Video game

NOTA tt
7.0

Review Nintendo DSi

Pedro Zambarda
por
em
dsi_02Nintendo DSi (Foto: Divulgação)

Duas câmeras, uma interna e outra externa. O aumento de 0,8 polegadas nas duas telas do portátil. Mudanças justificáveis? O DSi apareceu no mercado em 2008 para continuar a liderança do Nintendo Dual Screen frente ao PlayStation Portable (PSP).

Foi bem sucedido na empreitada? Vamos analisar.

Câmeras

Para aqueles que estão inteirados com a publicidade brasileira e internacional, falar em augmented reality não é novidade nenhuma. Mas esse conceito precisa ser explicado para os gamers. Principalmente para os que tiverem o DSi.

“Realidade aumentada” é uma tecnologia de reconhecimento de padrões. Com uma câmera e um papel com um desenho específico, o aparelho pode colocar elementos 3D em um cenário filmado em tempo real.

Há jogos no DSi que utilizam essa tecnologia que mistura registro da realidade e tecnologia, como Ghostwire, que mostra fantasmas na vida real dentro da tela de seu aparelho. Obviamente, com espaço para conectar cartões SD, você também pode tirar fotos com as câmeras VGA interna (embaixo da tela do aparelho) e externa (na capa).

Compatibilidade

É possível ver de cara um detalhe importante no DSi, assim que você bota as mãos no aparelho: não há como jogar Game Boy Advance nele. O encaixe para cartuchos do console portátil antigo desapareceu com as mudanças.

Embora seja um modelo mais moderno, ele pode parecer pouco atraente para quem já tem um DS normal ou Lite. Basta lembrar que a principal qualidade do PS2 em 2000 era, justamente, rodar os CDs antigos do PlayStation. A plataforma DS parecia repetir o mesmo fenômeno, mas entre os portáteis.

dsi_04Nintedo DSi (Foto: Divulgação)

Design

As polegadas adicionais no tamanho das du-as telas sensíveis ao toque não trazem diferenças significativas. As 0,8 polegadas apenas tornam mais confortável a navegação touch. No resto, o desenho do aparelho é idêntico ao DS Lite, sendo mais discreto e arredondado em relação ao DS original.

O botão power, que liga o aparelho, está abaixo do direcional analógico da esquerda, o que deixa a disposição um pouco diferente no gadget. Mas os botões start e select continuam nos locais habituais. A idéia da Nintendo não era revolucionar o design, mas manter o padrão e alcançar mais vendas com um aparelho repaginado.

Edição de imagem e som

Com um microfone localizado à direita da câmera interna do aparelho, você tem a disposição nessa versão um programa chamado DSi Sound, para editar áudio. Da mesma forma, o DSi Camera altera as imagens registradas da maneira que o usuário preferir.

Conectividade

Além das renovações, o DSi possui um diferencial em seu uso de internet, já presente no DS normal. O DSi Shop possui um sistema de compra e compartilhamento de jogos semelhante ao console doméstico da Nintendo, o Wii. Os jogadores podem acumular DSi Points e conseguir brindes exclusivos na loja virtual da empresa.

Preço

O DSi, com as brincadeiras das câmeras e da internet incrementada, sai entre 900 e 1.200 reais. Perto do valor do DS original, é praticamente o dobro, o que passa também o concorrente PSP original. É um aparelho que requer mais investimento, mas que foi feito para fãs dos portáteis da Big N.

Ficha Técnica

Processador Um ARM9 e outro ARM7, com até 133 MHz
Memória RAM 4 MB
Mídia Cartucho
Áudio Estéreo
Wi-Fi Sim
Dimensões 13,7 × 7,49 x 1,89 cm
Peso 0,3 kg
Itens inclusos Caneta stylus

Nota TechTudo

NOTA tt
7.0
Design
8
Funcionalidades
8
Desempenho
8
Custo-benefício
7

Prós

  • * Rede online melhorada.
  • * Jogos que utilizam câmeras.
  • * Câmeras para fazer fotos
  • * Microfone para gravar áudio.
  • * Edição de áudio e vídeo.

Contras

  • * Não roda jogos do Game Boy.
Seja o primeiro a comentar

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

recentes

populares