Jogos de ação

NOTA tt
7.0

Review Medal of Honor

A franquia Medal of Honor ganha mais um capítulo. Warfighter mostra que a série evoluiu em alguns aspectos, como os gráficos e o enredo, mas que ainda deixa a desejar na hora de apresentar uma jogabilidade eficiente e uma campanha atraente.

Felipe Vinha
por
em

A franquia Medal of Honor ganha mais um capítulo. Warfighter mostra que a série evoluiu em alguns aspectos, como os gráficos e o enredo, mas que ainda deixa a desejar na hora de apresentar uma jogabilidade eficiente e uma campanha atraente.

Medal of Honor: Warfighter (Foto: Divulgação) (Foto: Medal of Honor: Warfighter (Foto: Divulgação))Medal of Honor: Warfighter (Foto: Divulgação)

Chorando com suas lembranças

Ao invés de adotar uma história única que se desenrola fase por fase, Medal of Honor Warfighter apresenta um enredo que se desenvolve baseado em acontecimentos. Tudo gira em torno do Tier 1, um grupo de soldados americanos que combatem o terrorismo ao redor do planeta.

Com uma temática que lembra um pouco Black Ops, as missões não ocorrem de uma forma interligada. Baseadas em acontecimentos do passado, você deve reviver as lembranças de Preacher, um soldado que vive com conflitos familiares e memórias não tão agradáveis.

Entretanto, a tentativa do game em provocar emoções no jogador, diante de um enredo com tantas cenas marcantes, não combina com a ação frenética ou furtiva de boa parte das missões. Talvez se todas as lembranças surgissem em uma história única, seria bem mais interessante.

Medal of Honor: Warffighter (Foto: Divulgação) (Foto: Medal of Honor: Warffighter (Foto: Divulgação))Medal of Honor: Warffighter (Foto: Divulgação)

Campanha curta e multiplayer sem sal

Além dos contratempos citados acima, a campanha principal sofre com um grande problema: o tempo de duração. É possível completar o jogo em pouco mais de cinco horas, o que acaba tornando o título um forte candidato a ficar encostado na sua estante.

Os modos multiplayers também tem uma boa parcela de culpa em tornar o título pouco interessante. Tudo que é apresentado não é nenhuma novidade, seja o sistema de escolha de classes e armamento, como os tipos de jogo. Nem a rede social integrada conseguiu injetar um animo extra. Também sentimos falta de um modo multiplayer na campanha principal, já que o próprio enredo faz questão de sempre mostrar Preacher e seus companheiros.

Medal of Honor Warfighter (Foto: Divulgação)Medal of Honor Warfighter (Foto: Divulgação)

Evoluindo timidamente a jogabilidade

Buscando não repetir o fiasco do último título da franquia, o principal quesito a ser trabalhado é sem dúvida a jogabilidade. Sendo assim, houve uma melhora significativa na hora de comparar as versões, mas ainda é impossível colocar o título lado a lado com outras grandes franquias como Call of Duty e Battlefield.

O game não rodar a 60 frames por segundo é uma exigência de gamers mais experientes, por isso não entram na crítica sobre a jogabilidade. Mas a movimentação no jogo é algo que ainda precisa melhorar bastante. O armamento pesado não é desculpa para que seja tão difícil correr de um ponto ao outro ou simplesmente mirar ao ser surpreendido. Há uma lentidão que atrapalha bastante durante o jogo, e que já se arrasta desde muitos jogos atrás.

Só que nem tudo é motivo de críticas. A Danger Close também entrou na onda de variar um pouco o enredo do jogo e mesclou na aventura o controle de veículos, como carros e lanchas. O tiro acertou em cheio e ficou muito divertido alterar entre um fuzileiro americano e um piloto de rally.

Medal of Honor Warfighter (Foto: Divulgação)Medal of Honor Warfighter (Foto: Divulgação)

CGs incríveis e gameplay escuro

Embora os gráficos de Medal of Honor Warfighter estejam longe de serem considerados são os melhores já exibidos pela série. O destaque principal vai para as cenas de animação, que impressionam por apresentar personagens muito bem detalhados, tanto nas feições, quando nas expressões faciais. Vale a pena assistir a todas elas.

Assim como em Battlefield, o jogo conta com um sistema de destruição. A diferença é que em Medal of Honor eles são bem limitados, em outras palavras, você não irá reduzir um prédio a poeiras ao menos que a história obrigue a isso. Mesmo assim, a destruição acaba interagindo com o game de uma forma aceitável, fazendo com que os escombros que surgem pelo caminho sejam uma ótima alternativa para esconder-se dos disparos inimigos.

O que não agrada é o modo com que os efeitos de luz e sombra são aplicados durante as missões. Entendemos que missões sorrateiras utilizam a escuridão como uma aliada na hora de executar um movimento mais sorrateiro, mas da forma com que ela age, acaba se tornando a grande inimiga do jogo. Em certos momentos, é confuso até se orientar para aonde deve ir, mesmo se tratando de um jogo extremamente limitar, uma característica de jogos deste gênero.

Medal of Honor: Warfighter (Foto: Divulgação) (Foto: Medal of Honor: Warfighter (Foto: Divulgação))Medal of Honor: Warfighter (Foto: Divulgação)

Conclusão

Medal of Honor Warfighter é mais um fps que chega ao mercado apenas para somar. Para aqueles que acompanham a franquia, é possível notar uma evolução, principalmente em relação a jogabilidade e gráficos. Mas mesmo assim, o game como um todo ainda não consegue ter a mesma competência dos clássicos Battlefield e Call of Duty.

Nota TechTudo

NOTA tt
7.0
Gráficos
7
Jogabilidade
6
Diversão
6
Som
8

Prós

  • - Ambiente destrutivo
  • - Enredo interessante
  • - Evolução da franquia

Contras

  • - Gráficos medianos
  • - Multiplayer comum
  • - Campanha curta
Seja o primeiro a comentar

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

recentes

populares

  • André F.
    2012-12-28T02:45:53

    Eu odiei esse jogo.Completamente chato, extremamente genérico e com uma falta de originalidade tamanha que impressiona. Não tem alma,imaginação ou algum amor investido, parece ter sido feito em uma linha de construção, para conseguir um dinheiro de forma fácil. Esse tipo de produto é o que nossa indústria não precisa, e me enjoa como aberrações desse tipo recebem boas notas, ou até mesmo são lançados.

  • Vinicius Andrade
    2012-12-27T23:06:14

    Gráficos medianos? Frostbite 2, alguém??? Sinceramente, ainda não tive a oportunidade de jogar esse MoH, mas o BF3 já veio com gráficos sensacionais. Acho quase impossível que utilizando o mesmo motor gráfico, o jogo tenha ficado menos vistoso que BF3. Sacanagem é BO2 ganhar 9 pelos gráficos, sendo que o jogo veio com uma engine modificada já pela terceira, quarta vez.

  • Cleidson Santos
    2012-11-29T17:21:05

    época de medalha de honra......soh no PSone.... "/

  • Renato Moura
    2012-11-28T21:49:28

    Esse jogo eh incrivel e ainda digo que um ponto forte são os graficos que trazem muito mais dinamica e interação com o cenario ... po techtudo ... deixou a desejar na avaliação...

  • Laerte Renck
    2012-11-28T18:18:51

    Só concordo com o Review quando se fala no fator replay, a campanha é curta mesmo, mas fiquei impressionado com a física que o jogo apresenta.

  • Felipe
    2012-11-28T14:31:16

    Bem,techtudo ''criticadora amadora'',esse jogo foi inspirado na engine do battlefield 3 e o movimento dos personagens,estão muito bom,a dificuldade da graça ao jogo,deixa ele mais realista,e chama atenção dos gamers hardcores,multiplayer,e incrivel e desafiador,e pura tática,você tem usar sua percepção e sua inteligência,controles são excelentes,sei que campanha curta,mas ele digno de uma avaliação com nota 9,0.

  • Luiz Caetano
    2012-11-28T13:35:56

    Nota 7 ? Não analisaram direito ... MoH Warfighter deixa muito jogo no chinelo , principalmente no multiplayer , você precisa literalmente de estratégia , ainda mais no modo Real Ops , você não tem auxilio de mapas , você usa a sua inteligência e sua percepção , quando você mais precisa , jogando com duplas , onde um ajuda o outro .... Esse é o verdadeiro multiplayer , você não sai correndo dando tiro no primeiro nego que vier , mais um fps comum ? Melhorar o movimento ? Quer jogar essas coisas , vai jogar Battlefield ou CoD , que você sai correndo e mata 5 ou 6 negos !

  • Lineker Moraes
    2012-11-28T11:32:08  

    Prós: Evolução da franquia - Contras: Gráficos medianos, Multiplayer comum, Campanha curta. Só eu vejo a contradição aqui? Bem, é o TechTudo, não da pra esperar muito.

    recentes

    populares

    • Lineker Moraes
      2012-11-28T11:32:08  

      Eu concordo com vc! Já a tempos vejo a falta de qualidade nas materias... "esperar o quê do Techtudo"... rsrsrs