Celular

NOTA tt
8.0

Review Motorola Atrix

Durante a CES 2011, a Motorola apresentou ao mundo o Motorola Atrix, ou como eles mesmos diziam, “o smartphone mais poderoso do mundo”. Na época eles tinham bons motivos para afirmar isso: o modelo era um dos primeiros smartphones a contar com um...

Eduardo Moreira
por
em

Durante a CES 2011, a Motorola apresentou ao mundo o Motorola Atrix, ou como eles mesmos diziam, “o smartphone mais poderoso do mundo”. Na época eles tinham bons motivos para afirmar isso: o modelo era um dos primeiros smartphones a contar com um processador dual-core, o que garantia uma performance impecável ao sistema Android, principalmente nas atividades de multimídia e entretenimento, como vídeos e jogos.

O tempo passou, outros modelos apareceram, e o Atrix acabou perdendo o posto de “mais poderoso”. A marcha da evolução tecnológica seguiu, mas mesmo com outros modelos em evidência, o primeiro Android dual-core da Motorola ainda é capaz de fazer a alegria daqueles que querem se divertir com alta qualidade no smartphone. A seguir, fazemos uma análise das principais características do modelo, tentando descobrir se ele pode ou não ser uma boa opção de compra nos dias de hoje.

atrix_01Motorola Atrix (Foto: Divulgação)

Design

O Motorola Atrix é sóbrio nas suas linhas, deixando uma aparência de telefone sério e robusto. O modelo lembra o Motorola Defy no seu aspecto físico, mas é maior nas suas dimensões. Apesar das peças plásticas na parte traseira da tampa, o telefone é bem montado em sua estrutura, dando uma sensação de segurança.

É um telefone relativamente fino e agradável de ser transportado. Poucos botões físicos são encontrados na sua lateral, e um diferencial interessante do Atrix para os demais é o seu leitor biométrico, localizado na parte traseira do aparelho. Com ele você pode bloquear o acesso ao seu telefone, permitindo que você (e apenas você) tenha acesso aos seus dados. Não deixa de ser um diferencial para aqueles que são mais preocupados com as informações armazenadas em seu dispositivo.

Hardware

Seu processador dual-core de 1 GHz e sua memória RAM de 1 GB fazem toda a diferença, tornando o sistema Android ágil em todas as atividades. Com as recentes atualizações, o smartphone manteve o seu bom desempenho para a reprodução de vídeos (inclusive em alta definição) e jogos com recursos mais avançados. O Atrix, mesmo com o passar do tempo e com uma exigência maior da nova versão do sistema Android, é um aparelho com um desempenho muito bom para as suas características.

O modelo é um dos primeiros a contarem com o padrão de portas miniUSB e miniHDMI lado a lado. Essa disposição foi pensada para que o smartphone fosse compatível com o seu dock multimídia e com o lapdock, uma espécie de laptop com dock conector na parte traseira, que é gerenciado pelo smartphone e transfere o funcionamento do celular à tela maior do notebook. Essa particularidade faz com que o Atrix ainda seja considerado um dos smartphones “mais poderosos do mundo”. Afinal, não é qualquer smartphone que é capaz atuar como sistema operacional de outra plataforma móvel.

Mas o que no ano passado era considerado top, hoje não é tanto assim. Falamos atualmente em processadores de 1.2 ou 1.5 GHz, smartphones com Android 4.0 (Ice Cream Sandwich) e câmeras de 8 megapixels. Não é culpa do Atrix ele ter ficado com uma câmera de 5 megapixels, com gravação em 720p (HD), com 30 FPS. Ainda são especificações bem interessantes, mas não são as melhores do mercado.

Um diferencial importante no hardware do Atrix é a inclusão do dock multimídia e do controle remoto no pacote de venda do produto. Normalmente, em outras soluções similares, temos que comprar esse dock separadamente. No caso do Atrix, o comprador já recebe tudo o que é necessário para começar a ver os seus vídeos e fotos na tela da TV com entrada HDMI. Além disso, vale destacar também a sua tela, que possui a tecnologia Gorilla Glass, deixando assim o modelo imune a riscos e arranhões, e resolução qHD (960 x 540 pixels), o que resulta em imagens mais definidas nas 4 polegadas do display.

atrix_03Motorola Atrix (Foto: Divulgação)

Software

Depois de algumas atualizações, o Atrix está na versão 2.3.6 (Gingerbread) do Android. Quando foi lançado, estava na versão 2.2 (Froyo), mas em ambas a sua performance foi muito boa. Todos os recursos de personalização da interface da Motorola estão presentes. É mais um modelo que, mesmo sendo lançado no começo de 2011, desperta o desejo de seus proprietários em receber a versão 4.0 (Ice Cream Sandwich) do sistema do Google.

Como o seu forte é a parte de reprodução de conteúdos multimídia, o Atrix foi muito bem na execução de vídeos, tanto via streaming quanto naqueles armazenados no smartphone. No caso dos jogos, sua performance foi excelente, e é diversão garantida para quem quer passar algumas horas brincando com games como Angry Birds e Need For Speed.

O Atrix também mostra o seu poder de processamento quando combinado com o dock multimídia e o lapdock. Quando conectado à TV, ele reduz o seu sistema de gerenciamento de informações aos recursos mínimos, para que o usuário possa ter acesso à pastas de fotos e vídeos. E isso faz com que a navegação pelo conteúdo seja realmente muito rápida. No caso do lapdock, seu desempenho geral é um pouco melhor do que a maioria dos antigos netbooks com processador Atom (1.6 GHz de núcleo simples), o que é algo positivo, já que estamos falando de um smartphone.

Custo-benefício

Apesar de ser um modelo que ainda conta com um bom desempenho e bons recursos, o Motorola Atrix ficou para trás na marcha de evolução do segmento mobile. Não estamos dizendo que é um smartphone ruim. Só afirmamos que, com apenas um ano de vida, o Atrix hoje só atende aos novos usuários que contam com objetivos muito específicos com o telefone, como por exemplo, levar os conteúdos de vídeo e fotos para uma sessão de exibição na casa de amigos e parentes, ou para apresentação de slides em colégios e escritórios.

Seu preço elevado (entre R$ 1500 e R$ 1800) o torna ainda menos atraente. Hoje, modelos com um hardware mais potente e com maiores possibilidades de receber o Android 4.0 estão na mesma faixa de preço, ou até mais baratos. Por isso, a dica é: só compre o Atrix se você realmente deseja o Atrix. Se você busca um smartphone Android potente, atualizado, e com as mesmas possibilidades multimídia, sugerimos os lançamentos mais recentes, principalmente se você está disposto a pagar esse alto valor por um dispositivo.

Ficha técnica

Tela: 4.0 polegadas, com Corning Gorilla Glass  
Resolução de tela: 540 x 960 pixels
Sistema Operacional: Android 2.3.6 (Gingerbread)  
Rede: WCDMA 850/1900/2100, GSM 850/900/1800/1900, HSDPA 14Mbps (Categoria 10), Classe Avançada 12, GPRS Classe 12, HSUPA 384Kbps  
Armazenamento: 16 GB de memória interna, expansível via cartão microSD de até 32 GB  
Câmera: Traseira de 5 MP com foco automático e flash LED, e frontal, com resolução VGA  
Conectividade: WiFi b/g/n, 3G Mobile Hotspot, GPS, AGPS, USB 2.0  
Sincroniza com o PC: Sim
Dimensões: 63,5 x 117,75 x 10,95 mm  
Peso: 135 gramas  
Bateria:   1.930 mAh, com autonomia de até 530 minutos de conversação, e até 400 horas em standby (ambos no modo GSM)  
Itens inclusos: Carregador de parede, bateria, fones de ouvido, cabo de dados, dock multimídia, controle remoto, cabos, CD de instalação e manual de instruções 

Nota TechTudo

NOTA tt
8.0
Design
8
Desempenho
9
Custo-benefí­cio
7

Prós

  • * Processador dual-core;
  • * Gorilla Glass e tela qHD;
  • * Propriedades multimídia,

Contras

  • * Preço;
  • * Câmera de 5 MP;
  • * Tecnologia defasada.
Seja o primeiro a comentar

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

recentes

populares

  • Rodrigo Vieira
    2013-06-16T17:36:05

    500 conto na loja da vivo, no plano pré

  • Henrique Lima
    2012-08-01T01:48:36

    Sempre tive receio com aparelhos da Motorola desde quando adquiri um C333 que a bateria não durava 1 dia sequer em 2003. Fui apresentado ao Atrix na loja quando resolvi trocar o meu velho e bom Nokia por um aparelho mais moderno. A vendedora tinha um e fuçando um pouco no aparelho fechei a compra por R$50,00 junto com um plano. Até agora não tenho o que reclamar do aparelho, exceto a bateria que pesquisando na internet, os novos aparelhos (com Android principalmente) também não tem muito tempo de vida. A única coisa que falta pra ele ficar perfeito é um cartão de memória, o resto é só festa.

  • Michael Telecky
    2012-04-27T12:53:30

    E esta semana para minha surpresa, adquiri uma multifuncional Wifi, que permite a impressão de fotos, documentos e PDFs direto do celular. Um aparelho que custava R$ 2000,00 quando do lançamento, pré pago pela TIM, consegui no ano passado por R$ 1400,00. Apenas fiz o upgrade do Android 2.2 para o 2.3.6 e funciona tudo perfeito. A bateria que é um dos maiores problemas dura um dia com uso normal. Com 16 Gb interno e mais um cartão externo de também 16 GB, espaço não é problema.

  • Michael Telecky
    2012-04-27T12:53:08

    Ainda é um excelente aparelho! Não estou aqui para defender esse ou aquele fabricante, o mesmo para os SOs, apenas comentando minha experiência com este aparelho. Antes dele tive um Defy, também da Motorola, que apesar dos mergulhos em copos de chope, piscinas e eventuais quedas nunca deu problema e após um ano de intenso uso não apresentou riscos ou arranhões.

  • Michael Telecky
    2012-04-27T12:55:49

    Apesar do hardware defasado com os últimos lançamentos, o Atrix (MB 860) da Motorola ainda tem vários recursos de sobra, um deles o webdock permite conectar mouse e teclado USB e ainda via cabo HDMI nas TVs de alta definição (vem até com controle remoto da própria Motorola, para assistir filmes, vídeos e ouvir música). Mesmo com uma camera de apenas 5 MP com falsh duplo LED, que não gera arquivos monstruosos, ele filma em HD e tem saída micro HDMI. Já tem camera frontal que funciona muito bem com o Skype.

  • Michael Telecky
    2012-04-27T12:54:36

    Entre os acessórios, além dos triviais, ainda acompanham um suporte para fixar no parabrisas do carro e um carregador veicular. A tela em Gorilla Glass de 4" dá conta do recado. Outra função interessante é o desbloqueio através das digitais do usuário.

  • Paulo Sena
    2012-04-16T18:30:21

    agora ta muito mais barato 860 R$ no mercado livre \ooooooooooo/

  • Aliosn Antunes
    2012-02-20T00:49:13

    Esqueci de mencionar . com internet ligada vc tem que ter uma usina nuclear ou hidroeletrica por perto pq a bateria não dura nada. Se cair no chão tem 50% de chance de espatifar a tela que custa uns R$300,00 pilas. Tirando esses pequenos problemas é um bom aparelho, Só que o sistema prefere redes 2G e vc tem que entrar no menu todas as vezes para colocar em 3G e não volta para o 2G em caso de falta de 3G ..com isso vc fica fora do ar. Perdi muitos negócios com essa porcaria. Só não posso acusar ninguém, pois a claro diz que é o android. Adoro a metodologia de resolução de problemas da claro.

  • Aliosn Antunes
    2012-02-20T00:39:58

    Comprei na claro. Apresentou um erro durante as chamadas "tempo de ligação 0:00" depois de ir na claro 6 vz e mandar para assistência técnica 2 vz, atualizar o software e passar tanta raiva .. acabei doando, hj estou usando um powerpack paraguaio, que tbm está com defeito, porém vale R$30,00 reais. A última vez que estive na claro pediram para eu comprar um cel inferior até que meu plano completasse um ano e disseram que o android era um problema ... ISSO EU OUVI DE UMA FUNCIONÁRIA DA CLARO DO SHOPING DE NOVO HAMBURGO/RS. Engraçado que na hora de vender o aparelho era melhor que o iphone.

  • Rodrigo Rios
    2012-02-11T10:42:41

    Não me arrependo em nem um aspecto de ter comprado meu Motorola Atrix. É um smartphone super potente e atende todas as minhas necessidades e exigências sendo que eu uso total o seu potencial para games e apps. E o Atrix não é apenas um centro multimidia como foi dito. Ele é muito mais que isso e comparado a outros smartphones atuais do mercado, não deixa nada a desejar. Atualmente utilizo a versão Gingerbread 2.3.4 ATT US. Mas já existem ROMs Customs com o ICS. Instalarei nas próximas semanas.

  • Guilherme Fernandes
    2012-02-10T14:44:45

    Eu sei que é a opinião do site, mas acho que deveria ter sido levado em consideração os docks dele, além do desempenho dele ser sensacional. A Info diz que o Atrix é um dos melhores aparelhos que eles já tiveram em mãos e da a ele a mesma nota que da ao GSII, por exemplo.

  • Filipe
    2012-02-07T00:09:04

    Realmente eh um excelente smartphone! Peguei o meu logo que lançou com os pontos da minha operadora. Era ele de graça ou um iphone por 200 pratas a mais. Peguei o Atrix pois curto mais o sistema Android que o iOS. Nao me arrependi nem um pouco! Excelente escolha. Os videos saem muito bons! O flash ainda funciona como luz para filmar a noite. Atualizai para o Gingerbread a poucos dias e estou curtindo mais ainda! Vale a pena!

  • Guilherme Edardo
    2012-02-06T22:49:21

    Realmente é um ótimo smartphone! Ainda hoje acredito que compensa comprar até porque deve estar mais barato. Só uma correção: O Atrix contém o padrão de portas MICRO USB E MICRO HDMI e não MINI como esta no review!