Celular

NOTA tt
8.8

Review LG G Flex

O smartphone curvado já é uma realidade no mercado. A LG lançou o G Flex em janeiro nos Estados Unidos, e deve fazer o mesmo por aqui no segundo semestre. O TechTudo já testou e traz agora o review completo. Confira!

Fabrício Vitorino
por
em

O LG G Flex, enfim, apareceu para review. Depois de ser flagrado em cantos do Brasil e do mundo, o aparelho curvado da gigante coreana passou alguns dias na redação do TechTudo. O resultado dos testes com esse aparelho-conceito, com um super hardware e que é quase uma estrela de cinema, são impressionantes.

O que você achou do LG G Flex?Opine no Fórum do TechTudo

LG G Flex, o smartphone com tela curvada (Foto: Luciana Maline/TechTudo)LG G Flex, o smartphone com tela curvada (Foto: Luciana Maline/TechTudo)


Design

As primeiras impressões são ótimas: o design do aparelho é realmente um diferencial. Para quem tem mãos grandes, ele é confortável de usar, discar, digitar, ver vídeos, fotos, colocar no bolso, na mesa...

LG G Flex é confortável para quem tem mãos grandes (Foto: Luciana Maline/TechTudo)LG G Flex é confortável para quem tem mãos grandes (Foto: Luciana Maline/TechTudo)


Justamente pelo design, o G Flex vai chamar atenção onde quer que vá. “Que celular é esse? Nunca vi!”, “Para que um celular curvado?”, “Nossa, ele é lindo” ou “Caramba, que esquisito!” são frases inevitáveis quando você saca o Flex. Afinal, brasileiro é apaixonado por carros, futebol e... celulares! Então, se você for uma pessoa discreta, o LG G Flex pode não ser para você.

LG G Flex é curvado e flexível (Foto: Isadora Díaz/TechTudo)LG G Flex é curvado e flexível (Foto: Isadora Díaz/TechTudo)


No design também entraria o “fator de cura” do aparelho. Através de processos de dilatação, o G Flex pode se “regenerar” de pequenos arranhões na capa traseira. Com isso, chaves, atritos com outros gadgets, botões e afins deixam de ser um problema. E, novamente, viram uma atração. Afinal, quem não quer ter um smartphone “Wolverine”?

LG G Flex tem recurso que faz aparelho se "regenerar" após ser arranhado (Foto: Isadora Díaz/TechTudo)LG G Flex tem recurso que faz aparelho se "regenerar" após ser arranhado (Foto: Isadora Díaz/TechTudo)



 Além disso, o G Flex também trouxe a reboque o esquema de botões volume-power do LG G2. Eles ficam na parte traseira, sob a câmera, e podem ser acessados com a ponta dos dedos indicadores ou médios. No início é um pouco esquisito, mas isso passa rápido. E você percebe que os botões laterais talvez tenham sido mais uma gambiarra da engenharia, de tão separados que são. Colocar o chip da operadora também é uma operação delicada. Você precisa puxar, às vezes com um alfinete, a gavetinha lateral. E encostar o SIM ali, torcendo para que ele não caia. 

Aparelhos que têm a entrada para fones de ouvido na parte de cima são sempre mais práticos. Quando você pluga na parte de baixo, já está obrigatoriamente promovendo uma torção no plugue/cabo. Sobretudo para cabos mais grossos – ou para quem pratica esportes -, o plugue na parte de baixo não é nada confortável. E o mesmo vale para o carregador USB. Portas laterais são sempre menos frágeis e sujeitas a “abusos” aos cabos.

Entrada para fones de ouvido do LG G Flex (Foto: Luciana Maline/TechTudo)Entrada para fones de ouvido do LG G Flex (Foto: Luciana Maline/TechTudo)


O LG G Flex é um foblet (do inglês, "phone" + "tablet"). Ou seja, um smartphone um pouco maior que a média. Dito isso, é claro que ele terá os prós e contras de aparelhos “vitaminados”. Para quem gosta, é sempre melhor um telão para digitar, ver e tirar fotos, ler e jogar. Mas a curvatura da tela favorece (e muito) a digitação, além de encaixar perfeitamente no binômio boca + ouvido. Enfim, é, basicamente, o que os smartphones teriam sido desde o início, não fossem as limitações da engenharia à época de sua popularização: curvados. Assim como os telefones “velha guarda” que temos em casa, na mesa do trabalho e por aí vai.

Curvatura do LG G Flex, semelhante à de telefones de mesa, funciona bem para chamadas telefônicas (Foto: Luciana Maline/TechTudo)Curvatura do LG G Flex, semelhante à de telefones de mesa, funciona bem para chamadas telefônicas (Foto: Luciana Maline/TechTudo)


Desempenho

Agora, configurações: o LG G Flex é um foblet, com tela de 6 polegadas e 177 g de peso total. Tem resolução máxima de 720 x 1280 pixels, 32 GB de memória interna e 2 GB de RAM. Suporta Bluetooth 4.0, NFC, infravermelho e microUSB 3.0. Tem câmera traseira de 13 megapixels, que faz vídeos a 1080p em 60fps, com HDR, e som estéreo, além de contar com estabilização de vídeo. A câmera frontal, de 2,1 megapixels, faz vídeos a 1080 com 30 fps. Sob o capô, o processador Qualcomm Snapdragon 800, rodando a 2,26 GHz, com uma GPU Adreno 300.

O G Flex vem com a versão 4.2.2 do Android (Jelly Bean) e roda tudo. Sem engasgos, sem atropelos, sem choro. Dá para jogar, ver filmes, escrever e-mails, navegar – e muitas dessas combinações ao mesmo tempo, já que o aparelho é multitarefa. A única coisa que faz falta é uma porta microSD. Afinal, 32 GB podem não ser suficientes para um aparelho desse porte. Bola fora da LG.

Veja qual smartphone é campeão de armazenamento interno

Para compensar, a LG jogou firme na bateria. São 3.500 mAh de capacidade, que proporcionam uma bela autonomia. Em uso moderado, ele chega a incríveis dois dias sem ver o carregador, o que é muito respeitável, levando-se em consideração o tamanho da tela e o hardware.

Tudo isso dito acima já catapulta o LG G Flex para o post de “celular top de linha”. De acordo com os aplicativos de benchmark AnTuTu e Vellamo, ele disputa a coroa com o Galaxy Note 3 no reino dos foblets. Já no geralzão, briga ainda com o Galaxy S4 e com o irmão mais novo LG G2. Mas o G Flex não é, atualmente, nem foblet, nem smartphone, nem celular. É um conceito acessível. Um gadget-ostentação, em bom português.

Resultados de aplicativos de benchmark colocam o LG G Flex atrás do Galaxy Note 3 (Foto: Reprodução)Resultados de aplicativos de benchmark colocam o LG G Flex atrás do Galaxy Note 3 (Foto: Reprodução)


O teclado LG nativo, problemático no Optimus G Pro, melhorou muito. Está mais rápido, mais preciso e menos “louco” nas previsões. Ainda é recomendável uma troca por gente do tipo Swiftkey, mas mantê-lo não seria extravagância. Assim como seus predecessores, o G Flex traz os apps nativos vencedores da LG: LG Backup, que faz uma bela cópia de segurança, o Quick Remote, que transforma o foblet em um controle remoto universal (segue funcionando em qualquer aparelho!) e o QuickMemo, o mais legal de todos. Ao iniciá-lo, você pode escrever recados rápidos na tela e salvá-los, de modo a não perder nada – como o telefone de alguém com quem está conversando, por exemplo, ou comentários sobre uma apresentação ou foto.

Tela de bloqueio do LG G Flex e recurso QuickMemo (Foto: Reprodução)Tela de bloqueio do LG G Flex e recurso QuickMemo (Foto: Reprodução)


Durante a configuração inicial, uma coisa chama a atenção: a possibilidade de customizar os botões “menu” e “back”. Se você for canhoto ou estiver acostumado com o mundo Samsung, pode inverter ou manter o padrão. Outra das atrações do aparelho é poder acordá-lo com dois toques na tela (assim como no G2, aliás). No início, é esquisito, mas depois que você pega o “tempo” das batidas, nunca falha. Você pode adormecê-lo ou acordá-lo assim. E é fantástico. Nada de botões ou sacodidelas. O ruim é depois acostumar e ter que voltar para o velho “on/off”.

Tela

Brincar com o G Flex é divertido, muito divertido. Ele é confortável, responde bem e encaixa nas mãos sem ficar brigando para fugir dos dedos. O Flex inova com seu P-OLED (ou plastic OLED), o que não é pouca coisa. Mesmo tendo uma resolução efetiva menor que a do G2, por exemplo (720p contra 1080p), suas imagens impressionam. Muito mais do que qualquer foblet ou smart, aliás. Afinal, OLED é OLED, diriam os puristas. Além do mais, como a gente bem sabe, OLED tende a gastar menos energia – o que ajuda muito na longa autonomia do gadget.

Tela do LG G Flex tem resolução HD (Foto: Luciana Maline/TechTudo)Tela do LG G Flex tem resolução HD (Foto: Luciana Maline/TechTudo)


Câmeras

Efetivamente, não é na câmera que o G Flex traz alguma novidade. Na verdade, todo o sistema é praticamente idêntico ao do G2, sendo que a única diferença é que o irmão menor tem estabilização ótica das imagens (OIS), coisa que o foblet flexível não tem. E isso faz uma enorme diferença, sobretudo em fotos noturnas – resultando em imagens com menos ruídos, mais saturação de cores e, especialmente, menos tremidas, em função de exposições mais prolongadas.

Câmera traseira do LG G Flex (Foto: Luciana Maline/TechTudo)Câmera traseira do LG G Flex (Foto: Luciana Maline/TechTudo)


Também como seu irmão menor, o G2, o G Flex tem a câmera ao lado dos botões liga/desliga e volume. O flash LED também está ali mas, na prática, ele é pouco efetivo – como em todos os smartphones, ao que parece. Os modos de fotografia Normal, Disparo e Reparo, Tom Dinâmico (HDR), Automático Inteligente, Esporte Noite, além de Panoramica, Panoramica VR, Disparos contínuos, Câmera Dupla e Captura prévia de imagens também entregam um excelente resultado. Desde que haja boas condições de luz, claro.

Mais uma vez, o formato do aparelho favorece na hora de usar a câmera. Sendo ligeiramente curvado e com uma tela de 6 polegadas, é possível uma boa “pega” e uma excepcional visualização das imagens. Falta um botão dedicado à captura, mas nada que comprometa a usabilidade.

Interface do aplicativo de câmera do LG G Flex (Foto: Luciana Maline/TechTudo)Interface do aplicativo de câmera do LG G Flex (Foto: Luciana Maline/TechTudo)


No geral, o G Flex tem uma câmeras respeitável. Seria bem melhor, claro, com o famoso OIS (básico em qualquer câmera que se preze hoje em dia). Não chega no nível dos “cameraphones” da Nokia, claro. Mas você vai conseguir ótimos registros com ela e aposentar de vez sua point-and-shoot.

A câmera frontal, de 2,1 megapixels é aquela que chamamos de básica. Enquanto outros aparelhos entregam versões de 5 megapixels (até mantendo uma certa proporção de relação frontal/traseira entre um terço), o G Flex mantém o padrão do G2. Imagens boas, simples, bonitinhas, mas extremamente limitadas. Funciona bem para videochamadas, mas não espere selfies espetaculares.

Câmera frontal do LG G Flex (Foto: Luciana Maline/TechTudo)Câmera frontal do LG G Flex (Foto: Luciana Maline/TechTudo)


Custo-benefício

O LG G Flex ainda não foi lançado no Brasil – a previsão é de que ele chegue às lojas ainda no primeiro trimestre. Na Coreia do Sul, Índia e Inglaterra, onde o aparelho é vendido, sua versão desbloqueada sai pelo equivalente a US$ 940 (algo em torno de R$ 2.200, em conversão direta). Qual a mágica que a LG vai fazer para que, no Brasil, seu preço não atinja a estratosfera, ainda não sabemos. Mas que ele vai ser caro, disso não há dúvidas.

Tendo seu preço em mente, cabe uma análise: vale a pena comprar o LG G Flex? Se você pode pagar, sim. Trata-se do segundo celular curvado no mercado – o primeiro foi o Galaxy Round. Algo como um privilégio. Ele ainda tem alguns contras, como a resolução de tela e a câmera mediana, mas muitos prós (formato, autonomia, hardware, som, “fator de cura”...). E sim, o formato é um pró, ainda que não tenha sido totalmente compreendido. No geral, o LG G Flex é a prova de que a LG voltou forte para o jogo e vai buscar seu pedaço no mercado.

Especificações do LG G Flex (Foto: Arte/TechTudo)Especificações do LG G Flex (Foto: Arte/TechTudo)


Nota TechTudo

NOTA tt
8.8
Design
10
Desempenho
10
Tela
8
Câmera
9
Custo-benefí­cio
7

Prós

  • Formato curvado e flexível;
  • Desempenho impecável;
  • Bateria de longa duração
  • Traseira que se "regenera";
  • Aplicativos extras da LG.

Contras

  • Tela não é Full HD;
  • Sem slot microSD;
  • Câmera sem estabilização ótica.
Seja o primeiro a comentar

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

recentes

populares

  • Ton Rivera
    2014-02-08T09:17:13

    O legal dos Smartfones é que eles tem tudo,menos bateria.

  • Dime Trow
    2014-02-07T10:36:02  

    Nunca será um iPhone!!

    recentes

    populares

    • Dime Trow
      2014-02-07T10:36:02  

      Mds fanboy on por que nao morre com seu lixo de iphone

    recentes

    populares

    • Dime Trow
      2014-02-07T10:36:02  

      Não trocaria esse Lg por um iphone 6s...

  • Quero Comentar
    2014-04-27T00:51:33  

    2.200 num LG com android?! pra daki a 2 meses esse Quad Core ta travando num simples candy crush?! Nao obrigado, prefiro continuar no meu Iphone 4s. Eh antiguinho mas nunca travou pra nda

    recentes

    populares

    • Quero Comentar
      2014-04-27T00:51:33  

      Trava nao tenho ele e uso sem travamentos agora essa baseband jelly bean que irrita

  • Lucas Miranda
    2014-02-07T10:28:27  

    Pena um smart phone tão bom com um sistema ridículo desses

    recentes

    populares

    • Lucas Miranda
      2014-02-07T10:28:27  

      Alessandro A maioria acha ruim pq não tem dinheiro pro iphone ou não tem inteligencia pra escolher um windows phone fazer oq?

    recentes

    populares

    • Lucas Miranda
      2014-02-07T10:28:27  

      Só piada de WPista mesmo. O mundo descorda de você srzinho do sistema esquecido e capado.

  • Carlos Bauer
    2014-02-08T11:13:19  

    O que mata é ser Android.. Será que seria tão ruim assim cada empresa ter seu SO? Até concordo que, antes, era uma desvantagem, mas agora, com todo o boom dos smarts, tá na hora de cada um ter seu sistema. Android em cels poderosos como esse ou o Galaxy S4 chega a ser sacrilégio..

    recentes

    populares

    • Carlos Bauer
      2014-02-08T11:13:19  

      Nossa, mas então sou sortudo, tenho um Iphone 4S há uns 3 anos, que hoje em dia nem é top mais, e NUNCA deu pau. Acho que nunca nem desliguei o celular na vida. Não tenho um Galaxy, mas falo baseado em uso anteriores em Androids em outros cels. Em todos que usei, todos travavam. Não é possível que seja mal uso, já que nem sou tão hard em uso assim. Eu sou mais cada aparelho com seu SO independente. Assim teremos uma corrida para melhorar os SOs, ao invés de alguns lesos que não entendem nada de SOs, pagando de bons, igual vc.

    recentes

    populares

    • Carlos Bauer
      2014-02-08T11:13:19  

      Carlos Bauer Mas como mencionou o S4, concordo, o Android-DA-SAMSUNG é simplesmente um lixo... Tão lixo que o S4 e S5 capengam com ele. Enquanto outras marcas estão dando banho em high-ends com aparelhos muito inferiores. Como a Motorola... Mas menciona Sambug em uma comparação de Android já da pra ver que ta meio por fora...

  • Westley Amaral
    2014-02-07T15:26:22  

    Tem ouro nele? -'

    recentes

    populares

    • Westley Amaral
      2014-02-07T15:26:22  

      pra que vc quer saber,vai comprar um.

    recentes

    populares

    • Westley Amaral
      2014-02-07T15:26:22  

      Não, tem Oled.

  • Henrique
    2014-02-07T21:31:45  

    Meu Samsung Galaxy X, ou Nexus, já tem tela amoled CURVA. Isso não é novidade,desculpa.

    recentes

    populares

    • Henrique
      2014-02-07T21:31:45  

      Essa doeu.

  • Alex Rc
    2014-02-18T22:59:24

    Papel de parede da Sony. kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

  • Izaquiel Silva
    2014-02-08T21:25:38

    a palavra foblet e tao feio prefiro falar phablet

  • Ana Oliveira
    2014-02-07T10:24:48  

    Gostei do tablet! Ele vem com carregador e cabo usb?

    recentes

    populares

    • Ana Oliveira
      2014-02-07T10:24:48  

      Ok obrigada Monsenhor Razão. Desculpe, eu não sabia, mas valeu.

    recentes

    populares

    • Ana Oliveira
      2014-02-07T10:24:48  

      Se vem com sistema Androga é coisa de camelô.

  • Austin
    2014-02-08T02:50:04

    Daqui a pouco celular ate peidando estara!

  • Aline Grün
    2014-02-08T00:55:10

    2.200... Se rolar o mesmo lero lero que rolou com o PS4 e o Iphone 5C, esse ai vai custar uns 6 mil!!!

  • Marcelo Rosario
    2014-02-07T16:40:30

    É por isso que eu prefiro organizar minhas contas, pra saber onde e como gastar meu dinheiro... Tem muitos programas e sites bons por aí, e gratuitos. EU uso o SOS Financeiro. É um site, e dá de organizar as contas e acompanhar certinho quando uma vai vencer. Assim, nunca pago multas desnecessárias por atraso. As versões comerciais, contemplam clientes, fornecedores, armazenamento de comprovantes de pagamento e muito mais!!! Assim, minha empresa ganha sempre da Inflação!!! Desta forma, nossos empregados podem adquirir os melhores gadgets sem ter medo de serem felizes!!!

  • Kim Spomberg
    2014-02-07T18:03:26

    LG. KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK

  • Cláudio Lobo
    2014-02-07T17:47:22

    LG ? cruzes.

  • Anderson
    2014-02-07T17:43:57

    a camera dos celulares lg nao sao mto boas, desse ai sera se melhorou???

  • Pedro Henrique
    2014-02-07T16:02:13

    Essa moda de celular telha e pra acaba!

  • Bartolomeu Palpiteiro
    2014-02-07T15:34:58

    Comprei um Hip Phone ele carrega pelo Bluetooth, paguei caro, mas valeu a pena

  • Benedito Barbosa
    2014-02-07T15:24:34

    Só rindo destas avaliações pura propaganda

  • Matheus Souza
    2014-02-07T14:55:58

    Achei o celular top, porém inviável pra muitos de nós brasileiros. Que país é esse?

  • Felipe Souza
    2014-02-07T14:43:41

    ESSE EU QUEROO *-*

  • Vadim Vladimir
    2014-02-07T14:13:08

    A mágica da LG pra vender no Brasil com preço menos absurdo: Esperar uns 3 anos. Aí sim vão poder lançar por 4 mil reais.

  • Fabio Santos
    2014-02-07T14:03:20

    Quando for a praia, surfar não preciso levar prancha..

  • Raphael Bruno
    2014-02-07T13:57:08

    Prefiro meu tijolo, ele nao faz nada mais liga e desperta, precisa mais que isso nao, agora, pra pagar esse absurdo teria que me acordar e fazer o café da manha e estende minha cama.

  • Nicolas Mori
    2014-02-07T13:08:40

    Impressão minha ou é um LG G Flex mas com Papel de Parede do Sony Experian ? kkkkkk esse techtudo adora dar uma trllada kkkkkkk