Por Thiago Barros; Por TechTudo

TechTudo

Madden NFL 15 leva o futebol americano virtual a um nível de realismo quase impecável. No visual, na ambientação e, principalmente, no jogabilidade. Este é somente o primeiro game de esporte dos mais aguardados do ano a ser lançado. Ainda faltam, por exemplo, NBA 2K15, Fifa 15 e PES 2015. Mas, sem sombra de dúvida, a simulação do football vai brigar pelos troféus de melhor da categoria neste ano. Confira a análise:

Novo game da NFL foi lançado nesta terça (Foto: Thiago Barros/Reprodução) — Foto: TechTudo

Os americanos dizem que o ataque ganha jogos, e a defesa ganha campeonatos. E foi com um novo sistema de marcação que a EA Sports acertou em cheio no Madden NFL 15. A princípio pode ser difícil se acostumar com a nova câmera, focada no jogador que você deseja controlar, mas a dificuldade é passageira.

Game tem novas câmeras de defesa (Foto: Thiago Barros/Reprodução) — Foto: TechTudo

Com este recurso, atacar o quarterback, impedir corridas e até fazer interceptações se torna muito mais simples e intuitivo – o que não quer dizer que seja fácil, especialmente nos níveis mais difíceis. Agora, a marcação tem indicações visuais de direção e botões que devem ser apertados.

Conforme o usuário aperta tudo no momento exato, se livra com mais facilidade de seu adversário primário e pode ir para cima de quem é seu alvo de verdade. As derrubadas, por sua vez, agora são divididas em tipos: simples, agressiva e eficiente. Tudo varia de acordo com sua posição em relação ao adversário.

Um tackle simples é eficiente para quando ele está correndo e você não tem mais como chegar tão perto para dar uma investida mais forte (agressiva). O eficiente serve para os usuários mais iniciantes, pois mostra uma espécie de cone imaginário em que é possível calcular qual a melhor direção para dar o “golpe”.

Sistema de chamar jogadas está diferente (Foto: Thiago Barros/Reprodução) — Foto: TechTudo

A maneira de chamar jogadas também mudou, e agora mostra recomendações que são bem mais inteligentes, baseadas nas preferências da comunidade Madden e também no comportamento dos times rivais. Assim, fica muito melhor entender o complexo sistema de gameplan das equipes da NFL.

Quem já foi a um jogo de futebol americano sabe o quão importante é a torcida em uma partida. Até mesmo ao se assistir pela televisão é possível notar. Mas o novo Madden já não passa essa dimensão – ao contrário de outros games da EA Sports, como o Fifa 15 que teve trailers voltados para o ambiente do estádio e o NFL, com torcedores realistas.

Jogo está muito bonito, mesmo fora das animações (Foto: Thiago Barros/Reprodução) — Foto: TechTudo

As reproduções dos estádios são incríveis, os jogadores estão mais bem feitos do que nunca (tirando as polêmicas das tatuagens, que não puderam ser usadas no game por conta de possíveis problemas de direitos autorais com os tatuadores), e é possível que os usuários notem até mesmo a influência do clima no visual.

E a qualidade é excelente não somente em vídeos de introdução e animações entre um lance em outro, como em todo o gameplay. É possível ver suor, manchas nas roupas e cabelos voando. Movimentações estão bem reais, efeitos de iluminação idem. Se o que foi feito em Madden NFL 25 neste ponto já agradava, agora está ainda melhor.

Olha o tackle! Melhorias gráficas e na defesa são os atrativos (Foto: Thiago Barros/Reprodução) — Foto: TechTudo

Mas a torcida é realmente uma bola fora – ou um passe incompleto – de Madden NFL 15. Sente-se falta de cantos, de imagens mais próximas de torcedores (como acontece em Fifa World Cup 2014, por exemplo) e do clima de NFL no jogo. Tirando isso, ele recria a experiência perfeitamente, com direito à simulação de transmissão na TV.

Show do intervalo no game (Foto: Thiago Barros/Reprodução) — Foto: TechTudo

Os narradores da TV americana aparecem, e tem até show do intervalo, com todas as estatísticas e os melhores momentos do primeiro tempo da partida. Além disso, vídeos com os jogadores na vida real são exibidos quando eles aparecem em destaque – e as escalações também aparecem com fotos reais dos atletas.

A defesa melhorou, o sistema de chamar jogadas está mais inteligente e os gráficos são os mais bonitos até hoje. Já os modos de jogo, são mais do mesmo, com destaque para o Connected Franchise e o Ultimate Team, além das animadas partidas online. Nem nos menus houve muitas modificações.

Game está muito bonito, mas sem inovações em modos de jogo (Foto: Thiago Barros/Reprodução) — Foto: TechTudo

Há apenas algumas opções a mais nos treinamentos de habilidades, realocação de um recurso ou outro no modo de gerenciamento de equipes, mas nada que signifique, para os usuários que jogaram o Madden NFL 25, uma grande mudança. Neste ponto, pode-se considerar mais um “vacilo” da EA, que perdeu a oportunidade de inovar mais um pouco.

Madden NFL 15 tem tudo para agradar ao gamer fã de futebol americano. Ele traz, no que mais importa, uma diferença clara na jogabilidade e nos gráficos in-game, da versão atual para sua antecessora. Especialmente em consoles de nova geração, como o PlayStation 4 e Xbox One. O jogo que já era bom, ficou ainda melhor.


Você jogou Madden 25 no PS3?
Comente no Fórum do TechTudo.

9.5

Gráficos
10
Jogabilidade
10
Diversão
10
Som
8

Prós

  • Visual impressionante
  • Novo sistema de defesa
  • Seleção de jogadas inteligente
  • Melhor jogabilidade da série
  • Simulação de transmissão de TV

Contras

  • Mesmos modos de jogo
  • Trilha sonora simples
  • Pouca interação da torcida

Mais do TechTudo