Publicidade

Por Isadora Díaz; Por TechTudo

TechTudo

O Lumia 625 é a aposta da Nokia para o mercado de smartphones com 4G. Com preço sugerido de R$ 1.049, o aparelho roda Windows Phone 8 e promete ser um concorrente de peso. O smartphone da companhia finlandesa, afinal, vale o preço? Conheça a resposta no review do Lumia 625 preparado pelo TechTudo.

Quer um celular compatível com 4G brasileiro? Confira lista com outras opções

Traseira do Nokia Lumia 625 (Foto: Luciana Maline/TechTudo) — Foto: TechTudo

O Lumia 625 é um aparelho robusto. A primeira impressão ao segurá-lo é a de que estamos com um celular com selo Nokia de resistência em mãos - e isso quer dizer bastante coisa. As bordas laterais protuberantes parecem proteger a tela de impactos, mais ou menos como acontece com o Lumia 920. A não ser que o celular espatife com a tela no chão, é relativamente improvável que você carregue por aí um Lumia de vidro trincado. Até porque há a proteção Gorilla Glass 2, que deixa a tela mais resistente a riscos e eventuais quedas. Mas vale lembrar: é mais resistente, mas não inquebrável.

O 625 é muito bem acabado, e dá a sensação de ser unibody, ou seja, composto por uma única peça. Apesar disso, capa traseira de policarbonato (plástico, basicamente) é removível - com muita dificuldade, mas é. A entrada do cartão SIM e a do microSD ficam por lá, agrupadas, mas é só. A bateria não é removível, o que não costuma ser um problema.

Nokia Lumia 625 parece ter ser unibody, mas tem traseira removível (Foto: Luciana Maline/TechTudo) — Foto: TechTudo

Resistente, bem acabado... Mas nada confortável de se usar. O Lumia 625 é um smartphone grande, tanto na largura quanto na altura. São 133,4 mm por 72,3 mm, números maiores do que os de tops de linhas de 2012 e 2013, como o Nexus 4 (133,9 mm por 68,7 mm), Xperia ZQ (131,6 mm por 69,3 mm), LG G2 (138,5 mm por 70,9 mm) e Lumia 925 (129 mm por 70,6 mm). É difícil usar o smartphone se você tem mãos pequenas ou medianas, especialmente na hora de usar o teclado virtual com uma só mão.

Lumia 625 é um smartphone "gordinho" (Foto: Luciana Maline/TechTudo) — Foto: TechTudo

A tela do Lumia 625 não é lá grande coisa. São 4,7 polegadas, mas com uma resolução mediana de 480 x 800 pixels, que gera uma taxa de densidade por pixel de aproximadamente 199. Ou seja: tela grande, mas resolução decepcionante. Smartphones mais baratos, como o Moto G, que custa a partir de R$ 649, já apresentam telas HD, com 720 x 1280 pixels.

Por outro lado, não há do que reclamar do contraste da tela IPS LCD. A regulagem do brilho e a saturação das cores também são bacanas. Não compensam a baixa resolução da tela completamente, mas equilibram um pouco mais a balança.

Lumia 625 tem tela de 4,7 polegadas (Foto: Luciana Maline/TechTudo) — Foto: TechTudo

No coração do smartphone há um processador Qualcomm Snapdragon dual-core de 1,2 GHz, que atua em conjunto com RAM de 512 MB. O Windows Phone 8 é um sistema razoavelmente leve, e por isso a dupla consegue rodar tudo sem engasgos. Ok, o Lumia 625 não trava, mas o tempo de carregamento dos aplicativos é superior ao de outros aparelhos com o mesmo sistema operacional. Uma RAM de 1 GB, por exemplo, cairia muito bem para ele.

Qual é o melhor smartphone de 2013? Opine no Fórum do TechTudo

Um pró irrefutável é a entrada para cartão microSD, uma pedida dos consumidores mais exigentes, que guardam uma grande quantidade de dados em seus celulares. O slot aceita cartões de até 64 GB. Há ainda o armazenamento interno de 8 GB, que gera um smartphone com memória de gente grande.

Durante nossos testes, nos deparamos com um caso de travamento total do sistema. Por duas vezes, o touch deixou de responder. Como a bateria não é removível, a saída foi reiniciar o smartphone via botão de energia + botão de volume. O problema não necessariamente irá se repetir em outros aparelhos, mas vale a nota.

 A compatibilidade com o 4G brasileiro é outro ponto a ser levado em conta no momento da compra. Funciona bastante bem, sendo limitada somente pela velocidade e sinal atualmente fornecidos pelas operadoras de telefonia móvel brasileiras.

Fechando as especificações do Lumia 625 está a bateria de 2.000 mAh. Não tem uma capacidade impressionante, mas aguenta tranquilamente um dia inteiro de uso moderado, o que é prometido pela maioria dos aparelhos intermediários das grandes fabricantes.

A câmera traseira do Lumia 625 tem 5 megapixels e, como não poderia deixar de ser, é ótima. Não se assuste com a quantidade de megapixels: uma câmera boa é feita com muito mais do que isso. O sensor faz ótimas fotos em ambientes bem iluminados, e outras bem respeitáveis em cena noturna. O flash LED dá conta do serviço, assim como o recurso de autofoco. A câmera faz filmagens em 1080p a 30 quadros por segundo, o que é bom.

Câmera do Lumia 625 tem apenas 5 megapixels, mas bom desempenho (Foto: Luciana Maline/TechTudo) — Foto: TechTudo

Há ainda uma câmera frontal que parece estar ali só para constar. A qualidade VGA é bem decepcionante, e para conseguir realizar uma videochamada de qualidade via Skype, por exemplo, é necessário um ambiente bem iluminado. Do contrário, a quantidade de ruída fica insuportável.

Câmera frontal do Lumia 625: qualidade VGA (Foto: Luciana Maline/TechTudo) — Foto: TechTudo

Este foi um bom ano para o Windows Phone 8, mas não necessariamente por mudanças feitas pela própria Microsoft. A boa notícia é que os desenvolvedores parecem mais empenhados em produzir aplicativos para a plataforma e, hoje, grande parte dos tops mais baixados das lojas App Store e Google Play, do iOS e do Android, respectivamente, está disponível também para o WP8.

Um bom exemplo é o Instagram, que foi anunciado neste ano. Depois de meses e meses de espera, o queridinho app de fotos chegou à plataforma. Durante algum tempo, porém, os usuários tiveram que "se virar" com o cliente 6tag - que, aliás, tem os mesmíssimos recursos do app oficial para as outras plataformas. Assim como ele, outros nomes de peso recheiam a loja do Windows Phone. Facebook, Skype, Vine, Waze, Twitter... Todos por lá. A exceção talvez fique por conta do YouTube, que deu um passo atrás e passou de app a um atalho para a versão mobile do site de vídeos.

Instagram e Waze para Windows Phone 8 (Foto: Divulgação) — Foto: TechTudo

O Windows Phone, porém, não é o mundo perfeito. Os aplicativos, no geral, chegam antes para iOS e Android, inclusive os jogos. Ainda é um exercício de paciência para os usuários que gostam de sempre testar as novidades do mercado de apps. A oferta melhorou, e é provável que usuários de outras plataformas encontrem com facilidade seus programas ou correspondentes a eles na transição para o WP... Mas a loja ainda fica atrás das demais.

Vale a pena migrar do Android para o Windows Phone? Descubra no Fórum

De resto, o sistema da Microsoft é maduro e bem amarrado. Com poucos bugs e desempenho satisfatório mesmo em celulares de hardware inferior, ele se mostra uma boa opção. A atualização para o Windows Phone 8.1 pode ainda dar um gás na competição do mercado mobile.

Custo-benefício é um ponto fraco do Lumia 625. Não porque ele seja ruim, longe disso, mas porque é possível encontrar opções similares por menos - e não é necessário ir muito longe para enxergar isso. Vamos lá: o Lumia 520 tem especificações ligeiramente inferiores e custa a partir de R$ 430 em lojas confiáveis. O aparelho tem os mesmos 512 MB de RAM, sistema e sensor da câmera de 5 megapixels. A diferença mais impactante está no processador: enquanto o Lumia 625 é um dual-core de 1,2 GHz, o 520 é um dual-core de 1 GHz. Não justifica tamanha diferença de preço, no entanto.

A comparação mais significativa talvez fique a cargo do Lumia 820. Ele é um dual-core de 1,5 GHz, tem RAM de 1 GB e câmera de 8 megapixels com desempenho incrível. O design, aliás, é bem semelhante ao visto no smartphone neste review avaliado. Hoje, é possível encontrá-lo por valores a partir de R$ 799, enquanto promoções do 625 o oferecem por preços que começam em R$ 950 (o preço sugerido pela Nokia é de R$ 1.049). É pagar mais por menos. E os dois são compatíveis com o 4G brasileiro, vale lembrar.

Se a sua intenção é comprar um smartphone mais recente no mercado, então não há o que discutir: o Lumia 625 vai cumprir bem o papel. Se você não se importa em adquirir aparelhos veteranos, avalie bem antes de investir suas economias: é possível economizar e terminar com um aparelho ainda melhor.

Nokia Lumia 625 (Foto: Arte/TechTudo) — Foto: TechTudo

7.6

Design
8
Desempenho
8
Tela
7
Câmera
9
Custo-benefício
6

Prós

  • Slot para cartão microSD;
  • Boa câmera;
  • Acabamento de boa qualidade;
  • Compatibilidade com 4G brasileiro;
  • Presença dos principais apps.

Contras

  • Desconfortável de usar com uma só mão;
  • Tela de baixa resolução;
  • Apps chegam antes a outros sistemas;
  • Custo-benefício duvidoso.

Mais do TechTudo