Jogos de aventura

NOTA tt
9.0

Review Luigi’s Mansion: Dark Moon

Com belos gráficos, boa jogabilidade e um charme incomparável, Luigi finalmente tem um jogo à altura dos títulos de seu irmão mais velho.

Felipe Velloso
por
em

Luigi’s Mansion: Dark Moon é o novo jogo do mais tímido dos irmãos encanadores da Nintendo. O primeiro game, Luigi’s Mansion, era bom, mas não foi capaz de despertar o mesmo interesse que os jogos “arrasa-quarteirões” do Mario. No entanto, a fórmula apresentava muito potencial para ser explorado. Felizmente a empresa acertou em Dark Moon, que se apresenta como um dos melhores títulos para o 3DS.

A capa de Luigi's Mansion: Dark Moon (Foto: Divulgação) (Foto: A capa de Luigi's Mansion: Dark Moon (Foto: Divulgação))Luigi's Mansion: Dark Moon (Foto: Divulgação)

Para responder a estas demandas, Luigi’s Mansion: Dark Moon foi lançado para o Nintendo 3DS. A história, apesar de um pouco mais elaborada do que o simples rapto de princesas, ainda mantém uma certa simplicidade. Seguindo o roteiro do primeiro jogo, o Professor E. Gadd estava trabalhando em seu laboratório com seus novos assistentes fantasmas quando eles subitamente saem de controle. Um satélite chamado de Dark Moon, responsável por manter os fantasmas em um humor mais dócil e tranquilo, é destruído pelo King Boo, e o Professor decide pedir ajuda mais uma vez a Luigi para resolver o problema, coletando os pedaços perdidos pelas mansões do vale assombrado.

O jogo tem alguns dos melhores gráficos do portátil (Foto: Divulgação)O jogo tem alguns dos melhores gráficos do portátil (Foto: Divulgação)

Apesar do enredo simples, o jogo consegue brilhar na interação entre os personagens, com excelentes diálogos e um humor situacional oriundo do jeito desastrado e medroso de Luigi. O protagonista visita seis mansões diferentes, todas com seus próprios puzzles, chefões e fantasmas únicos no que pode ser descrito como um dos melhores títulos lançados para o 3DS.

Visualmente o jogo é brilhante, com gráficos muito bem feitos que casam perfeitamente com a atmosfera cartunesca e fantasmagórica de Luigi’s Mansion. Todos os cômodos são extremamente bem detalhados com objetos que podem ser movidos pelo aspirador do protagonista. Os efeitos são ainda mais estonteantes graças a capacidade 3D do aparelho que deve estar sempre ligada para potencializar a experiência do jogador.

Perseguir os cachorros fantasmas é tão legal que ganhou seu próprio modo no multiplayer (Foto: Divulgação)Perseguir os cachorros fantasmas é tão legal que ganhou seu próprio modo no multiplayer (Foto: Divulgação)

No quesito jogabilidade Luigi’s Mansion: Dark Moon é bem semelhante ao primeiro título. Luigi deve explorar dezenas de salas diferentes, descobrindo novos segredos e explorando a fundo cada um dos cenários apresentados. No meio de tudo isso estão os fantasmas, que farão de tudo para impedir que você alcance o seu objetivo.  Cada um deles funciona com um pequeno puzzle e você deverá descobrir como derrotar cada um deles. O mais normal é pegar sua lanterna, deixá-los tontos e depois vencê-los em uma disputa de força com o aspirador, mas a cada momento um elemento novo é adicionado a este conflito.

Ainda que os controles funcionem bem, a falta de uma segunda alavanca deixa as coisas um pouco mais difíceis. Luigi não pode ser movido enquanto está usando o aspirador, e em salas com muitos fantasmas, esta limitação torna a tarefa muito mais difícil para os jogadores.

Esse problema acaba por levar a outro ponto negativo do jogo, os “save points” pouco frequentes. Não é possível salvar o jogo quando você quiser, e é preciso alcançar certos momentos especiais que costumam estar há cerca de 20 à 30 minutos uns dos outros. Isso não é exatamente um problema em grandes consoles, mas jogos portáteis costumam ser jogados em momentos rápidos, como viagens de ônibus ou salas de espera, e precisam ser salvos mais frequentemente.

Os Luigis multi-colores do multiplayer (Foto: Divulgação)Os Luigis multi-colores do multiplayer (Foto: Divulgação)

Além da fantástica campanha no modo single-player, Luigi’s Mansion: Dark Moon também vem com um divertido modo multiplayer que coloca os jogadores na pele de Luigis de cores diferentes. Nele, você e mais alguns amigos na mesma sala ou via internet poderão jogar cooperativamente em três modos diferentes. O único defeito aqui é a ausência de outros personagens, não custava muito a Nintendo ter colocado outras figuras clássicas do Mushroom Kingdom, como Mario, Peach, Yoshi, Toad e etc. Fora que nada seria mais justo para Luigi do que ter o Mario como seu player 2.

Conclusão

Luigi’s Mansion: Dark Moon é sem dúvidas um dos jogos mais bacanas do ano, e um dos melhores títulos para Nintendo 3DS. Com belos gráficos, boa jogabilidade e um charme incomparável, Luigi finalmente tem um jogo à altura dos títulos de seu irmão mais velho.

Nota TechTudo

NOTA tt
9.0
Gráficos
9
Jogabilidade
9
Diversão
9
Som
9

Prós

  • - Gráficos detalhados.
  • - Humor e bons diálogos
  • - Protagonista diferente
  • - Jogabilidade interessante

Contras

  • - Multiplayer só com o Luigi
  • - A falta da segunda alavanca
  • - Distância entre save points
Seja o primeiro a comentar

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

recentes

populares

  • Alexsandra Bezerra
    2013-04-12T17:38:08

    Quem tiver o jogo e quiser me adicionar na sua lista de amigos pra gente jogar uns multiplayers é só adicionar meu friend code e deixar o seu aqui na página: 0576-4030-8924

  • Rafael Cipriano
    2013-05-12T13:15:13

    Meu Friend Code 4725-8822-9942 xD