que se torna o modo ideal de apresentar aos novos jogadores a série que foi iniciada no PS2.

Kingdom Hearts HD 1.5 ReMIX (Foto: Divulgação)Kingdom Hearts HD 1.5 ReMIX (Foto: Divulgação)

Três pelo preço de um

Kingdom Hearts HD 1.5 ReMIX é, na realidade, um pacote de jogos que inclui Kingdom Hearts Final Mix, um relançamento em HD do primeiro jogo da franquia para Playtation 2, com novos conteúdos, novas áreas para visitar e novos inimigos; Chain of Memories, um remake da versão do Playstation 2 que por sua vez é um remake do mesmo jogo lançado para Game Boy Advance e 358/2 Days, que na realidade é um vídeo de quase três horas com a história do jogo 358/2 Days, exclusivo para Nintendo DS.

O primeiro e mais importante título do pacote é Kingdom Hearts Final Mix. O game conta a história de Sora, Riku e Kairi. Separado de seus amigos por conta da invasão de criaturas chamadas Heartless, Sora recebe uma Keyblade. As Keyblades, literalmente, lâminas-chave, permitem derrotar os Heartless e abrir portais para novos mundos.

Kingdom Hearts HD 1.5 Remix possui na realidade apenas dois games jogáveis (Foto: Divulgação)Kingdom Hearts HD 1.5 Remix possui na realidade apenas dois games jogáveis (Foto: Divulgação)

Ao chegar a “Traverse Town”, Sora encontra com personagens clássicos do mundo da Disney, como Pato Donald e Pateta. Os dois foram enviados pelo Rei Mickey para encontrar e ajudar o portador da Keyblade. Os três, então, partem por mundos variados, derrotando os Heartless e tentando salvar os amigos de Sora.

O game seguinte, Kingdom Hearts: Chain of Memories, é situado logo após os acontecimentos do primeiro jogo. Sora e seus amigos estão à procura de Riku e encontram um dos membros da “Organization XIII” no Castelo Oblivion. Eles encontram Naminé, uma menina loira de olhos tristes. Naminé não é exatamente da Organization XIII, ela foi capturada e obrigada a usar seu poder especial de manipular memórias em Sora e seus amigos. Com isso, todos perdem parcialmente as memórias e para recuperá-las terão que revisitar localizações do primeiro Kingdom Hearts, pois todas são baseadas nas memórias de Sora. Vários conceitos da história são apresentados em Chain of Memories, tornando este, um dos capítulos mais importantes da série.

Kingdom Hearts HD 1.5 Remix é uma coletânea dos primeiros jogos da franquia (Foto: Divulgação)Kingdom Hearts HD 1.5 Remix é uma coletânea dos primeiros jogos da franquia (Foto: Divulgação)

O terceiro jogo do pacote na realidade é um vídeo. Cronologicamente, 358/2 Days é ambientado logo após Chain of Memories e antes de Kingdom Hearts II, este último ainda exclusivo para PlayStation 2. O menu de 358/2 Days se assemelha ao de um DVD ou Blu-Ray de vídeo, onde há as opções, “Play”, “Chapter”, “Especial” e “Back”. A opção “Play” reproduz todos os conteúdos em vídeo que somados, totalizam duas horas e cinquenta minutos com animações relacionadas à história de 358/2 Days.

Jogabilidade clássica

Kingdom Hearts HD 1.5 ReMIX  apresenta poucas novidades para quem já jogou os games anteriores. O primeiro KH continua com seu estilo marcante e combates em tempo real. Apesar de parecer algo trivial, esse modo de jogar foi um dos responsáveis pelo sucesso do primeiro game. Até então, a Square Enix não tinha problemas com o modelo de jogabilidade em turnos, que se mostrou pouco popular nos anos seguintes. Apesar da mudança bem-vinda, o jogo apresentava, e ainda apresenta, alguns problemas com relação à câmera que costuma se posicionar em lugares estranhos.

Os comandos e jogabilidade continuam idênticos as versões do Playstation 2 (Foto: Divulgação)Os comandos e jogabilidade continuam idênticos as versões do Playstation 2 (Foto: Divulgação)

Em Chain of Memories, a jogabilidade é um pouco diferente e mistura combates em tempo real com turnos. Originalmente lançado como um jogo 2D para Game Boy Advance, o remake em 3D utiliza um sistema de batalhas com cartas. Esse modelo é mais rápido do que em jogos de combate com cartas normais e a profundidade e quantidade de cartas para construir um bom baralho tornam Chain of Memories um pouco mais desafiador, pelo menos na curva de aprendizagem.

Repaginação no Visual

O grande chamariz para quem quer se aventurar pela primeira vez no universo que mistura Disney e Square Enix, é, com certeza, o apelo visual. O game recebeu um belo upgrade nas texturas, mas os modelos dos personagens permanecem os mesmos. Os cenários também foram repaginados e agora mostram uma grande riqueza de detalhes. As cores vibrantes do game tornam-se ainda mais chamativas graças as TVs atuais.

Mas essa repaginação no visual, baseado em dois jogos do PlayStation 2, foi de certa forma fácil. Segundo o próprio criador da série Tetsuya Nomura, apenas dois programadores trabalharam no projeto e dedicaram quase um ano para dar vida à remasterização.

A improvável mistura entre os universos da Disney e Final Fantasy rende momento únicos (Foto: Divulgação)A improvável mistura entre os universos da Disney e Final Fantasy rende momento únicos (Foto: Divulgação)

Kingdom Hearts é um dos títulos de RPGs recentes com fãs mais fervorosos ao redor do mundo. A criatividade da Square Enix em conjunto com o universo da Disney, chocou os jogadores que não esperavam que algo de bom saísse de tal união. Não apenas bons, os três jogos presentes no pacote são excelentes e apresentam uma história profunda de amizade que se desdobra em sete jogos espalhados por várias plataformas.

A direção de arte única de Tetsuya Nomura se destaca por dimensionar Kingdom Hearts de forma distante de outros jogos de RPG, tanto japoneses como ocidentais. Tal diferenciação fica mais evidente ainda nos dias atuais, tornando a experiência dos jogos da série Kingdom Hearts algo único.

Cloud, Sephiroth e outros personagens de Final Fantasy dão as caras em Kingdom Hearts (Foto: Divulgação)Cloud, Sephiroth e outros personagens de Final Fantasy dão as caras em Kingdom Hearts (Foto: Divulgação)

Gostinho de “quero mais”

De certa forma, não se pode deixar de notar a ausência de títulos como Kingdom Hearts 2 e Kingdom Hearts: Birth By Sleep. Ambos fechariam um ciclo de lançamentos para consoles da Sony e transformariam esta coletânea em uma coletânea ideal para jogar enquanto se aguarda Kingdom Hearts 3. Felizmente o remake em HD desses dois jogos estão nos planos da Square Enix. Isso pode ser averiguado nos créditos finais de 1.5 Remix.

Conclusão

Kingdom Hearts HD 1.5 ReMIX não é uma coleção perfeita e passa a sensação de ser incompleta. É um ótimo começo, mas que escorrega por não entregar o controle ao jogador em 358/2 Days. Para os brasileiros, faltou também a localização para o português, que não veio nem em forma de legendas. Os jogos em si, são clássicos de ótima qualidade e valem ser conhecidos por qualquer fã de RPGs.


Qual o melhor jogo do PlayStation 2? Opine no nosso fórum.

Nota TechTudo

NOTA tt
8.0
Gráficos
8
Jogabilidade
7
Diversão
8
Som
8

Prós

  • - Pacote com três jogos
  • - Universo da Disney

Contras

  • - Sem legendas em português
  • - A câmera atrapalha às vezes
  • - Não é possível jogar 358/2 Days
Seja o primeiro a comentar

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

recentes

populares

  • Hugo Fraga
    2013-11-11T20:50:07

    Esse jogo e simplesmente de mais!!