Por Pedro Zambarda; Por TechTudo


Para quem acha que só o iPhone é um aparelho de mão com touchscreen para jogar videogames, o Nintendo DS está dominando esse mercado desde 2004, muito antes da revolução da Apple.

Os aparelhos da linha DS totalizam cerca de 125 milhões de vendas, perdendo apenas para o PlayStation 2 como plataforma mais rentável da indústria.

Como sucessor do antológico Game Boy, que marcou a década de 1990, a Nintendo teve o cuidado de criar um aparelho com durabilidade alta, títulos atraentes e uma jogabilidade inovadora.

ds_02 — Foto: TechTudo

O novo está no velho

Ao invés de fazer um jogo que ocupe duas telas, como o caso de Donkey Kong para Game & Watch, a Nintendo passou a desenvolver jogos que precisassem de duas telas para ter pleno funcionamento. O console divide opiniões, mas continua sendo uma opção mais barata em relação aos concorrentes PlayStation Portable (PSP) e os smartphones.

Você pode jogar DS ou Game Boy Advance

Um recurso bacana que a Nintendo disponibilizou no portátil de cara é a capacidade de rodar cartuchos do Game Boy Advance, o último da linha de videogames de mão com apenas uma tela. Ao conectar o cartucho do console antigo, o aparelho passa a funcionar apenas com uma tela, a superior.

Os jogos normais do DS exigem o uso de duas telas. Em Metroid Prime Hunters, o gamer precisa usar a caneta stylus para mover o canhão da heroína Samus Aran enquanto percorre os cenários com o direcional convencional, de botões. Essa jogabilidade híbrida tornou-se marca registrada do Dual Screen.

Design

Perto das demais versões do Nintendo DS, o portátil original é mais largo e grosso. Tem sete polegadas de largura e quase duas polegadas de espessura.

Mesmo sendo robusto, o aparelho não é nada quadrado. Desenhado com formas arredondadas, o resultado final é um visual moderno e semelhante ao “controle” que era o primeiro Game Boy Advance, com a vantagem de ter duas telas.

Esse tipo de design perdeu sentido nas versões Lite e no DSi, ganhando força um desenho mais minimalista do aparelho.

ds_01 — Foto: TechTudo

A stylus mais fina da série

O DS original possui a caneta para touchscreen mais fina da categoria. Com menos de meio centímetro de espessura, a stylus está diponível na cor cinza, ao contrário das versões coloridas dos modelos posteriores.

Mundo Online

Nintendo DS funciona na internet por conexão Wi-Fi. Games como Pokémon Pearl/Diamond podem ter disputas em rede, sem a necessidade de Cabo Link, como era na época do Game Boy.

Problemas do gadget

Por ter uma tecnologia touch resistiva, ou seja, com telas sensíveis ao toque de uma caneta – e não dos dedos – o Nintendo DS pode ficar com a tela riscada e/ou desgastada na mão de crianças e pessoas que não tenham cuidado com o aparelho.

Para comprar

Os DS originais estão em falta no mercado, mas a faixa de preço de usados é entre 250 e 300 reais. Perto do DSi, é uma economia de até 500 reais.

Ficha Técnica

Tabela

Processador Um ARM946E-S, de 67.028 MHz, e outro ARM7TDMI, de 33.514 MHz
Memória RAM 4MB
Mídia Cartucho
Resolução máxima de vídeo As duas telas tem 256 x 192 pixels
Wi-Fi Nintendo Wi-Fi
Dimensões 14,87 × 8,47 × 2,89 cm
Peso 300 gramas
Itens inclusos Caneta stylus
7

Design
7
Funcionalidades
7
Desempenho
9
Custo-benefício
8

Prós

  • * Videogame touch screen.
  • * Interação com duas telas.

Contras

  • - Necessário o uso da caneta.

Mais do TechTudo